A tradução como intercâmbio cultural

© Argumento
O exílio do velho rei

Tradução: Claudia Beck
São Paulo: Argumento, 2012 - 195 p.
ISBN: 978-85-88763-25-8


Título original: Der alte König in seinem Exil

A trajetória de Ausguste Geiger nos é apresentada por seu filho, Arno Geiger, através de uma ironia peculiar. O patriarca da família é um ex-combatente de guerra, que incorpora a rigidez militar também dentro de casa, sendo um marido indiferente aos desejos da esposa e um pai deveras autoritário. Um homem sem muitas fantasias, comprometido com o trabalho e dotado de uma leve obsessão em reformar a casa em que mora. A partir do momento em que começa a não mais reconhecer sua família, passa a perceber que os descuidos daquele homem, tão preocupado com as regras e os lapsos de memória, cada vez mais frequentes, não são produtos apensas de sua idade avançada: o ser humano por trás do soldado faz a sua fraqueza aparente, quando enfim é diagnosticado com Alzheimer. A partir de então, sua família tem que enfrentar os dilemas despertados pela doença. O vínculo entre pai e filho se tornam mais fortes, ao passo que a memória de Auguste se esvai e suas referências tornam-se turvas. Contudo, o toque de humor empregado na narração traz uma leveza e uma intimidade toda especial fazendo com que as possíveis lágrimas geradas pela demência sejam emolduradas pela poesia e cumplicidade do caminho dos Geigner percorrem juntos. O pai em seu exílio forjado pela doença, é reiventado pelo filho que, ao se esforçar para compreendê-lo, torna o desencontro de Auguste como a razão do encontro deles. .

Excerto da obra
Argumento - Grupo Editorial Record


    Programa de apoio à tradução

    Programa para fomentar a publicação de livros de autores alemães para uma outra língua

    Quadrinhos em alemão

    Informações sobre a produção de quadrinhos em língua alemã, retratos de artistas e literatura recomendada