Música

Em alemão canta-se melhor

Alexander Böhm © privado“Kaputte Saiten kannst du nicht spielen.” (“Não podes tocar cordas partidas.”) Aquilo que soa como um conselho bem-intencionado de um professor de guitarra é, na realidade, uma linha de texto da versão alemã da canção Broken Strings, de James Morrison: Alexander Böhm (22), de Hamburgo, não se limita a divertir-se de forma evidente a cantar canções de língua inglesa em alemão e a divulgá-las no Youtube em vídeos da sua própria autoria. Ele fá-lo tão bem que quisemos saber que ideia se esconde por trás do projeto e de que forma nasce um videoclipe deste tipo.

Alex, há bastante tempo que tu produzes os mais variados formatos de vídeo e de filme e estudas realização em Hamburgo. Mas como é que te surgiu a ideia de interpretar canções de língua inglesa em alemão?

As letras da música de dança que ocupa os primeiros lugares das tabelas de vendas alemãs são, na maior parte dos casos, bastante banais em termos de conteúdo. Um dia pensei: “Já que faço tantas coisas para a Internet, então também posso produzir uma canção. Vamos ver o que acontece.”

Sie benötigen den Flashplayer , um dieses Video zu sehen
James Morrison & Nelly Furtado – Broken Strings

Hum hum... e tiveste sorte?

E de que maneira! Na primavera de 2010 fiz pela primeira vez um sampler do Top 5 das tabelas de vendas alemãs e coloquei-o na Internet. Entre outras, havia canções da Kate Perry e do Justin Timberlake. E já se sabe como as coisas funcionam: o vídeo foi enviado para cá e para lá no Facebook e de repente a coisa explodiu. E as pessoas não só me davam um bom feedback como diziam: “Eh pá, devias era fazer uma canção completa!”

Dito e feito. Quem escutar com atenção as tuas interpretações em alemão de canções de artistas como Milow ou Rihanna dificilmente conseguirá evitar uma piscadela de olho. De quem é a autoria da tradução?

É minha. Tudo o que se pode ver e ouvir é trabalho manual do mais fino que existe.

Sie benötigen den Flashplayer , um dieses Video zu sehen
Jessie J & B.o.B – Price Tag

Acreditas que também é possível aprender alemão com canções alemãs?

Não só acredito como sei que é! Alguns professores de Inglaterra e da Austrália já me escreveram a contar que os seus alunos, que já têm a melodia do original em inglês na cabeça, ficam muito entusiasmados com as minhas interpretações em alemão e as ouvem com muita atenção. Mas também existem alunos de alemão que escrevem no Facebook que as minhas canções os ajudam muito a aprender a língua. É uma sensação realmente boa. A música torna a língua mais compreensível, ela está em toda a parte, não nos podemos esconder dela.

Quando tempo demora a produzir uma canção?

Depende. Quando, em 2010, a Lena Meyer-Landrut ganhou o Festival Eurovisão da Canção (n.d.r.: o concurso musical mais importante da Europa), com o tema Satellite, traduzi a canção para alemão naquela mesma noite e coloquei-a no Youtube, tudo no espaço de uma hora e meia. Mas entretanto as produções tornaram-se mais dispendiosas. Agora uma canção já pode demorar cinco a sete dias a ser produzida.

Sie benötigen den Flashplayer , um dieses Video zu sehen
Taio Cruz – Dynamite

Como se desenrola exatamente o processo?

Em primeiro lugar, naturalmente, é escolhido o título. Antes de começarmos a praticar a canção instrumentalmente, reflito, com base em audições, sobre a cantora com a qual gostaria de gravar a canção. Quando o pacote instrumental está terminado, segue para a minha parceira de canto juntamente com o texto alemão, ela grava a sua parte e envia-nos tudo de volta. Só então tem lugar a verdadeira produção do vídeo, que no fim dá a sensação de ser uma obra perfeita. Parece que estou a cantar com amigos ou vizinhos, quando na realidade só conheci pessoalmente uma das minhas parceiras de canto. Por vezes chega a haver 500 quilómetros de distância entre nós.

Parece tudo notavelmente genuíno. Como chegas às tuas parceiras de canto?

Inicialmente limitei-me a escrever a algumas cantoras. Na altura ainda era muito cauteloso na abordagem. Entretanto tornou-se comum o processo desenrolar-se ao contrário: já várias pessoas vieram ter comigo a oferecer colaboração.

Alex, tu preferes falar dos teus fãs, que têm entre 15 e 25 anos, como espectadores – és muito modesto. Ainda assim podes revelar-nos quão grande é a reação aos teus vídeos?

Nos últimos nove meses os meus vídeos foram vistos no Youtube cerca de 54 milhões de vezes.

Sie benötigen den Flashplayer , um dieses Video zu sehen
Hurts – Stay

Fantástico! A tua página no Facebook também atingiu entretanto os 78 mil fãs. Também és conhecido fora da Alemanha?

Sim, por exemplo nos EUA, onde já apareci em alguns blogues.

O teu vídeo preferido é a versão alemã de You and Me, de Milow. Fazes mais alguma coisa para além das tuas canções?

Bastantes, como por exemplo o Erklärbär (“Urso explicador”, em tradução livre). Gosto muito de experimentar coisas novas: muitos dos meus projetos são tentativas próprias, para mostrar que, ao contrário da sua fama, os Youtuber alemães não andam apenas atrás do dinheiro, também têm interesse e disposição para produzirem apresentações exigentes e cheias de humor.

Franziska Gerlach
trabalha como escritora independente e professora de alemão como língua estrangeira em Munique.

Copyright: Todo Alemán
Agosto de 2011

Este texto é uma tradução do alemão.
Links relacionados

 

 
 

Migração e integração

A migração altera culturas

rumbo @lemania

© rumbo @lemania
… el portal para jóvenes nómadas

FuturePerfect

© Future Perfect
Hitsórias para amanhã - hoje, em todo o mundo

Goethe-Institut Portugal

Bem-vindo
à nossa
Homepage!