7 perguntas para...

©
Ingrid Dormien Koudela

Nasceu em 1948 em São Paulo - SP

Livre Docente pela ECA/USP

Pesquisadora pelo CNPq com Bolsa de Produtividade de Pesquisa

Docente do Curso de Pós-Graduação em Artes Cênicas na ECA/USP

idormien@usp.br


Bolsas e premiações

A tradução de Georg Büchner : na pena e na cena (tradução: J. Guinsburg e Ingrid Dormien Koudela) recebeu o Prêmio Jabuti (3° lugar), em 2005.


Como você chegou à tradução?
Cresci bilíngue: alemão/português. Minha avó dizia que aos dois anos de idade ela me pedia para buscar algo em alemão e eu ia para a cozinha e traduzia para o português.

Estudei em escola alemã (Colégio Visconde de Porto Seguro) onde havia uma biblioteca farta de literatura infantojuvenil e gostava muito de ler. Retirava três, quatro livros por semana e os devorava. Ao ser alfabetizada em português, perguntava o que significava determinada ortografia em alemão e lia nesta língua. Depois tive aulas de alemão na escola durante todo o ensino fundamental e no ensino médio fiz o Curso de Línguas Modernas (francês, inglês, alemão) – diploma equivalente ao Clássico. Também estudei na Aliança Francesa e na Cultura Inglesa. Sempre gostei de estudar línguas. No ensino médio tive excelentes professores, entre eles Elizabeth Walter que nos introduziu de forma magistral à literatura alemã.

Sob quais critérios você busca um texto para traduzir?
Fiz o curso superior em Teatro, sendo aluna da primeira turma formada pela ECA/USP. Tive aulas com Anatol Rosenfeld, Sábato Magaldi, Jacó Guinsburg, Clóvis Garcia, Miroel Silveira, Flavio Império entre outros. Meu contato com o texto sempre foi através do teatro e de sua importante relação com a literatura. Até hoje o que me leva a traduzir é o impulso que o texto literário traz para a encenação.

Para você, o contato com o autor da obra é importante? Justifique.
Tive contatos com autores que me marcaram. Um deles foi com Heiner Müller, quando veio ao Brasil. Traduzi palestras que proferiu na Associação Bertolt Brecht e na Favela Monte Azul. Escrevi sobre a sua reação frente à encenação de Hamletmaschine apresentada no MASP em São Paulo,com atuação de Marilena Ansaldi. Guardo com muito carinho este texto sobre a visita de Heiner Müller a São Paulo.

Qual obra traduzida por você se distanciou mais da cultura brasileira?
Traduzi a obra de Georg Büchner, em co-autoria com Jacó Guinsburg, para a Editora Perspectiva. Também traduzi peças de Bertolt Brecht para Teatro Completo, editado pela Paz e Terra. E sou organizadora do livro O espanto no teatro, de Heiner Müller, publicado pela editora Perspectiva, que contém algumas entrevistas e o texto O Horácio.

Em uma tradução, qual dificuldade linguística já levou você ao desespero?
O texto mais difícil que estou enfrentando atualmente é a tradução da obra de Gotthold Ephraim Lessing. As peças Natã, o sábio e Emilia Galotti me levaram a lidar com o alemão do século dezoito. A principal dificuldade foi o tratamento dado à peça pelos personagens.

Autor(a) ou livro alemão preferido:
Meu autor preferido é Bertolt Brecht, em especial a teoria e prática com o Lehrstück [peça didática] tema sobre o qual desenvolvi minha Tese de Doutorado e de Livre Docencia na ECA/USP.

Qual livro gostaria de traduzir e por quê?
Estou traduzindo Vida de Gundling Frederico da Prússia, de Heiner Müller. O interesse pela obra de Heiner Müller é muito grande em São Paulo. Gostaria de traduzir outras obras do autor e de teatro contemporâneo alemão de forma geral.

  ©
Obras traduzidas do alemão para o português:

Büchner : na pena e na cena / Georg Büchner. J. Guinsburg e Ingrid Dormien Koudela (organização, tradução e notas). São Paulo: Perspectiva, 2004. 380 p.
ISBN 85-273-0699-9


Müller, Heiner
O espanto no teatro / (Org.) Ingrid D. Koudela. (Trad.: Ingrid Dormien Koudela; Alexandre Krug). São Paulo: Perspectiva, 2003. 196 p.
ISBN 85-273-0666-2
Título original: Der Horatier. Macbeth


Brecht, Bertolt
Aníbal : fragmento. Em: Teatro completo em 12 volumes ; vol. 12 / Bertolt Brecht. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995. 305 p.: p. 183-193
ISBN 85-219-0130-5