FRANKFURT: ENCONTRO DE LEITURA EM PORTUGUÊS “AS CRIANÇAS SUPERAM AS BARREIRAS DA LINGUAGEM”

Daniela apresenta com entusiasmo o leque colorido de livros ilustrados em português
Fotot (detalhe): © Jana Hermsen

Daniela soube do encontro de leitura em português em Frankfurt através de amigas. Desde então, participa regularmente do projeto da biblioteca infantil a fim de ouvir ou mesmo de ler.

Só fiquei conhecendo a Biblioteca Pública do bairro de Bornheim em Frankfurt através do “Encontros de leitura”, e acho que esse é um projeto muito especial. Ele é dirigido a crianças que falam português e crescem na Alemanha. Algumas falam muito bem, outras só sabem algumas palavras, mas isso não faz diferença.

Daniela empfängt die Kinder in der gemütlich-bunten Leseecke Daniela empfängt die Kinder in der gemütlich-bunten Leseecke | Foto: © Paula Leveque A ideia é oferecer uma alternativa ao habitual programa diário das crianças e contribuir para sua linguagem através dos livros infantis. Tentamos ler apenas textos de escritores de língua portuguesa, de Portugal, do Brasil, de Angola e de Moçambique, por exemplo. Para mim, o projeto é muito especial, porque assim as crianças entram em contato com as mais diversas manifestações do idioma e ouvem as diferentes variações. Acho que é uma experiência muito valiosa que as crianças brasileiras possam, por exemplo, ouvir as outras formas da língua portuguesa e vice-versa.

Na minha opinião, para as crianças que não vivem no país de origem de seus pais é particularmente importante manter uma ligação com o idioma. Para isso, a biblioteca é um lugar maravilhoso. Aqui, desde o início, as crianças já veem que a biblioteca não tem de ser um lugar empoeirado ou complicado. Pelo contrário: elas têm contato com outras crianças, conhecem o mundo dos livros de forma lúdica e podem simplesmente curtir o momento. E nós nos entendemos! Esse aspecto é muito importante para mim: não venho aqui só para ler para as crianças, como pessoa nativa de língua portuguesa, mas porque para mim é importante superar as barreiras de linguagem entre as diferentes variações do português, a fim de incentivar o intercâmbio cultural e interlinguístico.

Quando minha filha tiver idade suficiente, pretendo definitivamente ir com ela a Frankfurt, para que possa participar do encontro de leitura. Lógico que quero ler em voz alta para ela em casa também, mas é muito diferente estar na biblioteca, cercada de histórias emocionantes do todo o mundo. Além disso, a atmosfera é muito agradável.

No final do período de leitura, as crianças sempre têm a possibilidade de exercitar a própria criatividade, de fazer algum trabalho manual relativo ao livro e à história escutada e brincar. Não é raro que os pais também se entusiasmem. Eles participam dos trabalhos manuais e ainda resta tempo para trocar ideias. Assim, as leituras oferecem tanto às crianças quanto aos pais a oportunidade de manter a ligação com a língua portuguesa de forma descontraída e criativa. Algumas das crianças frequentam a escola portuguesa, mas não todas. Especialmente para esse grupo de crianças, os “Encontros de Leitura” proporcionam um novo acesso ao idioma e à cultura da família.

Nach dem Vorlesen wird hingebungsvoll gebastelt Nach dem Vorlesen wird hingebungsvoll gebastelt | Foto (Ausschnitt): © Paula Leveque

Daniela, 32, é natural do Porto e trabalha como editora de textos em língua portuguesa. Ela mudou-se para a Alemanha por amor, mas, no novo país, está constantemente à procura de pequenas particularidades portuguesas. Com o encontro de leitura, descobriu uma delas e já está ansiosa para frequentar o lugar com sua filha.

A ideia dos “Encontros de Leitura” surgiu do desejo de incentivar as crianças em sua língua de origem e transmitir a elas uma parte especial de sua cultura e idioma através da literatura em língua portuguesa. Através do contato com a  Biblioteca Pública do bairro de Bornheim em Frankfurt nasceu o encontro de leitura em português para crianças. O primeiro encontro foi realizado em janeiro de 2017 e, desde então, pais e filhos empolgados com o português se reúnem uma vez por mês na biblioteca infanto-juvenil.