Acesso rápido:
Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)
 ©Priscilla Tramontano

Mulheres e games

Meninas e mulheres constituem a metade daqueles que jogam videogames, mas são claramente a minoria na produção de jogos digitais. Com o projeto Girl Games o Instituto Goethe objetiva promover a diversidade no âmbito dos jogos digitais e a conexão internacional de mulheres que trabalham  com  jogos. Paralelamente ao projeto Girl Games apresentamos no dossiê “Mulheres e Games” diversas opiniões sul-americanas e alemãs sobre o tema mulheres no âmbito dos jogos.
 
Em entrevistas e artigos abrangentes da Argentina, Bolívia, Brasil, Alemanha, Colômbia e Perus as autoras tratam principalmente da representação de mulheres em jogos digitais, da situação de mulheres no setor de games, do desenvolvimento da indústria de videogames nos diversos países, dos desafios para mulheres, como machismo e estereótipos, assim como de propostas de solução para melhoria da situação.