Acesso rápido:
Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)

Rússia
Maria Stepanova

Maria Stepanova Foto: Andrey Natotsinsky Maria Stepanova, nascida em 1972, escreve poesia, ensaios e textos jornalísticos. Ela já publicou dez coletâneas de poemas e dois livros de ensaios, tendo recebido diversos prêmios literários dentro e fora da Rússia, entre eles o conceituado Prêmio Andrey Bely, bem como uma bolsa da Fundação Joseph Brodsky.

Seus poemas já foram traduzidos para diversos idiomas, entre eles o inglês, italiano, alemão, francês e hebraico. Stepanova foi também convidada para participar de diversos festivais literários e eventos sobre poesia moderna na Rússia e em outros países. Suas obras permeadas por opiniões precisas sobre a situação política e midiática na Rússia foram publicadas em russo, inglês e alemão.

Seu romance Pamiati pamiati (Em lembrança da lembrança), que faz a ligação entre memórias, documentos e ensaios, em uma narração épica, foi publicado em novembro de 2017 na Rússia e recebeu em dezembro de 2018 o Big Book Prize. Esta obra foi publicada em alemão em 2018 pela Editora Suhrkamp. Traduções para o inglês, francês, italiano, chinês e outras línguas estão sendo planejadas. 

Maria Stepanova não escreve apenas poemas e ensaios, mas colabora também com revistas online independentes sobre temas ligados à cultura e à sociedade. É cofundadora da OpenSpace.ru, onde trabalhou de 2007 a 2012 como editora-chefe.

Em 2012, fundou, ao lado de alguns ex-membros da equipe da OpenSpace, uma nova publicação online: a COLTA.RU, até hoje único projeto independente de mídia financiado por crowdfunding na Rússia. O portal, voltado para cultura, sociedade e política, tem cerca de 600 mil acessos por mês vindos tanto da Rússia quanto de outros países do mundo.

Top