Nómadas

© Iris Wildfeuer

À pátria acede-se pelo estômago

Normalmente, ao fim de dois, três meses no estrangeiro, reparo no seguinte: adoro o novo país, a nova língua e a nova experiência – mas começo a sentir a falta de determinados aspetos da pátria. E, todas as vezes, do que sinto falta em primeiro lugar é da cozinha alemã!Leia mais ...
© Mattis Weber

Um país para sonhar

Ai, Portugal. Como sinto a tua falta! De ti e dos teus bolos divinais, com os quais poderia sonhar todo o santo dia!Leia mais ...
© Birke Carolin Resch

Sínteses inesperadas

A artista Maya Fernandes Kempe mudou-se com a sua família para uma aldeia isolada em Portugal. Ali, onde, por falta de perspetivas, quase já não vivem jovens portugueses, ela inaugurou, com outros criativos, um centro cultural.Leia mais ...
© Mattis Weber

Adepto procura clube: Parte 2 – Faz-se luz

Mais uma vez, para lembrança: Eu, um entusiástico adepto de futebol do oeste da Alemanha, vivo agora em Lisboa e estou à procura de um clube de futebol que me transmita um sentimento de «casa», que ao fim de semana me alegre ou entristeça em comunhão com milhares de adeptos, que antes de um jogo me faça sentir tensão e depois orgulho ou desilusão.Leia mais ...
© João Ventura

Adepto procura clube: Parte 1 – No covil do leão

Sou adepto de futebol, sempre fui. Para mim, o futebol significa paixão, fidelidade descomprometida, alegria sem limites, mas também tristeza amarga. O futebol oferece-me uma pátria, mesmo longe da minha verdadeira pátria, a Alemanha. Viajo muito pelo mundo e, nessas alturas, sinto falta do futebol e do meu clube, pelo que nos últimos anos me acostumei a assistir sempre a um jogo de futebol, onde quer que esteja.Leia mais ...
© Goethe-Institut / Luís Bompastor

Berlim – A cidade que nunca ri

O jornalista cultural Mratt Kyaw Thu troca o seu local de trabalho em Yangon por Berlim. Durante a sua estadia de três semanas no âmbito do intercâmbio de jornalistas “Nahaufnahme” (“Grande Plano”) do Goethe-Institut, está a trabalhar como convidado na revista berlinense zenith e fala-nos das suas experiências na capital.Leia mais ...

Verão na Alemanha – «O que fica depois de um espetáculo é o entusiasmo»

Há praticamente 15 anos que o malabarista berlinense DJuggledy viaja por todo o mundo – e, hoje por hoje, com bastante sucesso. Nas ruas, diz, importa sobretudo uma coisa: performance.Leia mais ...
© Theresia Schelchshorn

À caça de pechinchas à beira do lago de Constança – uma feira da ladra sem fronteiras

As feiras da ladra têm a sua atmosfera muito própria – vasculha-se, regateia-se e ri-se. Uma vez por ano, os amantes de tralhas são atraídos ao lago de Constança, à beira do qual tem lugar uma feira da ladra muito especial...Leia mais ...
© Marina Hader

267 quilómetros

Quando contei à família e aos amigos que, de forma completamente espontânea, iria fazer o Caminho Português de Santiago durante duas semanas, do Porto até Santiago de Compostela, ao longo da costa portuguesa, as reações foram bastante diversas...Leia mais ...

Uma visão inovadora da política

És da opinião que a política não é para ti? Acredita que não estás sozinho. Há muitas pessoas que acham difícil orientar-se no labirinto de termos técnicos, discursos diplomáticos e reuniões intermináveis.Leia mais ...
© Jana Hermsen

O meu oásis da língua portuguesa em Frankfurt

Daniela tem 32 anos e é natural do Porto. Há seis anos o amor conduziu-a à Alemanha. Hoje trabalha neste país como leitora e professora de português. As visitas repetidas à sua livraria favorita não têm apenas como motivação as suas aulas.Leia mais ...
© Jana Hermsen

Hoje vai um galão?

«Olha, eles aqui têm galão!» «O que é que é isso?», reage a minha amiga à feliz descoberta que acabei de fazer. «Ora, aquele café português com espuma de leite e canela, não conheces? Pergunto-me como lhes surgiu a ideia de o venderem aqui.»Leia mais ...
Foto: (CC0) ichBZK, pixabay.com

Consumo «à moda alemã»

De uma forma geral, existe a perceção de que na Alemanha as pessoas limitam o consumo ao estritamente necessário. Além disso, os alemães não gostam de se endividar e pagam quase sempre em dinheiro vivo.Leia mais ...
© Marina Hader

Portugal em Friburgo – Entrevista com Olívia Maria Pereira

Olívia Maria Pereira é do Alentejo e dirige com o marido a loja de produtos alimentares Casa Portugal em Friburgo, onde vende, sobretudo, especialidades portuguesas, mas também espanholas e brasileiras.Leia mais ...
© Marina Hader

O FC Portugiesen de Friburgo

«Anda, chuta!», ouve-se da bancada onde se sentam os adeptos da equipa da casa e, sob um sol radioso, poderíamos pensar por um momento que estávamos num campo de futebol em Portugal e não em Friburgo, na Floresta Negra.Leia mais ...
© Emanuel Cardoso

Portugal em Friburgo – Entrevista com Emanuel Cardoso

Emanuel Cardoso, 26 anos, é oriundo de Portugal e mora em Freiburg, na região de Breisgau (situada no sudoeste da Alemanha) desde julho de 2014. Aí aprendeu Alemão, no Goethe-Institut, onde, em março de 2015, passou no exame do nível C1. Está desde janeiro de 2016 a tirar a especialização em Cardiologia no Herzzentrum, um centro de cardiologia em Bad Krozingen.Leia mais ...
© Jonathan Date

Barreiras linguísticas

Quem constrói uma nova vida num país estrangeiro sem dominar (ainda) a língua que aí se fala, entra numa aventura...Leia mais ...
© Os Quasilusos

Portugal em Friburgo – Entrevista com Elisa Tavares

Elisa Tavares é de Lisboa e foi aí e em Friburgo que estudou Estudos Lusófonos e Germânicos, bem como Tradução Português - Alemão. Durante o seu semestre de Erasmus em Freiburg entrou em contacto com o projeto de teatro “Os Quasilusos” na universidade. A partir de 2003, Elisa Tavares assumiu cada vez mais responsabilidade pelas questões artísticas e da organização do grupo de teatro.Leia mais ...
© Jonas Zink

Friburgo – Cidade das lendas

Todos os anos, muitos estudantes estrangeiros viajam para a Alemanha para ali frequentarem um curso de línguas. Como é óbvio, visitam juntos os pontos de interesse, mas, fora isso, o que fazem nos tempos livres?Leia mais ...
Sobretudo a cozinha e a tradição bávaras são internacionalmente apreciadas | Fotografia (excerto): © Jeanette Dietl - Fotolia.com

Bratwurst e pfefferkuchen - É este o sabor da Alemanha no mundo

Seja eisbein [joelho de porco] na África do Sul ou knödel [bolas de massa] na Tailândia – a cozinha alemã pode ser encontrada em todos os continentes. A representação da Alemanha culinária limita-se, no entanto, a poucas especialidades.Leia mais ...
Foto: (CC0 1.0) The Ujulala, pixabay.com

Ir à sauna: com ou sem roupa de banho?

Ir à sauna é uma atividade popular em toda a Europa, mas sobretudo na Alemanha e nos países escandinavos. Aqui, um número particularmente grande de pessoas frequenta estas salas cheias com vapor quente, e quando as temperaturas baixas se começam a fazer sentir são ainda mais.Leia mais ...
Foto- (CC BY 2.0) http-//www.wikimedia.org/, flickr.com

Alemanha, o paraíso do nudismo

No verão vê-se por toda a Alemanha uma enorme quantidade de pessoas que desfrutam do sol em praias, lagos, rios e parques, e que apenas se encontram vestidas com óculos de sol.Leia mais ...
© João Ventura

Na Alemanha nem tudo é perfeito

Não sei se é verdade, mas gosto de pensar que sou o português mais alemão da História. Mas isso não me tolda o sentido crítico e, ao fim de catorze estadias na Alemanha, várias coisas continuam a incomodar-me sobremaneira. Aqui fica um apanhado.Leia mais ...
© Jana Hermsen

Casa Algarve – um pedacinho de Portugal em Wiesbaden

Uma vez mais, enquanto passeio, tropeço em algo inesperado e apodera-se de mim uma sensação ao mesmo tempo conhecida e estranha, enquanto leio o letreiro à entrada do lugar que descobri: “Casa Algarve, especialidades portuguesas – aberto hoje”.Leia mais ...
© Alexandra Faust

Sirva-se à vontade (e não se esqueça de pagar...)

A chegada da primavera na Alemanha é um dos acontecimentos que provocam maiores sentimentos de felicidade aos europeus do sul que aqui vivem. É que, depois de longos meses de frio, as temperaturas finalmente sobem – os raios de sol voltam a sentir-se na pele.Leia mais ...
jarmoluk: https://pixabay.com/de/der-ball-stadion-fußball-488700/

Efeitos secundários

O meu fascínio por futebol começou quando emigrei para a Alemanha.Leia mais ...
© Alexandra Faust

Regra para o bom convidado: tirar os sapatos

Poucos costumes surpreendem tanto um europeu do sul na Alemanha como o de entrar numa casa e ter de tirar os sapatos.Leia mais ...
Foto: (CC0 1.0), pixabay.com/

Fazer caminhadas, uma paixão no sul da Alemanha

A Baviera, rodeada de paisagens naturais de sonho, convida a uma atividade pela qual os amantes do desporto locais são loucos: fazer uma caminhada ou, como se diz em alemão, «wandern».Leia mais ...
© Gudrun Bartels

O “meu” mundo animal na serra de Monchique

No entanto, fico sempre profundamente impressionada com a variedade de animais que aqui existem, e, por esta razão, gostaria de vos descrever um dia nesta paisagem.Leia mais ...
© Marina Hader

Bem-vindos à Alemanha

Para que rapidamente te possas sentir em casa na Alemanha, reuni algumas ideias e dicas com o objetivo de te facilitar os primeiros tempos.Leia mais ...
© Daniel Lopes

Um pequeno pedaço de Portugal em Düsseldorf

Saio na estação de metro de Kettwiger Straße, ando uns metros a pé e avisto a entrada do restaurante. Entro e fico com a sensação de estar num restaurante em Portugal.Leia mais ...
© Johanne Peito

Uma viagem de carro pelo deserto de Portugal

Na verdade, sou uma pessoa urbana. Mas de vez em quando até eu preciso de me distanciar do reboliço de pessoas: nessas alturas prefiro viajar por alguns dias até ao interior de Portugal, para ali apreciar a natureza e a sua tranquilidade.Leia mais ...
© Daniel Lopes

A integração não é assim tão difícil

Integrar-se e ser integrado é o pensamento inicial depois de termos finalmente assente de que nos mudámos para um outro país e para uma outra realidade. Por vezes, o caminho pode ser tortuoso e a ideia é nunca baixar os braços.Leia mais ...
© Johanne Peito

Glamour contra aconchego – duas grandes cidades em competição

Apaixonei-me de novo. Por uma cidade. E esta cidade chama-se Lisboa.
Mas, chiu – não contem a ninguém!Leia mais ...
© Johanne Peito

Simples, mas deliciosa – A comida portuguesa

Na verdade adoro salsichas com chucrute, mas para mim não há nada melhor do que uma dourada acabada de grelhar ou um prato de suculentos rojões feitos no forno da minha avó portuguesa.Leia mais ...
© Johanne Peito

Um café, se faz favor! – A cultura do café em Portugal

Sinto-me em casa tanto em Portugal como na Alemanha, pelo que não posso dizer qual dos dois países amo mais. Mas numa coisa vejo Portugal bem à frente: o café é melhor!Leia mais ...
© Franziska Mollitor

Uma declaração de amor aos pastéis e, aiai, alguém lhes chama «natas»!

Que melhor forma há de conhecer uma cultura do que através dos seus pratos tradicionais?Leia mais ...
Madeleine Schade / www.jugendfotos.de

Amor à distância

Apaixonado(a) de fresco? Muitos parabéns! Mas o que fazer quando o outro vive a milhares de quilómetros de distância e além disso ainda fala outra língua? A norte-americana Emily e a alemã Caro conhecem demasiado bem a sensação de viver uma relação separada por um oceano. Neste artigo elas contam-nos as suas histórias de amor pouco comuns.Leia mais ...
© Raquel Magalhães

A vida de estudante – uma experiência igual em todo o mundo?

Confesso: não gostei de andar na faculdade. Ao contrário do que os mais velhos diziam que ia ser, não foram os melhores anos da minha vida. No entanto, a partir do meu semestre de Erasmus, a minha relação com os estudos superiores tornou-se muito mais fácil...Leia mais ...
© Raquel Magalhães

Um Inverno na Alemanha

Foi no dia 25 de Novembro que caiu o primeiro nevão daquele ano. Nós éramos uma portuguesa, dois mexicanos e um espanhol, a olhar pela janela. De repente, um de nós, já não me lembro quem, gritou que estava a nevar.Leia mais ...
© Veronika Faust

Natal em Lisboa

Pronto, agora era oficial. Estávamos no fim de dezembro e ainda não havia neve. E eu ainda não tinha bebido um único copo de glühwein [vinho quente com especiarias] e não tinha comprado nenhum lebkuchenherz [bolo de especiarias em forma de coração]. O que tinha acontecido?Leia mais ...
© Lisa Paleczek

Vida de cão

Quem quiser tratar rapidamente de um assunto em Lisboa e resolver levar consigo o seu cão, para este não ficar sozinho em casa, cometeu um erro grosseiro.Leia mais ...
© João Ventura

O Eintracht Frankfurt e eu: paixão, loucura e… sabedoria

A história de João Ventura prova, que não é preciso ser alemão para ser um verdadeiro fã do Eintracht Frankfurt.Leia mais ...
© Veronika Faust

Adeus Lisboa com pompa e circunstância

“É mais barato ou tens medo de andar de avião?” Era essa a pergunta frequente à minha afirmação de que pretendia viajar de comboio, e não de avião, no meu regresso de Lisboa à Alemanha.Leia mais ...
© Felix Albrecht

Um estudante alemão em Coimbra

Cheguei a Coimbra em Setembro de 2007 como estudante de ERASMUS. Mergulhar na vida estudantil de um português foi também um dos maiores choques culturais que já sofri.Leia mais ...
© Marc Paulino

Hanôver e Lisboa – Robert Enke, exposições mundiais e outros pontos em comum

Hanôver? Quem conhece esta cidade? Não são só os portugueses que fazem esta pergunta, quando se fala da capital da Baixa Saxónia na Alemanha.Leia mais ...
© Stürzenbecher

Natal às avessas

Stollen na praia, Bolo Rei na neve. Não é estranho imaginar as tradições de Natal do teu país num contexto fora do comum?Leia mais ...
Jena. © João C.R.

Do Douro ao Saale

O João é do Porto e, desde 2008, estuda Medicina em Jena, a terceira maior cidade da Turíngia. Aqui, fala-nos do seu curso, de algumas curiosidades e das saudades que sente.Leia mais ...
Rocío Plúas. Hormas. Instalação Guayaquil 2005

A arte de estar em trânsito

Alguma vez tu ou a tua família se mudaram para outro país? Conta-nos a tua história pessoal e deixa-nos participar nas tuas experiências.Leia mais ...

 

 
 

Migração e integração

A migração altera culturas

rumbo @lemania

© rumbo @lemania
… el portal para jóvenes nómadas

FuturePerfect

© Future Perfect
Hitsórias para amanhã - hoje, em todo o mundo

Goethe-Institut Portugal

Bem-vindo
à nossa
Homepage!