Tradutores

Petê Rissatti

Nasceu em 1979 em São Paulo – SP


2000 Letras com habilitação em tradução ingles-português – Faculdade Ibero-Americana/UNIBERO.


2006 Curso de especialização em tradução – Alemão – Universidade de São Paulo.


http://www.peterissatti.com.br

contato@peterissatti.com.br


Bolsas e prêmios

29/8 a 04/9/2016  Participação na Academia de Verão (Sommerakademie) para tradutores de literatura alemã, realizada pelo Literarisches Colloquium Berlin.

23/01 a 22/02/2017 Bolsa para residência no âmbito da América Latina da Casa de Tradutores de Looren, Suíça.


Como você chegou à tradução?

Meu primeiro contato com a tradução foi na antiga Faculdade Ibero-americana, que tinha um dos melhores cursos de tradução de São Paulo. Na minha primeira aula com o falecido professor Fernando Dantas eu decidi: é isso que quero fazer na minha vida. Depois, com apoio de uma grande amiga tradutora, fui fazer pós-graduação em tradução alemão-português na USP, o que impulsionou minha carreira na tradução editorial.

Sob quais critérios você busca um texto para traduzir?
Os textos me buscam, por assim dizer, pois sou tradutor profissional. Além das traduções técnicas que ainda faço, as editoras costumam me oferecer livros de acordo com a minha experiência. Em geral, quando assumo uma tradução, eu me apaixono por ela, vivo aquela história pelo período em que trabalho. Mas se eu pudesse escolher, meus parâmetros seriam a relevância cultural e também a qualidade literária.


Para você, o contato com o autor da obra é importante? Justifique.
Depende do(a) autor(a). Porém, via de regra, se pudéssemos sempre ter o autor “do outro lado da linha”, o trabalho de tradução ficaria mais ameno. Vejo com muito bons olhos esse contato com o criador da obra à qual vamos nos dedicar, ter de antemão detalhes que seriam impossíveis conseguir sem essa ligação.


Qual obra traduzida por você se distanciou mais da cultura brasileira?
Não tenho inimigos, desconheço o ódio, do dissidente chinês Liu Xiaobo, Nobel da Paz de 2010 (L&PM). Este livro de ensaios, traduzido do chinês para o alemão e depois do alemão para o português, foi o que me levou mais longe, para uma realidade distante tanto para o alemão quanto para o brasileiro. Uma experiência complexa e muito fascinante.


Em uma tradução, qual dificuldade linguística já levou você ao desespero?
Sempre brinco com colegas tradutores que traduzir alemão é um verdadeiro trabalho de desconstrução do texto-fonte e reconstrução do texto-alvo, seja ele qual for. A precisão lexical alemã parece às vezes inalcançável em português, então temos que lançar mão de artifícios diversos para um resultado satisfatório. Um texto que não traduzi, mas do qual fiz a preparação de texto (a primeira leitura depois da tradução pronta) e que me deu muitos nós na cabeça foi Axolotle atropelado, de Helene Hegemann.


Autor(a) ou livro alemão preferido:
Thomas Mann. Mas ultimamente venho descobrindo muitos autores da nova safra da literatura de língua alemã e uma que me impressionou muito foi Monica Cantieni, uma suíça que acaba de estrear como romancista com o livro Grünschnabel.


Qual livro gostaria de traduzir e por quê?
Para ser sincero, são muitos. Mas um deles é Wie es leuchtet, do Thomas Brussig, pela atualidade, pela ousadia do texto.

  ©
Obras traduzidas do alemão para o português:

Arango, Sascha
A verdade e outras mentiras / Sascha Arango. Rio de Janeiro:
Suma de Letras, 2016. 224 p.
ISBN 978-85-5651-021-1
Título original: Die Wahrheit und andere Lügen.


George, Nina
A livraria mágica de Paris / Nina George. Rio de Janeiro:
Record, 2016. 308 p.
ISBN 978-85-0110-761-9
Título original: Das Lavendelzimmer.



Kumpfmüller, Michael
O esplendor da vida / Michael
Kumpfmüller. Porto Alegre:
L&PM, 2016. 216 p.
ISBN 978-85-254-3409-8
Título original: Die Herrlichkeit des Lebens.

Marx, Karl; Engels, Friedrich
Manifesto do Partido Comunista: o tratado político mais influente da história / Karl Marx e Friedrich Engels. Rio de Janeiro:
Nova Fronteira, 2016. 160 p.
ISBN 978-85-209-2502-7
Título original: Manifest der kommunistischen Partei.



Schalansky, Judith
O pescoço da girafa / Judith Schalansky. Rio de Janeiro:
Alfaguara, 2016. 224 p.
ISBN 978-85-5652-009-8
Título original: Der Hals der Giraffe.

Zweig, Stefan
Pequena viagem ao Brasil / Stefan Zweig. Rio de Janeiro:
Versal Editores, 2016. 80 p.
ISBN 978-85-893-0978-3
Título original: Eine kleine Reise nach Brasilien.



Ullrich, Volker
Adolf Hitler - Volume I: Os anos de ascensão (1889-1939) / Volker Ullrich. Traduzido com Renate Müller, Karina Janini e Simone Campos. São Paulo:
Amarilys, 2015. 952 p.
ISBN 978-85-204-4063-6
Título original: Adolf Hitler, Band 1: Die Jahre des Aufstiegs (1889-1939).



Teege, Jennifer
Amon: meu avô teria me
executado
/ Jennifer Teege
com colaboração de Nikola Sellmair.
Rio de Janeiro: Agir, 2014. 256 p.
ISBN 978-85-2202-971-6
Título original: Amon: Mein
Großvater hätte mich erschossen.

Vermes, Timur
Ele está de volta / Timur Vermes.
Rio de Janeiro: Intrínseca, 2014.
304 p.
ISBN 978-85-8057-529-3
Título original: Er ist wieder da –
Der Roman.


Hammesfahr, Petra
Um plano quase perfeito /
Petra Hammesfahr. São Paulo:
Tordesilhas, 2013. 424 p.
ISBN 978-85-644-0661-2
Título original: Ein fast perfekter Plan.


Schami, Rafik
Histórias da noite. / Rafik Schami. Barueri: Novo Século,
2013. 262 p.
ISBN 978-85-428-0032-6
Título original: Erzähler der Nacht.


Schweitzer, Albert
Filosofia da civilização : queda e reconstrução da civilização.
Civilização e ética
/ Albert Schweitzer. São Paulo: UNESP,
2013. 325 p.
ISBN 978-85-393-0394-6
Título original: Kulturphilosophie : Verfall und Wiederaufbau der Kultur. Kultur und Ethik.


Peetz, Monika
As mulheres de terça-feira / Monika Peetz. Rio de Janeiro:
Casa da Palavra, 2013. 304 p.
ISBN 978- 85-7734-362-1
Título original: Die Dienstagsfrauen.


Xiaobo, Liu
Não tenho inimigos,
desconheço o ódio: escritos
e poemas escolhidos
/ Liu
Xiaobo. Porto Alegre: L&PM, 2012. 359 p.
ISBN 978-85-25-42701-4
Título original: Ich habe keine
Feinde, ich kenne keinen Hass.
Schmieder, Jürgen
Sincero: a história real
e bem-humorada de um
homem que tentou viver
sem mentir
/ Jürgen Schmieder.
Campinas: Verus, 2011. 292 p.
ISBN 978-85-76-86130-0
Título original: Du sollst nicht
lügen!: Von einem, der auszog,
ehrlich zu sein.

Bibliografia completa