Goethe na Vila 2017

  • GnV 2017 - Micrópolis
  • GnV 2017 - Arquiteturas Sonoras
  • GnV 2017 - Intracos
  • GnV 2017 - Casa na Bela Vila MCaviquioli
  • GnV 2017 - HomeLab Camila Picolo

A Casa 8 da Vila Itororó

Em setembro 2016 foram escolhidos dez projetos convidados a ocupar a Casa 8 do complexo arquitetônico da Vila Itororó.

Lançado em 2016, o Goethe na Vila oferece um espaço para projetos culturais não comerciais na cidade de São Paulo, gerido pelos próprios proponentes, localizado na Casa 8 do complexo arquitetônico da Vila Itororó, na Bela Vista.

Em respostas à chamada aberta foram recebidos mais de duzentos trabalhos das mais diversas vertentes: dança, audiovisual, performance, teatro, arquitetura, gastronomia, permacultura, entre outros. Conforme o regulamento, as propostas deveriam abordar e problematizar desde as políticas do espaço, a relação centro-periferia, o processo de gentrificação até narrativas singulares e a maneira como o espaço compõe uma dinâmica urbana global e ampla. Além disso, os selecionados deveriam propor pelo menos um evento aberto, gratuito e que fomentasse a circulação do público pelo espaço Goethe na Vila. 

Após a primeira triagem, os trabalhos finalistas foram selecionados por um júri composto por Marcos Rosa, diretor de conteúdo da 11ª Bienal de Arquitetura, Camila Moraes, jornalista do El País Brasil, Renato Cymbalista, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, Renata Martins, cineasta, Benjamin Seroussi, curador do projeto Vila Itororó Canteiro Aberto, Alexandre de Oliveira, da Coordenação de Centros Culturais da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e Katharina von Ruckteschell-Katte, diretora executiva regional do Goethe-Institut.


10 projetos foram escolhidos para ocupar o Goethe na Vila durante o ano 2017:

Projetos 2017

A Casa na bela Vila

A Casa na Bela Vila

A Vila Itororó é palco para a música, a dança, o teatro e as artes da Casa Mestre Ananias, que vão trazer a Bahia para São Paulo. 

Março Home Lab. Experimentação sonora e visual

Home Lab. Experimentação sonora e visual

O hip-hop chega para propor um diálogo a partir de rap e graffiti.

Abril Arquiteturas Sonoras #3 Leo Lin

Arquiteturas Sonoras #3

Voz, movimento, corpo e performance são entendidos a partir das relações possíveis com a fisicalidade dos materiais que constituem a Casa 8.

MAIO Enciclopédia Prática do Morar

Enciclopédia Prática do Morar

Uma publicação sobre os modos de morar que constituíram o cotidiano da Vila Itororó e o que eles significam na sua atual perspectiva de centro cultural.

6. Queer Bike Story

Queer Bike Story

Oficinas de customização de bicicletas com mensagens e imagens de luzes LED nas rodas criam uma narrativa conjunta sobre viver em comunidade.

JUL | Intracoz

Intra-Cos

A Vila Itororó foi escolhida para a produção de um vídeo que analisa as estruturas narrativas das histórias básicas do cosplay e as relaciona com as histórias individuais dos cosplayers.

AGO | Arqueologia Viva

Arqueologia Viva

A partir da digitalização de objetos pessoais, o projeto busca recuperar anedotas que transbordem a narrativa oficial sobre a Vila Itororó. 

SET | FIRE KITCHEN

FIRE KITCHEN

Matérias-primas são transformadas em utensílios de cozinha: louças, panelas, fornos portáteis à vela e telhas são moldados com argila e queimados no forno à lenha. Ao final, haverá uma festa com receitas de todos os participantes! 

OUT | Canteirinho

Canteirinho

Como promover a participação de crianças em decisões políticas? Como poderia o encontro entre adultos e crianças se tornar uma possibilidade potente de trocas plurais e produção de conhecimento?

NOV | João Faz-Tudo Henrique Reis / Oficina Serena

João Faz-Tudo

Seguindo a tradição dos peregrinos alemães, serão organizadas buscas por pequenos consertos de marcenaria. Em paralelo, um grupo de estudos confecciona um móvel da época em que a Vila Itororó era habitada.