Visita em Casa
Guy Helminger

Selbstportrait Selbstportrait | © Guy Helminger Guy Helminger nasceu em 1963, em Esch/Alzette. Ele escreve poesia, prosa, peças radiofônicas e para teatro. Estudou Filologia Alemã e Filosofia em Luxemburgo, Heidelberg e Colônia. Posteriormente, até 1990, trabalhou como ator no Georg-Büchner-Ensemble, em Colônia. Foi assistente de direção em programas de TV, barman e designer gráfico especializado em 3D. Em 2012, deu aulas de Poética a convite da Universidade de Duisburg-Essen. Em Colônia, apresenta, ao lado de Navid Kermani, o Literarischer Salon International, e trabalha em Luxemburgo como apresentador de TV. Em diversas viagens, visitou países na África e Ásia, tendo também passado pela Índia, Nova Zelândia e EUA. As impressões destas viagens estão refletidas em seus livros, desde 2005, enquanto experiências de migração e alteridade. Seu romance mais recente, Neubrasilien [Novo Brasil], foi publicado em 2010.

Guy Helminger recebeu o Prêmio Servais em 2002. Além disso, recebeu também o Prêmio 3sat, em 2004, e o Prêmio de Mérito Cultural da sua cidade natal, Esch/Alzette, em 2006.


Perguntamos a Guy Helminger:

O que foi surpreendente ou novo para você neste formato?
 
“A novidade foi o imediatismo de adentrar diretamente um ambiente desconhecido. Normalmente, vou me aproximando aos poucos das pessoas de outras cidades. Em algum momento, conheço melhor alguém e chego assim ao conhecido através do desconhecido. Neste caso, sentei-me logo à mesa de jantar com anfitriões desconhecidos, o que me deu a sensação de os conhecer há muito tempo. O que me surpreendeu foi ter começado a procurar o desconhecido naquilo que aparentemente era há muito conhecido.”