Simpósio

Simpósio: Biocombustíveis e Segurança Alimentar

Biocombustíveis e Segurança Alimentar

O objetivo deste simpósio é a discussão das questões econômicas e sócio-ambientais da produção de biocombustíveis.


O Brasil – com o seu programa de substituição da gasolina pelo álcool – foi mundialmente o país no qual, pela primeira vez, vetores energéticos fósseis foram substituídos por biocarburantes obtidos a partir de matérias-primas renováveis. Especialmente em decorrência disso, a fama do Brasil como a Arábia Saudita das matérias-primas renováveis já corre o mundo.

Por outro lado, o processo da substituição de combustíveis fósseis por biocombustíveis pressupostamente significa um aumento de preço dos alimentos, fator que há cerca de um ano vem sendo criticado sobretudo pelos países mais industrializados: a utilização de matérias primas renováveis para a produção de biocombustíveis seria, então, consequentemente, a causa do empobrecimento de uma parte considerável da população mundial, além dos problemas ecológicos provavelmente provocados pela ampliação das áreas de cultivo de cana-de-açúcar e de outras matérias primas do gênero.

O Simpósio Internacional “Biocombustíveis e Segurança Alimentar” visa discutir estes processos, que vêm mudando a cara do Brasil e também a maneira como o país é visto no panorama internacional de estados, dos pontos de vista econômico, ecológico, social e internacional, sempre com a inclusão das perspectivas brasileira e alemã. Consideramos indispensável integrar o fator da certificação no cronograma do simpósio, com a finalidade de estabelecer um instrumento de controle reconhecido e praticado não apenas nacional, mas internacionalmente, que consiga amenizar os riscos vinculados ao fomento de biocombustíveis e promover as suas enormes vantagens.