Thomas von Steinaecker

    Área protegida

    Thomas von Steinaecker
    Frankfurt am Main: Frankfurter Verlagsanstalt, 2009
    380 S.
    ISBN 978-3-627-00160-5
    Edição de bolso: btb Verlag, 2011

    Está em curso o ano de 1913. Henry Peters, jovem germano-americano, esquiva-se do desejo dos seus pais de assumir, em Berlim, uma sucursal da empresa imobiliária da família e debanda para África, acompanhado pela sua noiva e o arquiteto Gustav Selwin. Aí ele pretende ajudar Selwin, na função de seu assistente, a construir o colonato Benesi, na colónia alemã de Tola. Porém, o navio naufraga em frente à costa de Tola e Henry foi o único sobrevivente do naufrágio. Chegado a Benesi, Henry assume a identidade de Selwin e desenvolve grandiosos planos para a futura cidade. Até à data existia apenas uma velha fortaleza, habitada por meia dúzia de alemães que, com empréstimos da Sociedade Colonial de Bremen e com o apoio de algumas dezenas de trabalhadores negros, plantaram uma floresta de pinheiros alemães e sonhavam com o fantástico futuro que estaria reservado para Benesi.

    Entre os alemães encontra-se o administrador Ludwig Gerber, filho fracassado de um comerciante de madeiras da Floresta Bávara e que agora vai tentar a sua sorte nas colónias. Também a sua irmã Käthe, cujo casamento na Alemanha também fracassou e que resolveu acompanhar o seu irmão a Tola. O oficial Schirach comanda um pequeno exército de defesa que, com exceção de um cabo, é composto unicamente por soldados negros. O Dr. Lautenschlager, um pesquisador itinerante, passa algum tempo em Benesi mas parte para mais uma viagem na qual acaba por morrer. O Dr. Brückner, um médico tóxico-pendente, também morre, vítima de uma overdose. E o projeto Benesi não parece estar destinado a ser coroado de êxito. O lugar é boicotado pela administração colonial de Tola. Os colonos alemães, ansiosamente esperados, continuam por chegar. Tudo isto põe os nervos deste pequeno grupo em franja. Quando, já no final do livro, chega um barco carregado de emigrantes da Alemanha, parece que as coisas poderiam chegar a bom porto. Porém, um grande incêndio destrói a floresta e o vilarejo, acabado de construir. Entretanto rebenta a Iª Guerra Mundial e uma unidade militar francesa acaba com o resto.

      Thomas von Steinaecker: Schutzgebiet
      (Área protegida)

      Com certeza que tudo só pode dar errado. A Primeira Guerra Mundial já se encontra à porta. Desde o início da história, o leitor está inteirado que não existe qualquer futuro previsível para o vilarejo colonial alemão de Benesi.Leia mais ...