Acesso rápido:

Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)
#adançaquefaltaenTocar Danças

Sobre o projeto

Muito provavelmente no ano de 2021 a pandemia continuará imperativa em nossas vidas e em nossas urgências de criação e de cuidado. As artes, com seu potencial de gerar vida, de mediar proximidades e distâncias, de acolher a complexidade dos afetos, memórias e imaginários, têm um papel fundamental na percepção, na mobilização e na organização da sociedade. 

O projeto EnTocar Danças _ perspectivas da falta 2020/2021 convida 11 artistas atuantes na cidade do Rio de Janeiro a mobilizar suas danças e seus territórios físicos e simbólicos a fim de co-criar uma residência artística em pleno período de distanciamento social -- um espaço de alteridade, acolhimento e aprendizado, onde se investiga pelo dançar possibilidades de presença, de encontro e de criação. O verbo “EnTocar” emerge não como movimento de ensimesmamento, mas como desafio em agir sobre o real, como ato de “silêncio” e de conexão a nos lançar ao encontro. 

Primeiro programa de residência em dança do Goethe-Institut Rio de Janeiro, EnTocar Danças_perspectivas da falta 2020/2021 se desenvolve como plataforma de escuta e de articulação de diferentes modos de produção criativos, políticos e afetivos. Em janeiro de 2021, o programa irá compartilhar parte das inquietações des artistas-residentes em uma série de 10 mini-documentários a serem publicados no site e nas redes sociais do projeto e do Goethe-Institut Rio de Janeiro. 

Através das redes sociais, o projeto também convida o público e outres artistas a refletir sobre a falta ou a falta que se faz dança. Tendo em vista a complexidade e a diversidade de realidades, a ideia é contribuir para as discussões sobre a dança a partir de movimentos, falas e/ou ações de quem constrói sua vitalidade. Para além de ser uma plataforma de divulgação de obras artísticas, o convite consiste em compartilhar ‘processos’, ‘inquietações sensíveis’ e ‘reflexões’ sobre lugares da dança que se atualizam no agora, mesmo que o agora esteja, parcial ou totalmente, distanciado do gesto de dançar até então realizado. 

Quer venha da rua, do palco, da escola formal, da quebrada, do terreiro, da aldeia, da casa, compartilhe algo de seus processos em dança e ajude a produzir contágios entre percursos artísticos. No tempo de políticas de isolamento, polarização e de redução dos sentidos que mantêm a vida, EnTocar Danças, é um convite amplo e irrestrito a todes que desejam e se permitam o toque. Bem-vindes!

Ficha Técnica

Artistas- Residentes ::: Anani Sanouvi, Carmen Luz, Conceição Carlos, Flávia Meireles, Jéssica Castro, João Carlos Ramos, Juliana Melo, Moira Braga, Taísa Machado, Viní Ventania e Vitória Jovem.

Coordenação Artística ::: Maurício Lima e Thaís Chilinque

Curadoria ::: Fábio Costta, Mauricio Lima e Thais Chilinque

Vídeos ::: Iná

Produção ::: Nely Coelho/Ginja Filmes

Design e Mídias Sociais ::: Rodrigo Menezes

Realização ::: Goethe Institut Rio de Janeiro

Top