7 perguntas para...

Álvaro Alfredo Bragança Júnior

Nasceu em 1964 no Rio de Janeiro - RJ, Brasil

1982-1986 Bacharelado em Português-Alemão - UFRJ - Faculdade de Letras.

1986-1989 Bacharelado em Português-Latim - UFRJ - Faculdade de Letras.

1987-1992 Mestrado em Filologia Românica - UFRJ - Faculdade de Letras.

1993-1998 Doutorado em Letras Clássicas - UFRJ - Faculdade de Letras.

Dezembro 2001-Fevereiro 2002 Estágio Pós-Doutoral em História Medieval - Faculdade de História - Ruhr-Universität Bochum.


Bolsas e premiações

1990-1990 - Bolsista do Goethe-Institut do Brasil em Schwäbisch-Hall, Alemanha - janeiro e fevereiro.

1990-1990 - Bolsista do Deutscher Akademischer Austauschdienst na Albert-Ludwig-Universität - Freiburg im Breisgau - Alemanha - março/agosto.

2010 - Bolsa do Goethe-Institut - Landeskunde: Rostock e Bremen.


Como você chegou à tradução?
A partir do momento em que comecei a trabalhar com disciplinas ligadas à Idade Média em minha atuação acadêmica e posteriormente, como docente de Literatura em Alemão, cheguei às obras da Modernidade.

Sob quais critérios você busca um texto para traduzir?
Interesse pessoal, área de atuação acadêmica e importância para a germanística, medievística, assim como cultura, literatura e história brasileiras.

Para você, o contato com o autor da obra é importante? Justifique.
Sem dúvida, o contato é um grande facilitador no processo da tradução. O conhecimento do contexto em que viveu e trabalhou o autor pode lançar luzes sobre o texto, embora, no tocante às obras de medievística, isso não seja sempre possível.

Qual obra traduzida por você se distanciou mais da cultura brasileira?
Der arme Heinrich, O pobre Henrique, de Hartmann von Aue, por estar inserida dentro do ambiente medieval, cronologica e culturalmente não ambientado e vivenciado na história do Brasil.

Em uma tradução, qual dificuldade linguística já levou você ao desespero?
A decifração de determinadas letras presentes em manuscritos do século XVII do Brasil Holandês levou quase dois meses!.

Autor(a) ou livro alemão preferido:
Die Spruchgedichte von Walther von der Volgelweide.

Qual livro gostaria de traduzir e por quê?
Der Sachsenspiegel, pois trata-se de uma obra emblemática e fundamental para o conhecimento e entendimento, com o auxílio das ilustrações, das relações de vassalidade dentro do Sacro Império nos séculos XII e XIII.

  ©
Obras traduzidas do alemão para o português:

As 95 teses de Martinho Lutero : por
um exercício de tradução para o português. Álvaro A. Bragança Júnior
und Carla Gomes de Jesus [trad.].
In: Boletim Inter-Cultural, Rio de Janeiro, v.14, n.42, ago.-dez.
2008. 16 p.
ISSN 1806-2105
Título original: Die 95 Thesen.
As 95 teses de Martinho Lutero (PDF, 85 KB)


Carta a Karl Ferdinand Becker: a língua como organismo. Álvaro A. Bragança Júnior [trad.].
In: Heidermann, Werner; Weininger, Markus J. (org.). Wilhem von Humboldt : Linguagem, Literatura, Bildung. Florianópolis : UFSC, 2006. p. 166-179.
ISBN 978-85-8846-406-3
Título original: Briefe.


Glosa Marginal XIV. Álvaro A. Bragança Júnior [trad.].
In: Vasconcelos, Carolina Michaëlis de.
Glosas marginais ao cancioneiro
medieval português
. Guarvaia, Coimbra : Universidade de Coimbra, 2004. 54 p.
ISBN 972-616-223-8
Título original: Randglose XIV.


O pobre Henrique / Hartmann von Aue. Álvaro A. Bragança Júnior [trad.].
In: Brathair, São Luís, v.3, n.1,
2003. p.71-101 ISSN 1519-9053
Título original: Der arme Heinrich.
O pobre Henrique


Viagem ao Brasil
Viagem ao Brasil do Príncipe
Maximiliano de Wied-Neuwied
,
ilustrações da Viagem ao Brasil de 1815
a 1817, Legado do Príncipe Maximilano
de Wied-Neuwied : Bibioteca brasiliana
da Robert Bosch Gmbh : catálogo ;
Álvaro A. Bragança Júnior e
Ingeborg Mathilde Hartl [trad.].
Petrópolis: Kapa Editorial, 2001. 217 p.
ISBN 978-85-8810-802-X
Título original: Reise nach Brasilien in den Jahren 1815 bis 1817.

Bibliografia completa