Trojanow, Ilija

Degelo ® Companhia das Letras
Degelo
Tradução: Kristina Michahelles

São Paulo: Companhia das Letras, 2013
- 154 p.
ISBN: 978-85-359-2305-6

Título Original:
EisTau

»Mr. Iceberger« foi o apelido que a equipe do navio cruzeiro MS Hansen escolheu para Zeno Hintermeier, o coordenador da expedição que faz incursões anuais à Antártida levando cientistas afeitos ao frio, turistas entusiasmados e uma equipe de funcionários filipinos. Solitário, frio, à deriva: as maneiras de entender o apelido são muitas. Um estudioso de geleiras obcecado com o aquecimento global, Zeno é o protagonista radical de Degelo, do escritor búlgaro Ilija Trojanow. Entremeando anotações do caderno de Mr. Iceberger com uma comunicação confusa por rádio, o romance revela aos poucos sua trama, dando pistas de que esta não será uma viagem ordinária.
Zeno relembra o derretimento completo da geleira que ele estudava nos Alpes, o surto que o acometeu depois dessa trágica “morte” e o fracasso de seu casamento. Ele está cada vez mais radical em sua crítica à exploração irresponsável do planeta, direcionando seu ódio aos turistas que acabam vivenciando a Antártida mais pelas câmeras fotográficas do que de fato pelo contato com o meio ambiente. Para acentuar sua irritação, o badalado artista Dan Quentin subiu a bordo do navio para realizar seu mais novo projeto e exige atenção especial: conta com Zeno para a organização de um SOS humano formado pelos passageiros, com o objetivo de transformar essa falsa manobra de emergência em obra de arte.
À medida que o navio avança para o sul, aumenta a acidez do cientista. O absurdo cresce na mesma proporção: passagens exaltadas do personagem ganham um tom quase patético, imprimindo cores cômicas, mas também trágicas, à incursão do navio pelo continente gelado.

Excerto da obra
Companhia das Letras


    O colecionador de mundos; ® Companhia das Letras
    O colecionador de mundos
    Tradução: Sérgio Tellarolli

    São Paulo: Companhia das Letras, 2010
    - 416 p.
    ISBN: 9788535917147

    Título Original:
    Der Weltensammler

    Oficial do Exército britânico, orientalista e etnólogo, além de tradutor para o inglês de clássicos como As mil e uma noites e o Kama Sutra, Richard Francis Burton (1821-90) foi sem dúvida uma das grandes personalidades do século XIX. Não por acaso, sua vida, repleta de aventuras por quatro continentes, já foi objeto de numerosas biografias, dentre elas a de Edward Rice, publicada pela Companhia das Letras.
    Desse incrível repertório de aventuras, o premiado escritor búlgaro Ilija Trojanow escolheu três, a partir das quais dá forma a uma brilhante mescla de biografia ficcional e perspicaz estudo psicológico de uma personalidade que, pouco a pouco, revela-se tão fascinante quanto misteriosa. O colecionador de mundos, que Günter Grass, prêmio Nobel de literatura, comparou ao Moby Dick de Herman Melville, tem por cenários principais a Índia em que Burton atuou como oficial e coletor de informações, a peregrinação sagrada de Meca a Medina, de que ele tomou parte disfarçado de muçulmano, e a expedição ao coração da África que acabaria por conduzir à descoberta da nascente do rio Nilo. Nessa narrativa das muitas aventuras e desventuras de um homem notável, Trojanow costura uma polifonia de raro talento literário, dando voz a universos culturais contrastantes.

    Excerto da obra
    Companhia das Letras

      Programa de apoio à tradução

      Programa para fomentar a publicação de livros de autores alemães para uma outra língua

      Quadrinhos em alemão

      Informações sobre a produção de quadrinhos em língua alemã, retratos de artistas e literatura recomendada