Projetos

© Steven Sieg

Agricultura urbana em Leipzig: o amor ao cultivo e à comunidade

Quem vive em Leipzig conhece os schrebergärten [pequenas hortas urbanas]. Foi aqui que eles nasceram, é aqui que existe o museu correspondente.Leia mais ...
© Jonathan Date

Jantar gourmet para sem-abrigo no Rio de Janeiro

No Refettorio Gastromotiva, no Rio de Janeiro, cozinheiros de renome preparam refeições para sem-abrigo. Mas o projeto é mais do que uma sopa dos pobres luxuosa. Trata-se de dignificar pessoas que a sociedade esqueceu.Leia mais ...
© Fairmondo

Fairmondo
A alternativa justa no comércio eletrónico

A Fairmondo é uma plataforma que procura constituir-se como uma alternativa justa no comércio eletrónico. Livros, produtos alimentares, moda, artigos de desporto, mobiliário ou até material de escritório são aqui oferecidos, no mercado online, desde 2014 – e de forma completamente justa.Leia mais ...
© Paula Leveque

"Encontros de leitura / Portugiesischer Vorlesetreff" na secção infantil da Biblioteca Municipal de Frankfurt Bornheim

Daniela tomou conhecimento dos encontros de leitura em português em Frankfurt através das amigas. Desde então, ela própria participa no projeto na biblioteca infantil, seja como ouvinte ou como leitora.Leia mais ...

Yoga para moradores de rua do Rio de Janeiro

Grupo de voluntários cria oferta de café da manhã e aulas regulares de yoga para moradores de rua na cidade. Projeto traz dignidade e equilíbrio aos participantes.Leia mais ...
© Birke Carolin Resch

Urban Gardening em Berlim: Prinzessinnengärten – a “Horta das Princesas”

Formas modernas de Urban Gardening criaram, em muitas cidades, uma nova tendência: hortas comunitárias enquanto ponto de encontro, de aprendizagem e de experiências comunitárias. É assim no projeto exemplar Prinzessinnengärten (“Horta das Princesas”), em Berlim.Leia mais ...
© Eva Gür

Tecnologia e ambiente
– Poderá a indústria da tecnologia salvar o mundo?
Web Summit 2017

Além da inteligência artificial, dos carros voadores e da cyber war (guerra cibernética), também a sustentabilidade e as alterações climáticas tiveram um papel de protagonismo no programa da maior feira tecnológica do mundo. De 6 a 9 de novembro, a Web Summit 2017 transformou Lisboa no local mundialmente mais apetecível da indústria tecnológica.Leia mais ...
© Philipp Schüller

Leipzig pensa de maneira diferente.
Loja de aluguer Leila: uma biblioteca de coisas

Diz-se que cada europeu possui, em média, 10.000 objetos. Será este o padrão de riqueza normal ou será que vivemos no meio do excesso? Encontrámo-nos com duas pessoas em Leipzig que se dedicam de alma e coração a um projeto que representa um plano alternativo à sociedade do excesso.Leia mais ...
© Philipp Schüller

Leipzig pensa de maneira diferente.
Do velho se faz novo: KunZstoffe e.V. – Oficina urbana de ideias

Lixo e sucata são parte integrante das nossas vidas. Lidamos com eles praticamente todos os dias. Na Europa, cada pessoa deita fora, em média, até 478 quilos de lixo por ano. Alimentos e produtos são vendidos em embalagens complicadas, e copos de iogurte, tampas de garrafa ou Tetra Paks vão parar ao caixote do lixo depois de utilizados. Mas será que tudo aquilo que deitamos fora é mesmo lixo?Leia mais ...
© Philipp Schüller

Leipzig pensa de maneira diferente.
Reparar em vez de deitar fora: o Café Kaputt

Todos o sabemos: com o uso diário muitas coisas estragam-se. Seja a chávena favorita da nossa companheira de casa ou a torradeira que volta a não fazer saltar as torradas. Decididamente, a produção parece estar orientada para conceber artigos de consumo cada vez menos duradouros, estimulando assim a nossa sociedade a comprar tudo de novo.Leia mais ...
© Jonathan Bookmeyer

Leipzig Hypzig?
O hype em torno de Leipzig acalma-se, mas as pessoas permanecem

Desde há alguns anos que Leipzig é exaltada pela sua multifacetada paisagem cultural. Da subcultura à alta cultura, esta jovem cidade oferece uma grande variedade em termos de diversão, de inspiração e de espírito revolucionário. Foi por isso que em 2011 foi conferido a Leipzig, entre outros, o nome de «Hypzig». Do New York Times à Lonely Planet, todos falavam da prometedora cidade do leste da Alemanha durante o grande hype.Leia mais ...
© Jonathan Date

Salvar tomates demasiado maduros

Uma grande parte dos alimentos ainda comestíveis dos supermercados, dos restaurantes e dos agregados familiares termina no caixote do lixo. A iniciativa Foodsharing opõe-se ao desperdício: os salvadores de comida recolhem os alimentos, distribuem-nos ou consomem-nos eles próprios – um pequeno contributo para salvar o mundo, mas que nem sempre é fácil.Leia mais ...
© Eda Kizilkaya

House of One
Um pedaço de história ganha nova vida

A história está viva? Sim, é verdade! Não há, obviamente, apenas uma, mas sim várias maneiras de manter a história viva. Uma delas é constituída pelos monumentos, mas de que nos servem eles?Leia mais ...
Frequentadores podem conhecer mais sobre a comunidade na Biblioteca da Rocinha. | Foto: Fábia Prates

Bibliotecas-parque – Transformação pela leitura

Inspirado em modelos colombianos e franceses, as bibliotecas-parque foram criadas no Rio de Janeiro em regiões carentes de outras ofertas culturais.Leia mais ...
A cidade-jardim Drewitz em Potsdam | Fotografia (excerto): © Adam Sevens, Pro Potsdam

A cidade-jardim Drewitz em Potsdam

Mais verde, mais conforto residencial, menos produção de dióxido de carbono: Drewitz, uma localidade constituída por edifícios construídos a partir de placas de betão pré-fabricadas [plattenbau], vai ser uma cidade-jardim – e até 2050 talvez se torne o primeiro bairro livre de emissões de Potsdam.Leia mais ...
Conhecer as possibilidades da realidade virtual na biblioteca com óculos de realidade virtual | Fotografia (detalhe): © Stadtbibliothek Köln

Realidade Virtual - Laboratório de ensaios para novas tecnologias

No “Game Science Center” em Berlim, os visitantes podem dar uma vista de olhos no futuro – e experimentar aquilo que irá fazer parte do nosso quotidiano: novas tecnologias como a realidade virtual, por exemplo, que poderão também ser interessantes para as bibliotecas.Leia mais ...
DORV-Zentrum Barmen. Foto (CC BY-NC-ND 3.0 DE): DORV UG

Deixar a loja na aldeia

O professor Heinz Frey travou a morte das lojas tradicionais com novos centros nas aldeias – primeiro na sua povoação natal, depois noutras aldeias, em bairros e até em estações de comboios.Leia mais ...
Os participantes da Indonésia | Fotografia: Bernhard Ludewig

A empresa do futuro - Pitch-Perfect “Future Young Entrepreneurs”

Uma plataforma online para explicações mais económicas, uma app que ajuda a encontrar um cozinheiro: o projeto “Future Young Entrepreneurs” do Goethe-Institut encoraja jovens a ter ideias sustentáveis.Leia mais ...
Reparaturarbeit im R.U.S.Z. - Foto (CC BY-ND 3.0 DE): Schiffer/R.U.S.Z.

Restaurando os serviços de reparação

Em Viena, no Reparatur- und Service-Zentrum (Centro de Reparação e Serviço), desempregados recebem formação e reparam aparelhos elétricos avariados. Sepp Eisenriegler, o fundador deste centro, é incansável quando se trata de dar início a novos projetos de reparação.Leia mais ...
© Bellevue di Monaco

Bellevue di Monaco
De gorilas, gentrificação e refugiados

Tudo Alemão sobre um projeto cultural muito especial de Munique.Leia mais ...
© Wolkenschlösser

Wolkenschlösser [Castelos nas Nuvens]

O Tudo Alemão apresenta-vos um projeto dedicado aos refugiados que, além do fator humano, tem também uma abordagem criativa.Leia mais ...
Lesung bei Cooperifa, São Paulo. Foto (CC): João Wainer

Literatura na periferia

A Cooperativa de Cultura da Periferia começou suas atividades há 14 anos, levando poesia a uma das regiões mais violentas de São Paulo.Leia mais ...
A antiga Mina de Carvão Zollverein no verão de 2015; | © Jochen Tack / Fundação Zollverein

Arte em vez de carvão - Reutilização de edifícios industriais no Vale do Ruhr Arte em vez de carvão

A região ocidental da Alemanha foi, durante mais de 200 anos, o centro industrial do país. Hoje, muitas ruinas industriais são usadas como centros culturais.Leia mais ...
A síria Hend e a voluntária alemã Heike tornaram-se amigas. | © Andrea Marshall

Momentos felizes: voluntários e o trabalho com refugiados

Até ao final de 2015, a Alemanha terá acolhido quase um milhão de refugiados. Grande parte da ajuda aos refugiados é prestada por voluntários não remunerados. Uma visita a um alojamento em Berlim mostra como funciona o encontro entre diversas culturas.Leia mais ...
https://pixabay.com/de/hände-hintergrund-schwarz-bunt-565603/

Cada vez mais colorida?
A Alemanha, um país de emigrantes

A partir de outubro de 2015, a Haus der Geschichte (Casa da História), em Leipzig, irá exibir a exposição temporária "Immer bunter. Einwanderungsland Deutschland" (“Cada vez mais colorida. A Alemanha, um país de emigrantes”).Leia mais ...
Praça da Nascente, São Paulo © Leonard Castro

Ocupar e abraçar o espaço público

Revitalização de praça na zona oeste de São Paulo ativa oásis na cidade e traz à tona exercício de cidadania ativa.Leia mais ...
O “Sea-Watch” em ação | © Sea-Watch

Sob a bandeira da humanidade

Um grupo de homens e mulheres de Brandenburg não quis continuar a assistir inativamente às tragédias no Mar Mediterrâneo. Com o seu barco, o Sea-Watch, estes voluntários salvam refugiados de morrerem afogados.Leia mais ...
© Eva Gür

Espaços de coworking em Lisboa
Sobre o mundo crescente dos escritórios e estúdios criativos partilhados

Desde que, há alguns anos, a cena das startups começou a bombar em Lisboa, desenvolveu-se em paralelo uma outra tendência: o coworking.Leia mais ...
© Artur Curado / Matar Saudades ® http://matarsaudades.com

Mercearia online envia Portugal dentro de uma caixinha para o mundo.

“Matar Saudades” é uma empresa portuguesa que leva mais de 2.000 produtos da mercearia tradicional aos emigrantes portugueses.Leia mais ...
Sina Trinkwalder, Gründerin und Inhaberin von manomama. Foto (CC): Michael Schrenk/FUTURZWEI

O REGRESSO DA INDÚSTRIA TÊXTIL

Sina Trinkwalder conseguiu o que todos os especialistas tinham declarado impossível: construir uma fábrica têxtil na Alemanha e pagar salários decentes.Leia mais ...

Oferta de bibliotecas para refugiados e requerentes de asilo

Chegar a um novo país, a uma cultura e a uma língua que lhes são estranhas representa um desafio para todos os refugiados. As bibliotecas na Alemanha estão empenhadas em facilitar a sua chegada de diversas maneiras.Leia mais ...
O Gängeviertel de Hamburgo | © Franziska Holz

O Gängeviertel de Hamburgo - Espaços livres para a arte e para a vida

Um bairro histórico de Hamburgo deveria ter dado lugar a edifícios novos. Então um coletivo de artistas ocupou os prédios. Exigiram a preservação da estrutura histórica e um maior espaço livre para os criadores culturais.Leia mais ...
Por trás de cada alfinete vermelho está um imóvel desocupado | Captura de tela (detalhe): © leerstandsmelder.de

Espaços de segunda mão: o uso temporário de imóveis

Cada vez mais gente quer utilizar o espaço urbano para projetos particulares. Ao mesmo tempo, muitos imóveis estão desocupados. Agências tentam mediar relação entre proprietários e interessados.Leia mais ...
Os percursores do projeto “Flüchtlinge Willkommen” (“Bem Vindos Refugiados”); | © Jean-Paul Pastor Guzman/Flüchtlinge Willkommen

Iniciativas privadas de ajuda aos refugiados - todos debaixo do mesmo teto

Devido à falta de alojamento apropriado para o número de refugiados que cresce a cada dia, existem iniciativas privadas que se empenham na ajuda aos requerentes de asilo, tentanto encontrar-lhes, nem que seja temporariamente, uma nova casa.Leia mais ...
© Corinna Lawrenz

We-Traders. Troca-se crise por cidade

Como deverá ser a cidade de amanhã? Como é que podemos não apenas viver nas cidades, mas também participar ativamente na sua elaboração? De que modo podemos reagir à crise, em vez de resignarmos perante ela?Leia mais ...
© Startup Lisboa

Lisboa arranca
Como a cidade se tornou um centro de startups

Há alguns meses, a cena das startups em Lisboa despertou o meu interesse. Qual é a importância deste fenómeno na cidade e a quem é que ele se adequa?Leia mais ...
© Corinna Lawrenz

Cresce um muro em Lisboa

Eh lá, mas o que é isto?Leia mais ...
© (CC BY-NC-SA 2.0) angermann, flickr.com

Bibliotecas de passagem: “estantes de rua”

“Estantes de rua” é o nome dado às pequenas bibliotecas que se podem encontrar na rua, em algumas cidades alemãs. Qualquer um pode colocar e retirar livros destas estantes. Estão abertas 24 horas por dia e o seu recheio está sempre a mudar.Leia mais ...
Entwürfe: NAU Architects Berlin (Michael Brown)

Fazer compras sem lixo “Original Unverpackt” (“Original sem embalagem”)

Um supermercado sem embalagens – é possível? Duas berlinenses estão a experimentar.Leia mais ...
Urban Gardening in Köln; Copyright: Sabine Lorenz

NeuLand – Uma horta para todos no centro de Colónia

Plantar, cuidar, colher. Como é que isto se processa? Na horta móvel comunitária em Colónia, NeuLand (TerraNova), é possível ver, aprender e participar.Leia mais ...
© Corinna Lawrenz

Remote Lisboa

No início de junho do 2013, o grupo artístico berlinense Rimini Protokoll leva os participantes do Remote Lisboa a uma viagem a sítios desconhecidos da capital portuguesa e coloca questões relacionadas com um mundo entre o ser humano e a tecnologia.Leia mais ...

 

 
 

Migração e integração

A migração altera culturas

rumbo @lemania

© rumbo @lemania
… el portal para jóvenes nómadas

FuturePerfect

© Future Perfect
Hitsórias para amanhã - hoje, em todo o mundo

Goethe-Institut Portugal

Bem-vindo
à nossa
Homepage!