Tabela dos Níveis A1-C2 dos Cursos e Exames do Goethe-Institut

Os exames de alemão do Goethe-Institut correspondem aos níveis do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR): desde A1 para iniciantes até C2 para o nível lingüístico mais alto.

Níveis dos exames e cursos de línguas do Goethe-Institut

Nivel
del MCER*
  Juvenil Curso
universitário
Profissão
A1   SD1 Fit 1 BULATS
A2   SD2 Fit 2 BULATS
B1   B1 B1 BULATS
B2   B2 TestDaF BULATS
C1   C1 TestDaF BULATS
C2   C2: GDS C2: GDS BULATS

Requisitos

Todos os exames do Goethe-Institut também podem ser realizados por candidatos externos, caso eles possuam o nível lingüístico correspondente. Mesmo assim é recomendado visitar um curso preparatório. Para isso oferecemos aulas presenciais e cursos à distância, bem como uma combinação de ambos.


QECR: Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas

Homepage do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas

Uso elementar do idioma
A1 A2
Entender e conseguir usar expressões cotidianas e conhecidas assim como frases bem simples, que satisfazem necessidades concretas. Conseguir apresentar a si mesmo e outras pessoas, assim como fazer perguntas pessoais como, por exemplo, onde moram, que pessoas conhecem ou que objetos possuem, e conseguir responder a perguntas deste tipo. Conseguir se comunicar de forma simples, quando o interlocutor fala devagar, com clareza e está disposto a ajudar. Entender frases e expressões comumente usadas, relacionadas a temas bem imediatos (por exemplo, informações pessoais e sobre a família, compras, trabalho, ambiente em que vive). Conseguir se comunicar em situações simples e rotineiras, nas quais há uma troca simples e direta de informações sobre coisas conhecidas e comuns. Descrever por meios simples a própria origem e formação, o que está diretamente ao seu redor e os objetos relacionados às suas necessidades básicas.
 
 
 
 
Uso autônomo do idioma
B1 B2
Conseguir entender os pontos principais, quando utilizada a língua padrão claramente articulada, e quando se trata de assuntos conhecidos como trabalho, escola, lazer, etc. Saber lidar com a maioria das situações com as quais se depara em viagens. Conseguir expressar-se de forma simples e coerente sobre temas familiares e áreas de interesse pessoal. Conseguir narrar experiências e acontecimentos, descrever sonhos, esperanças e objetivos e dar justificativas e explicações curtas sobre planos e intenções. Entender os pontos principais de textos mais complexos com temas concretos e abstratos; entender discussões técnicas na sua área de especialização. Conseguir comunicar-se de forma tão espontânea e fluente, que é possível realizar uma conversa normal com falantes nativos sem muito esforço de ambas as partes. Conseguir expressar-se em uma gama variada de temas de forma clara e detalhada, expressar um ponto de vista relativo a uma questão atual e indicar as vantagens e desvantagens de várias possibilidades.
 
 
 
 
Uso competente do idioma
C1 C2
Conseguir entender uma gama variada de textos sofisticados e mais longos, assim como conseguir compreender significados implícitos. Conseguir expressar-se de forma espontânea e fluente sem precisar, a todo momento, procurar por palavras. Conseguir utilizar o idioma tanto na vida social e profissional como também na escola ou faculdade de forma eficaz e flexível. Conseguir expressar-se de forma clara, estruturada e detalhada sobre assuntos complexos, utilizando adequadamente vários meios para interligar os textos. Conseguir entender praticamente tudo o que lê ou ouve sem esforço. Conseguir resumir informações de várias fontes escritas e orais e, com isso, poder formular justificativas e explicações em uma apresentação coesa. Conseguir expressar-se de forma espontânea, muito fluente e exata e, em assuntos mais complexos, poder distinguir as nuances de significado mais sutil.