Queer Bike Story
Goethe na Vila

Queer Bike Story

O projeto Queer Bike Story se interessa no uso da bicicleta como agente de socialização que permite dar voz e vida de forma democrática a uma área urbana. Ao longo do projeto, a bicicleta servirá de ponto de encontro para o público queer: a partir dela, será possível formular e expressar desejos, pensamentos e experiências em relação à Vila Itororó e à cidade. 

Nos últimos anos, São Paulo foi uma das iniciadoras e a principal defensora da cultura da bicicleta no Brasil. Isso se reflete tanto nas últimas iniciativas públicas quanto no interesse manifestado pelos paulistanos sobre a questão. O desenho das novas ciclovias acaba contrastando com a hegemonia do carro até então considerado o principal meio de deslocamento.
 
O projeto é uma iniciativa aberta, voltada à comunidade local, em particular às pessoas que não se encaixam nos formatos tradicionais de família ou de moradia e que lutam contra uma gentrificação dos sentimentos. Serão recolhidas bicicletas usadas para que sejam compartilhadas e customizadas pelo e para o público. Esculturas funcionais e objetos diversos serão criados durante trocas de ideias.
 
A oficina será aberta ao público e acontecerá em três encontros, dependendo da quantidade de trabalho a realizar e da disponibilidade dos participantes. Ao fim da ocupação na Vila Itororó, será organizada um desfile de bicicletas pelo bairro. Cada uma das bicicletas escolhidas será equipada na sua roda traseira com luzes de LED que exibirão um recado personalizado ou um desenho. O vídeo desta performance será apresentado no Goethe na Vila junto com alguns dos objetos e dos mecanismos produzidos durante esta experiência.  

Programação

Bike Foreplay
Sábado, 24 de junho | Das 15h às 17h
Sábado, 1º de julho | Das 14h 17h
Sexta, 7 de julho | Das 14h às 17h
Vila Itororó Canteiro Aberto
Inscrições: average@gmx.de
 
Uma série de três encontros abertos como oportunidade de se debruçar sobre o mecanismo das bicicletas.Hoje em dia, elas são uma escolha política e uma alternativa à maneira normativa de se viver em um espaço urbano. Pessoas e grupos que vivam ou gostariam de saber mais sobre outras possibilidades de se viver em comunidade são muito bem-vindos, com foco especial em grupos e indivíduos queer. A participação em todos os encontros não será cobrada e todos aqueles que desejarem contribuir serão bem-vindos.Trazer a sua bicicleta (ou partes de bicicletas) não é necessário, porém recomendado.
 
Bike Parade
8 de julho
Saída às 18h da Vila Itororó Canteiro Aberto
Chegada às 20h
 
Um evento à céu aberto. A narrativa-coletiva desenvolvida nas primeiras reuniões será exibida e compartilhada pelas ruas de São Paulo. Luzes de LED conectadas às rodas das bicicletas iluminarão um caminho para um pertencimento não-tradicional.
 
 
Bike Fairplay
13 de julho | Das 17h às 20h
Vila Itororó Canteiro Aberto
 
Evento público na Vila-Itororó no qual objetos, esculturas, textos e imagens em movimento ilustrarão o processo de trabalho e narrarão uma vez mais histórias dos participantes do workshop dentro do contexto da Vila Itororó, reiterando as diversas maneiras de coexistir em um mesmo espaço.

Biografias

Real Madrid é um coletivo baseado em Berlim, fundado em 2015 pela dupla italiana Bianca Benenti Oriol (1987) e Marco Pezzotta (1985). Ambos completaram seus estudos na KHB Weißensee Berlin, na HEAD de Geneva e na Brera Accademy of Fine Art de Milão. Seus trabalhos tem como foco temas como o desenvolvimento sexual, a identidade queer e condições coletivas. O nome do coletivo resgata os conceitos de esporte e merchandise de força, equipe e cordialidade. Já foram expostos em Milão na O’Artoteca, na Suíça no LIYH, Forde, Silicon Malley e 1.1.. Em 2017, foram selecionados finalistas do BNP Prize.
 
Marco Pezzotta
Nasceu em 1985 na Itália. Estudou na Academy of Fine Art em Milão e na KHB Weißensee em Berlim. Co-fundador do coletivo Real Madrid, já realizou residências na Kunstmeile em Krems (Austria), na VASL em Karachi (Paquistão), no Seul Museum of Art (Coreia do Sul) e no Q21 Museumsquartier em Viena (Austria). Além do seu trabalho autoral, organiza programas educacionais em Berlim.
 
Bianca Benenti Oriol
Nasceu em 1987 em Torino, na Itália, e estudou na Kunsthochschule Weißensee em Berlim. É mestra em Artes Plásticas pela Haute École d’Art et Design em Genebra na Suiça. Co-fundadora do coletivo Real Madrid, entre suas últimas exposições encontram-se 1.1(Suiça), Silicon Malley (Suiça), LIYH (Suiça) e O’Artoteca (Itália).