A educação – entre o coração e a razão

Mariposa, ou o poder transformador da arte

Em 1984 o casal de galeristas Helga e Hans-Jürgen Müller desenvolveu a ideia do projeto ATLANTIS/MARIPOSA. Do gigantesco esboço ATLANTIS de Leon Krier, que pôde ser visto na documenta IX, resultou um projeto mais modesto, ainda que não menos ambicioso: MARIPOSA. Este inseto, símbolo da metamorfose, simboliza reorientação do pensamento e transformação social. A escolha do lugar foi feliz: a oficina do futuro MARIPOSA está localizada em Tenerife, o ponto mais sul-ocidental da Europa – entre os continentes da África, Europa e América do Norte. Distante dos centros turísticos, estende-se por uma superfície de 25.000 m2 uma paisagem artificial única, criada e ao mesmo tempo desenvolvida por obra de mais de 50 artistas das mais diversas procedências. Ali surgiu um think tank inspirado pela beleza no qual o coração e o entendimento – segundo a intenção dos fundadores – devem unir-se em benefício de uma razão mais elevada.



Nesse lugar realmente privilegiado, onde arte e natureza se enlaçam, reuniram-se especialistas em economia, política e ciência, bem como artistas, filósofos e pensadores não convencionais. O que os Müllers se haviam proposto era nada menos do que mudar o mundo mediante o poder transformador da arte. Se até há pouco a educação entendida como gosto pelo belo era tida como um pretensão pouco séria, uma exaltação, MARIPOSA hoje está de novo muito adiante de seu tempo, desde que tanto a filosofia como as neurociências (re)descobriram o campo dos sentimentos. Muitos grandes nomes visitaram MARIPOSA nos últimos anos, mas Helga Müller deposita suas esperanças sobretudo na juventude, que deve formar-se– longe de seus computadores e telefones móveis – por meio da observação e da vivência diretas. Pois quem melhor do que ela poderia dar forma a nosso futuro?
Ulrike Prinz
(1961, Munique) é etnóloga e redatora. Entre 2001 e 2004, deu aulas sobre temas latino-americanos na Universidade Ludwig Maximilian de Munique. Desde 2007, é corresponsá-vel pela redação da revista HUM-BOLDT.

Tradução do alemão: Laís Kalka
Copyright: Goethe-Institut e. V., Humboldt Redaktion
Dezembro 2012
Links relacionados

Humboldt em formato de revista digital

Humboldt em formato de revista digital

Leia a revista 158 sobre “A Educacão — entre o coacão e a razão” em seu Smartphone, Blackberry ou eReader!
Faça o download aqui...

Encomendar já