Nómadas

Simples, mas deliciosa – A comida portuguesa

© Johanne Peito © Johanne PeitoDesde que, em fevereiro, me mudei para o Porto, para fazer um semestre de Erasmus, tenho-me dedicado com muito prazer a experimentar as inúmeras delícias culinárias que Portugal tem para oferecer. Enquanto comedora apaixonada com raízes alemãs e portuguesas, não me consigo decidir sobre qual cozinha gosto mais. Na verdade adoro salsichas com chucrute, mas para mim não há nada melhor do que uma dourada acabada de grelhar ou um prato de suculentos rojões feitos no forno da minha avó portuguesa.

A cozinha portuguesa é colorida, abundante, diversificada e absolutamente inadequada a vegetarianos. Os pratos mais clássicos incluem peixe ou carne com acompanhamentos. Mas os portugueses também são muito bons nos guisados e nos pratos de forno. © Johanne PeitoAcho notável que em Portugal haja pouca cozinha internacional na mesa. Mesmo quando se vai comer fora, vai-se a um restaurante português e só raramente a um italiano, chinês ou indiano, como acontece na Alemanha. Aqui, a cozinha tradicional não é exclusiva das avós e das mães, também continua a ser praticada pelos mais jovens. Uma razão para isso é seguramente a relativa simplicidade dos pratos. Não é necessário passar horas na cozinha, como na Alemanha, para preparar um prato típico. O peixe ou a carne são cozinhados na grelha ou durante uma hora no forno. Tão simples quanto isso.

A cozinha portuguesa é purista. Existem poucos molhos e nenhumas futilidades. A maior parte dos pratos é preparada com azeite, alho, cebolas, sal marinho e pimenta. Especiarias extravagantes também não são nada necessárias, pois a carne, o peixe, o marisco e os legumes são tão frescos e bons que todos os ingredientes a mais apenas serviriam para estragar o sabor.

© Johanne PeitoUma iguaria especialmente típica de Portugal é o bacalhau. O bacalhau é salgado e secado, o que o torna conservável durante muito tempo. O sabor deste peixe é muito intenso e a sua consistência fibrosa. Diz-se que uma dona de casa portuguesa consegue preparar mais de 300 pratos diferentes de bacalhau. E existem pelo menos o dobro dessas receitas.

O norte de Portugal é, além disso, conhecido pelas tripas. O estômago, o cérebro e outras vísceras do porco são cozinhados juntamente com a carne «normal» do animal, chouriço e feijões até originar um guisado substancial. No que respeita a este prato, não sou uma portuguesa de gema – só o cheiro já é suficiente para me fazer fugir. Prefiro empanturrar-me com cozido à portuguesa, cabrito ou coelho.

Os acompanhamentos mais frequentes são batatas (cozidas ou fritas), couves, cenouras, salada com tomate e arroz. Curiosamente, a carne é muitas vezes acompanhada simultaneamente por batatas e arroz. Na Alemanha ninguém o faria – quanto mais não seja por causa do excesso de hidratos de carbono.

Por último, deixo ainda uma dica para todos os visitantes do Porto:

© Johanne Peito Não se pode deixar o Porto sem se ter comido pelo menos uma vez uma francesinha. Na verdade, este prato pode ser considerado fast food e é muito calórico: entre duas grossas fatias de pão branco coloca-se carne de vaca assada, fiambre, chouriço e um ovo estrelado. Esta «sanduíche» é então gratinada com queijo e coberta com um molho picante de tomate, cerveja e vinho do Porto. A acompanhar deve beber-se um fino (o nome que se dá no Porto a um copo de cerveja). Hummm...

Ficamos logo cheios de fome, não é verdade?
Johanne Peito
nasceu e cresceu na Alemanha, mas também tem raízes portuguesas. Para conhecer melhor a sua segunda pátria, Portugal, ela realiza neste momento um semestre de Erasmus na Universidade do Porto. No seu mestrado, Johanne, de 25 anos, especializou-se nas disciplinas de Literatura, Práticas dos Media e Filologia Germânica. Ao mesmo tempo trabalha no departamento de imprensa e relações públicas dos serviços sociais e administrativos da Universidade Essen-Duisburg.

Copyright: Tudo Alemão
Outubro de 2014
Este texto é uma tradução do Alemão.

     

     
     

    Migração e integração

    A migração altera culturas

    rumbo @lemania

    © rumbo @lemania
    … el portal para jóvenes nómadas

    FuturePerfect

    © Future Perfect
    Hitsórias para amanhã - hoje, em todo o mundo

    Goethe-Institut Portugal

    Bem-vindo
    à nossa
    Homepage!