Quotidiano

Os cantores das Janeiras estão a chegar!
Uma tradição alemã para o Dia de Reis

© Alexandra Faust© Alexandra FaustQuando era criança conhecia o hábito de nos mascararmos de figuras da cena bíblica do presépio apenas da noite de Natal, quando representávamos a peça do presépio na igreja. Na nossa paróquia luterana, no norte, o Dia de Reis não era celebrado com a tradição dos cantores das Janeiras. Tanto mais surpreendida fiquei quando, após a minha mudança para uma pequena paróquia católica no centro da Alemanha, me deparei um dia, de repente, com crianças mascaradas à minha porta a perguntarem-me se queria giz ou um autocolante. O que significava aquilo? Comecemos bem pelo início:

As chamadas Janeiras têm lugar anualmente nas primeiras semanas de janeiro. O pretexto é o dia dos Três Reis Magos, que é celebrado a seis de janeiro. De acordo com a tradição, três sábios foram conduzidos por uma estrela brilhante ao estábulo onde entregaram presentes ao recém-nascido Menino Jesus.

O disfarce

© Alexandra FaustNa minha nova paróquia, as crianças e os jovens encontram-se na igreja para prepararem a atuação. De forma a poderem representar bem os reis Gaspar, Melchior e Baltasar, mencionados no Novo Testamento, os petizes veem colocar-lhes grandes coroas na cabeça e uma longa capa, ou até uma vestimenta completa. Um deles talvez até receba tinta escura aplicada na pele do rosto. Et voilà: os sábios do Oriente aí estão! Agora só é preciso que um deles carregue a grande estrela. E aí estão eles a postos: os cantores das Janeiras.

Portadores de bênçãos


A seguir põem-se em marcha: vão de porta em porta e tocam à campainha, para trazerem às pessoas a bênção à porta da casa. Em muitas paróquias multirreligiosas tornou-se, entretanto, obrigatório o registo para se ser cantor das Janeiras. Depois, em tempo útil, a paróquia dá a conhecer os dias em que os cantores das Janeiras andarão pelas ruas da zona.© Alexandra FaustSe forem recebidos, cantam uma canção, dizem uma oração ou recitam um poema. Trazem consigo um pouco de giz (ou um autocolante preparado) para colocarem por cima do caixilho da porta o pedido de bênção. As letras C+M+B são emolduradas pelos números do ano atual. Elas não se referem às iniciais dos Reis Magos [na Alemanha Gaspar chama-se Caspar], mas sim às palavras latinas «Christus mansionem benedicat» – o que, traduzido, significa algo como «Que Cristo abençoe esta casa». Daí em diante a casa ficará sob a bênção de Deus e deve ser protegida de infortúnios.

Coletores de donativos

Mas há mais em questão: «Trazer bênçãos e ser uma bênção» é o seu lema. Assim, as crianças trazem consigo uma caixa para guardar dinheiro e pedem um pequeno donativo para uma boa causa. Todos os anos, os donativos vão para um projeto que faz chegar ajuda a crianças desfavorecidas de todo o mundo.
© Alexandra FaustMas as próprias crianças cantoras também não devem ficar atrás. Enquanto as crianças de outras paróquias vão de porta em porta no Dia de São Martinho ou no Halloween à procura de guloseimas, também aqui é prática comum recompensar os cantores das Janeiras pelo seu esforço. Oferecer algo para petiscar ou uma pequena quantia em dinheiro como forma de agradecimento e de reconhecimento é uma situação habitual.

Depois de o momento de surpresa ter passado e de ter percebido o objetivo das crianças, também eu deixei com prazer o mais jovem do grupo colar a bênção da casa na minha porta. «Nós vimos de lá do Oriente, nós vimos guiados pela mão de Deus, nós desejamos-vos um ano feliz, Gaspar, Melchior e Baltasar», cantam os outros ao mesmo tempo. Por sorte eu tinha trocos suficientes em casa para todos os pequenos e grandes sábios, pelo que ficaram muito contentes e marcharam bem-humorados em direção à casa do meu vizinho.
Alexandra Faust
cresceu numa pequena aldeia da Baixa Saxónia. Concluiu o ensino secundário em Celle e iniciou em seguida o curso superior de Teologia Evangélica e Católica em Hannover. Nesse âmbito realizou um estágio de seis meses na empresa culture.communication, onde foi responsável pela área das relações públicas e marketing.

Copyright: Tudo Alemão
Janeiro de 2016

Este texto é uma tradução do alemão.

     

     
     

    Migração e integração

    A migração altera culturas

    rumbo @lemania

    © rumbo @lemania
    … el portal para jóvenes nómadas

    FuturePerfect

    © Future Perfect
    Hitsórias para amanhã - hoje, em todo o mundo

    Goethe-Institut Portugal

    Bem-vindo
    à nossa
    Homepage!