Imagens do Açúcar

Menino de Engenho

O filme foi uma das estréias mais promissoras e um dos maiores sucessos populares do Cinema Novo, além disso, inaugurou a carreira do diretor Walter Lima Jr., que dirigiu o primeiro longa-metragem com produção de Glauber Rocha. Menino de Engenho (1965) é uma adaptação do romance de José Lins do Rego e tem elementos de outras obras do escritor dentro do chamado ciclo da cana-de-açúcar.

O filme que aborda a infância do personagem Carlinhos em meio à fase decadente do ciclo da cana-de-açúcar se passa na Paraíba em 1920 e tem este, como testemunha do advento de modernas usinas de cana-de-açúcar. Carlinhos cresce acompanhando as conseqüentes transformações sociais e econômicas da produção canavieira. Após a morte de sua mãe, o menino vai viver com o avô e os tios no engenho Santa Rosa. Depois de conviver com os moleques e empregados dos canaviais e de sofre sucessivas perdas e readaptações afetivas, chega à hora de partir para o colégio e ele não é mais o garoto inocente que chegou. O trem que corta a campina paraibana é um signo das transformações por que passa a produção canavierira e, por extensão, a vida dos personagens.
Sinopse baseada na publicação do site Geocities (Yahoo)
Carlos Alberto Mattos, 2002

Menino de Engenho

Menino de Engenho
Longa
1965, Brasil, 110 min.
Direção: Walter Limá Junior