Namíbia

Stefanie Lahya Aukongo: Kalungas Kind

Como parte do programa de solidariedade da RDA com a luta de libertação da SWAPO (Organização do Povo da África do Sudoeste), os sobreviventes do massacre de Cassinga, entre os quais se encontravam 80 crianças, receberam tratamentos médicos em Berlim. Stefanie Lahya Aukongo foi, desde o início, um caso especial pois quem, gravemente ferida e em avançado estado de gravidez, sobreviveu ao massacre, foi a sua mãe que, na altura, contava apenas dezasseis anos de idade.
Lucia Panduleni Engombe: Kind Nr. 95. Meine deutsch-afrikanische Odyssee

Lucia Engombe tem sete anos e vive no campo de refugiados Nyango na Zâmbia, um lugar que mais tarde irá recordar como a selva africana. Aí pergunta ela um dia a um branco: "Queres ir comigo para a Alemanha?" Juntamente com outras crianças, em Dezembro de 1979, Lucia é levada para uma mansão de campo transformada em lar de infância em Bellin, na República Democrática Alemã.

Reimer Gronemeyer / Matthias Rompel: Verborgenes Afrika

Em doze ensaios, os sociólogos Gronemeyer e Rompel escrevem sobre pessoas em África e mostram uma imagem de um continente ameaçado pela modernidade. O seu principal propósito é apresentar o quotidiano de cidadãos absolutamente comuns sem se deixarem seduzir pelos clichés europeus sobre a África.
    Giselher W. Hoffmann: Die Erstgeborenen

    Calaári, a “terra dos rios sem água“, na década de cinquenta. O velho Ecksteen fundou a fazenda Duinveld por pensar que no terreno existiria uma fonte artesiana e minas de diamantes. Depois de ter sido morto pelas setas do povo Gwi de Boximanes, a sua mulher vai viver para a cidade.
    Giselher W. Hoffmann: Die verlorenen Jahre

    Palco de ação do romance que decorre no período da Segunda Guerra Mundial, é o distrito de Hochfeld no “Sudoeste africano”, situado a nordeste de Windhoek. A população de descendência alemã do “Sudoeste” encontra-se, geograficamente, muito afastada dos palcos de guerra mas acaba por ser ultrapassada pelas ocorrências históricas.
    Bernhard Jaumann: Steinland

    A inspetora judiciária Clemência Garises, já conhecida dos leitores do primeiro romance sobre a Namíbia (Stunde des Schakals – a hora do chacal) do autor Bernhard Jaumann é chamada uma noite para se deslocar à fazenda Steinland, situada a 150 quilómetros de Windhoek. Ali, Elsa Rodenstein vela o cadáver do seu marido.
    Bernhard Jaumann: Die Stunde des Schakals

    Windhoek inteira padece debaixo do imenso calor de janeiro e espera ansiosamente que as primeiras camadas de nuvens cinzentas provenientes do Nordeste comecem a descer pelo país. À noitinha de um domingo, no Bairro das Embaixadas Ludwigsdorf, um homem é morto com uma arma AK 47 quando se encontrava a regar os seus limoeiros.
      Eberhard Knorr: Flucht nach Afrika

      Ann Gopal, uma jovem atraente, está exasperada pelo excessos de desejos sexuais do marido, o psiquiatra Kalinaw. É por isso que o deixa para ir ao encontro de Orlando Andrey, amigo de seu marido. Este leva uma vida recatada nas montanhas da Sierra Nevada, nos Estados Unidos.

        Olaf Müller: Tintenpalast

        Henry Magdaleni é um jovem de 17 anos a viver em Blubars na República Democrática Alemã. Tem imensas dificuldades em ser aceite no seu meio sociocultural. Depois de alguns anos no Ocidente e de uma tentativa de regresso falhada a Blubars, parte para a Namíbia, onde o seu avô tinha servido sob a bandeira do exército colonial alemão.

          Gerhard Seyfried: Herero

          Seyfried fez pesquisas durante vários anos sobre a vida dos nativos e dos alemães nas colónias. Tendo como pano de fundo um dos mais negros capítulos da história colonial alemã, "Herero", de Gerhard Seyfried, fala-nos de fazendeiros e generais alemães e Hereros insurgentes na imensidão de África.

            Kathy Thieck: Sandwolken

            Theresa Fabian, de 21 anos, trabalha como secretária no porto de Hamburgo. Sem pais, que morreram num bombardeamento durante a II Guerra Mundial, foi criada por uma tia. Um dia confia um segredo à tia, que há muito guardava consigo: o seu desejo de partir para África para reencontrar o homem da sua vida.

              Uwe Timm: Morenga

              Rebelião no Sudoeste Africano Alemão, a actual Namíbia: A tribo dos Hotentotes rebela-se contra os opressores. Jakob Morenga, o "Napoleão negro", é o seu mandante. Entre 1904 e 1907, este mineiro e o seu povo, travaram uma acesa guerrilha com as tropas coloniais alemãs.

                Stephan Wackwitz: Ein unsichtbares Land

                Uma câmara fora de moda vai parar às mãos do dono por caminhos sinuosos e misteriosos. Pertence ao pai do narrador, de quase 80 anos. Que imagens mostrará a película com quase 60 anos? Stephan Wackwitz começa a contar uma história da sua família, que se estende por três gerações.

                  Bibliotecas dos Goethe-Institute

                  Pode aqui procurar no catálogo das bibliotecas dos Goethe-Institute