Estilo de vida
Ajudantes do dia a dia

Tornar o cotidiano um pouco mais sustentável
Tornar o cotidiano um pouco mais sustentável – uma maneira de se fazer isso é ir às compras em uma loja que vende produtos sem embalagem. Milena Glimbovski é fundadora e gerente da loja Original Unverpackt, em Berlim. | Foto (detalhe): © picture alliance/Gregor Fischer/dpa

A maioria das pessoas quer levar uma vida em sintonia com o meio ambiente – mas com o maior comforto possível e sem grandes restrições. Ideias para viabilizar isso existem realmente: pequenos ajudantes do dia a dia, que exercem uma grande influência no meio ambiente.

Sistema de depósito: copos ecológicos

RECUP Foto (detalhe): © picture alliance/Britta Pedersen/dpa/dpa-Zentralbild Todo ano, 2,8 bilhões de copos descartáveis de café para viagem são jogados fora na Alemanha. São 320 mil copos por hora. Incluindo as tampinhas, canudos e palitinhos para misturar, eles acrescentam 55 mil toneladas às montanhas de lixo. É aqui que entra o RECUP, um sistema de depósito de copos válido em toda a Alemanha: em muitos cafés, você pode pedir sua bebida em um copo RECUP, no lugar de um descartável, pagar um euro de depósito e depois devolver o copo vazio em qualquer parceiro RECUP, recobrando a quantia. O sistema funciona em todo o território alemão, de Munique ao Mar Báltico, em mais de 2.400 locais. O copo em tons pastéis, fabricado 100% com materiais recicláveis, também existe em versões que retratam a linha do horizonte de cada cidade participante – para colecionar!

Sem embalagem: a versão descolada do mercadinho da esquina

Fazendo compras sem plástico Fazendo compras sem plástico | Foto (detalhe): © Little Bee Fresh Antigamente havia menos embalagens! Nos velhos e bons mercadinhos de esquina, a mercadoria era embalada em papel de jornal, havia tonéis e vidros para os alimentos a granel. Para o mercadinho, isso era uma necessidade. Hoje, porém, as lojas de produtos sem embalagem na Alemanha tencionam conscientemente diminuir a enxurrada de lixo no comércio de alimentos. Além da Original Unverpackt, loja pioneira em Berlim, temos, por exemplo, a Tante Olga, em Colônia. A loja de Olga Witt oferece um sortimento adequado aos dias de hoje, composto de alimentos orgânicos, veganos e provenientes do comércio justo – tudo isso sem embalagem, como nos tempos da vovó. Quem faz compras numa loja de produtos sem embalagem deve levar seus próprios recipientes para envasar suas compras.

Compras online: consumo sem plástico

A loja Tante Olga, em Colônia A loja Tante Olga, em Colônia | Foto (detalhe): © picture alliance/Marijan Murat/dpa Na sua cidade ainda não há nenhuma loja que vende produtos sem embalagem, ou você mora no interior? Não tem problema! O comércio à distância está sendo repensado e há cada vez mais possibilidades de se fazer compras sem plástico na internet. A oferta vai de alimentos a objetos de uso cotidiano, de artigos para bebês e de papelaria a utensílios culinários e acessórios para casa. Temos, por exemplo a Greenhall, da Turíngia, ou a Laguna, da Saxônia. A publicidade da empresa Monomeer, com sede em Constança, concentra-se no segmento de cuidados corporais com um conceito de lixo zero, e a My little Steps, de Colônia, oferece kits iniciais para quem quer começar a ter uma vida sem plástico – para o banheiro ou para a cozinha, por exemplo.

Mobilidade: pedal de aluguel agora

Aluguel de bicicletas na Alemanha Aluguel de bicicletas na Alemanha | Foto (detalhe): © meinRad Quando se pensa em mobilidade urbana sustentável, a primeira imagem que surge é a de uma bicicleta. Hoje há, de fato, muitas soluções inteligentes na área de locação de bicicletas na Alemanha. Uma delas, a meinRad, surgiu em Mainz e funciona assim: baixe o aplicativo, procure no mapa uma estação de bicicletas próxima, escaneie o código QR da bicicleta desejada – e começe a pedalar. O aluguel e a cobrança são feitos automaticamente, sem uso de dinheiro em espécie. Graças à chave eletrônica, pode-se estacionar temporariamente sem problemas. E o mais prático de tudo: as tarifas de aluguel e os locais das estações das bicicletas são coordenados com a rede de transporte público. Conceitos semelhantes existem em muitas outras cidades e até na Ilha Usedom.

Upcycling: vida longa para a cafeteira

Repair Café Foto (detalhe): © picture alliance/Daniel Naupold/dpa A melhor possibilidade de tornar a vida mais sustentável é utilizar por mais tempo os utensílios do dia a dia. Isso também significa: consertar em vez de jogar fora. Mas o que eu faço com a cafeteira quebrada, se não sei nem a diferença entre um circuito e uma mandala? Como posso colocar um novo zíper num casaco com forro de penas sem saber costurar? Muito fácil: não preciso fazer nada. Em vez disso, procuro alguém que sabe fazer essas coisas e nos encontramos na atmosfera descontraída de um Repair Café. Hoje já há mais de 2 mil dessas oficinas de consertos temporárias na Alemanha. No site www.repaircafe.org você pode encontrar uma perto de você ou registrar a sua própria.

Replace Plastic: favor informar

Frutas embaladas em plástico Frutas embaladas em plástico | Foto (detalhe): © Adobe Fazendo compras, todo mundo já se irritou ao encontrar produtos que, na verdade, não precisariam de embalagens. Várias coisas já foram embaladas muito bem pela própria natureza. Uma cebola, por exemplo, ou uma maçã. Um coco embalado em plástico? Não faz sentido. Um argumento usado frequentemente pelas pessoas responsáveis pela produção é que isto é o que a clientela deseja. Por essa razão, existe agora o aplicativo Replace Plastic, de Jennifer Timrott e sua iniciativa Küste gegen Plastik (O litoral contra o plástico): basta baixar o aplicativo e escanear os códigos de barra das embalagens de plástico desnecessárias. A iniciativa, então, comunica ao comerciante nosso desejo de ter embalagens mais ecológicas para esses produtos.

Codecheck: saber o que há por dentro

CodeCheck Foto (detalhe): © CodeCheck Estilos de vida sustentáveis têm várias facetas: algumas pessoas levam uma vida completamente vegana, outras evitam alguns ingredientes, como o óleo de palma. Já outras estão cansadas de prejudicar seu corpo com microplástico. Para todos esses casos, há agora o aplicativo CodeCheck: basta escanear o código de barras do produto, receber as informações sobre os componentes baseadas em fontes científicas e conhecer alternativas mais saudáveis e sustentáveis. Tudo isso pode ser personalizado de acordo com as próprias necessidades. A comunidade é tão empolgada, que o CodeCheck até chegou a ultrapassar temporariamente WhatsApp & cia. nas principais lojas de aplicativos.