Acesso rápido:
Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)

Editorial
Sobre a Revista Humboldt

Entre 1959 e 2013, a Revista Humboldt foi editada, em sua versão impressa, como veículo de fomento ao diálogo entre a Alemanha e a América do Sul, abordando sempre temas ligados à arte, à cultura e a questões sociais. A partir de 2013, passou a ser publicada apenas em versão online nos sites dos Institutos Goethe da América do Sul. Desde maio de 2018, a Revista passa a publicar duas edições temáticas anuais, delineadas a partir de temas e projetos conduzidos pelos diversos Institutos no continente sul-americano.

Em todas as suas contribuições, a Revista Humboldt procura destacar primordialmente as estreitas relações entre América do Sul e Alemanha/Europa, fomentando o diálogo transcontinental e estruturando o intercâmbio entre os países envolvidos. Para isso, a Revista contrapõe posições opostas ou controversas, criando um terreno para discussões e debates. As publicações da Revista vêm de diversos países, entre eles Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Uruguai, Peru e Venezuela.

Sobre esta edição

A celebração dos 200 anos de Karl Marx, no dia 5 de maio de 2018, é razão para se questionar, em todo o mundo, o legado do filósofo e teórico alemão no que diz respeito à relevância e à força de seus textos no tempo presente. As teses de Marx desencadeiam até hoje uma polarização. Se, para alguns, elas continuam sendo consideradas análises válidas da economia e da sociedade, para outros elas mantêm apenas um valor histórico. Há ainda quem enxergue, na herança de Marx, textos perigosos, que deveriam ser banidos e não poderiam ser desvinculados das apropriações ideológicas dos mesmos ocorridas nos séculos 19, 20 e 21. Em um tipo de leitura, que tem como referência os debates atuais a respeito do capitalismo e do neoliberalismo, fica em primeiro plano a força analítica das teorias de Marx. Em outro tipo de leitura, domina a história de violência do comunismo.

A Revista Humboldt, em sua edição dedicada a Karl Marx, reflete essas amplas e muitas vezes contraditórias leituras do filósofo na América do Sul e na Alemanha. Em ensaios, entrevistas ou obras de arte, autoras e autores refletem sobre onde e como Marx continua presente nos países da América do Sul e na Alemanha – seja no discurso, no pensamento, na filosofia, nas artes, na ciência ou na teologia.

As publicações seguem até setembro de 2018. Em outubro de 2018, a Revista Humboldt terá uma nova edição temática.

Top