Fizbin, Ludwigsburg Kathrin Radtke

Kathrin Radtke
© Kathrin Radtke

De que forma você descobriu sua paixão pelos jogos e qual é seu jogo preferido hoje?
Como criança eu sempre tinha o Gameboy na mão. Em algum momento, minha amiga comprou o Final Fantasy 9. Essa série eu ainda amo, e ela é uma das razões pela qual crio jogos hoje.

O que você gostaria de saber sobre o setor brasileiro de games durante o programa?
Em um intercâmbio me interessa saber de que maneira a cultura brasileira influencia o desenvolvimento dos jogos. O cotidiano de trabalho transcorre de maneira semelhante ao da Alemanha, ou há hábitos e abordagens bem diferentes, que influenciam o desenvolvimento dos jogos?

Quais são, a seu ver, os maiores desafios da área de games na Alemanha? 
Um problema continua sendo o dinheiro. Enquanto em outros países existem extensos programas de fomento de desenvolvimento de games, na Alemanha a política precisa recuperar terreno. Para se firmar competitivo internacionalmente na massa de novos jogos, falta muitas vezes orçamento adequado.
 

Perfil do estúdio: 

O Fizbin é um estúdio alemão de games indie com sede em Ludwigsburg e uma filial em Berlim. Nosso enfoque está nos games calcados em roteiros e aplicativos interativos com histórias, personagens e mundos arrebatadores, originais e únicos. Entre estes estão, por exemplo, nossa produções próprias “The inner world” e a continuação “The Inner World - The Last Windmonk”. Além disso, implementamos aplicativos interessantes para crianças de várias idades junto a clientes como as emissoras WDR e KIKA