Acesso rápido:

Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)
Agora é com elas Banner Startseite

Agora é com Elas

Participe de nosso ciclo de encontros. De julho a outubro, as quatro mesas tratam das relações da literatura com a violência, o medo, a mudança e a vida privada. 

Sobre a série

De invisíveis a incontornáveis da literatura mundial. Assim, tem sido o percurso de muitas mulheres escritoras, que conquistaram um lugar inquestionável no universo da literatura nas últimas décadas.

É para debater e promover esse lugar que a série ‘Agora é com elas' existe.

Com curadoria da escritora argentina Claudia Piñeiro, este ciclo de conversas reúne escritoras da América do Sul e da Alemanha, discutindo a relação entre a sociedade, feminismo e escrita literária.

Trata-se de uma iniciativa conjunta dos institutos Goethe de Buenos Aires, La Paz, Lima, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador, Santiago e São Paulo, com o apoio do grupo Leia Mulheres e das editoras Incompleta, Planeta e Todavia.

Como assistir?

Para assistir ao debate de seu interesse, basta acessar abaixo a respectiva página no dia e horário do encontro. Adicionalmente, você também pode assistir à live direto pelo YouTube (clique na página do encontro de seu interesse para saber mais). Não é necessário inscrever-se previamente. 


Encontros

Teaser live Literatura e terror

28 de julho de 2021 | 17h
Violência e literatura

Qual o papel da estética na representação literária da violência? O que conta mais: as palavras ou o silêncio?

Ruptura e literatura

21 de agosto de 2021 | 13h
Rupturas e literatura

A literatura pode mudar a sociedade de forma disruptiva? Como a literatura pode trazer mudanças à sociedade?

Medo e literatura

12 de setembro de 2021 | 13h
Medo e literatura

Como experiências individuais e coletivas podem ser narradas através de relatos do terror?

Vida privada e literatura

23 de outubro de 2021 | 13h
Vida privada e literatura

Qual é a relação que se estabelece entre a representação da esfera privada aparentemente apolítica e o corpo social como um todo?

Participantes

Conheça aqui as escritoras e mediadoras que fazem parte da série de encontros Agora é com Elas

Adriana Couto © Narriman Romeiro

Brasil
Adriana Couto

Jornalista e apresentadora do programa Metrópolis, da TV Cultura, no Brasil. 

Ariana Harwicz © Divulgação

Argentinien
Ariana Harwicz

Escritora e autora da trilogia Morra, amor, A débil mental e Precoce, publicados no Brasil pela Instante. Suas obras foram traduzidas para mais de 16 idiomas.

Camila Sosa Villada © Catalina Bartolomé

Argentina
Camila Sosa Villada

Escritora, dramaturga e atriz argentina. Venceu o Grand Prix de l’Héroïne, na França, com O parque das irmãs magníficas

Cidinha da Silva @ Divulgação

Cidinha da Silva

Cidinha da Silva é escritora e editora na Kuanza Produções. Publicou 19 livros, como Os nove pentes d’África e Um Exu em Nova York, com traduções ao alemão, catalão, espanhol, francês, inglês e italiano.

Claudia Piñeiro © Ana Lopez

Argentina
Claudia Piñeiro

Curadora dos encontros Agora é com Elas. Escritora premiada, dramaturga, roteirista e autora de As viúvas das quintas-feiras, entre outros. 

Gabriela Wiener @ AF Rodrigues

Peru
Gabriela Wiener

Escritora, cronista, poeta, jornalista e autora dos livros Llamada perdida e Sexografías

Giovanna Rivero @ Alexander Torres

Bolívia
Giovanna Rivero

Escritora e doutora em literatura hispano-americana pela Universidade da Flórida, autora de Terra fresca da sua tumba.

Joselia Aguiar © Silvia Costanti

Brasil
Joselia Aguiar

Jornalista, curadora da Festa Literária de Paraty em 2018 e 2019, premiada com o Jabuti por Jorge Amado, uma biografia

Lina Meruane © Lorena Palavecino

Chile
Lina Meruane

Escritora chilena premiada e autora de obras como Contra os filhos e Sistema nervoso

Patrícia Melo © Kyrhian Balmelli

Brasil
Patrícia Melo

Autora de 12 romances e um livro de contos, destacando-se Inferno e Mulheres empilhadas. Indicada para o Prix Femina e vencedora dos prêmios Deux Océans e Deutscher Krimipreis.

Zoë Beck © Jeff Hitchcock

Alemanha
Zoë Beck

Escritora, atua como editora, tradutora e diretora de dublagem. Destaca-se no romance policial, vencedora dos principais prêmios alemães do gênero, tendo Paradise City ganhado o Deutscher Krimipreis.


Parceiros

Top