Acesso rápido:

Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)

Sobre o Tramas Democráticas

Tramas Democráticas é um programa de intercâmbio criado pelo Goethe-Institut para articular iniciativas da sociedade civil na América do Sul e fortalecer práticas e valores democráticos na era digital.

Entre julho de 2020 e março de 2021, foram realizados encontros com ativistas, pesquisadoras/es, jornalistas, produtores de podcasts e tecnologistas da América do Sul e algumas convidadas da Alemanha.

Como estratégia de aprendizagem e imaginação coletiva, nós invertemos os temas que normalmente pautam as conversas sobre democracia. Como resultado, foram propostos 3 antitemas – estupidez coletiva, opacidade e inércia – que serviram como contexto para as conversas sobre democracia digital e para promover articulações entre iniciativas.
 

Opacidade

Uma população pode passar gerações, séculos ou milênios sem sequer pensar em investigar o que está por trás dos porões do poder.

Estupidez coletiva

Foi como se as pessoas começassem a se cortar com vidro para provar que vidro não corta, a se queimar com fogo para provar que fogo não queima, e a odiar os outros porque o whatsapp mandou.

Inércia

A inércia nos mantém estáticos diante do horror e da injustiça e, não raro, perpetua por tempo demais nossos rumos mais equivocados.

A partir dos diálogos, foram publicados ensaios, entrevistas e debates, que estão disponíveis aqui, além de um compilado de inovações democráticas da Alemanha, Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador e Venezuela. Explore as experiências e práticas mapeadas ao longo dos encontros.

Além disso, foi aberta uma chamada para podcasts, que apoiou a produção de 17 episódios inéditos, em formatos narrativos ou de conversas, em português e espanhol. Entre iniciativas existentes e programas novos, foi possível ampliar o alcance e aprofundar os diálogos, que ganharam textura pelos sotaques e realidades de várias regiões da América do Sul. Escute os podcasts.

Por ora, as atividades do projeto Tramas Democráticas foram finalizadas. O Goethe-Institut está planejando as atividades a serem realizadas em 2022.

Conheça abaixo a equipe do projeto.

EQUIPE

Caio Werneck é gestor público e designer. Desenvolve projetos de inovação pública, com foco no desenho de experiências e sistemas de aprendizagem coletiva. Foi gestor público no Governo de Minas Gerais e na Prefeitura de São Paulo, e hoje é consultor para organizações de interesse coletivo da América Latina e Alemanha.
Isabella Brandalise é designer e pesquisadora. Mestre em Design Transdisciplinar pela Parsons School of Design – The New School e em Arte Contemporânea pela Universidade de Brasília, atualmente é doutoranda em design pela RMIT University e consultora em projetos de inovação pública. 

Wesley Matheus é cientista político e de dados. Atualmente é diretor do Observatório de Desenvolvimento Social do Estado de Minas Gerais, diretor colegiado na Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação e pesquisador associado do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap).
Laura Capanema é jornalista e produtora audiovisual. Trabalhou como repórter na Editora Abril, como editora da plataforma VAMOS, da LATAM, e coordenou o conteúdo digital do Airbnb para a América Latina. Desde 2020 trabalha como produtora de podcasts do UOL.
Soraia Vilela é jornalista, documentarista e tradutora. É mestre em Ciência da Cultura e Comunicação Cultural pela Universidade Humboldt de Berlim. É editora do site do Goethe-Institut no Brasil, bem como coeditora das Revistas Humboldt e Contemporary And América Latina. É uma das diretoras do documentário "Outro Sertão" sobre a estada do escritor João Guimarães Rosa na Alemanha nazista.


Camilo Jiménez Santofimio é jornalista e editor colombiano. Já foi diretor e gestor de diversos projetos culturais e de mídia.

Ana Paula Orlandi é jornalista e mestre pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Tânia Caliari é jornalista formada pela Universidade Federal de Minas Gerais. 

Marcio dos Anjos é formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, mestre em ciências da linguagem pela Université de Franche-Comté e coordenador de Internet e redes sociais para a América do Sul, no Goethe-Institut São Paulo.
Felipe Cavalcante é designer, ilustrador e sócio-diretor da Molde.cc. Mestre em arte contemporânea e bacharel em desenho industrial pela Universidade de Brasília.

Gabriel Menezes é designer, pesquisador em artes visuais e sócio-diretor da Molde.cc. É mestre em Artes Visuais: Poéticas Contemporâneas e bacharel em Desenho Industrial, pela Universidade de Brasília - UnB.
Bia Guimarães é jornalista e mestre em Divulgação Científica e Cultural. É sócia-fundadora da produtora de áudio Laboratório 37 e apresentadora do podcast 37 Graus. É co-fundadora da Cochicho.org, uma plataforma que reúne quem trabalha com podcasts no Brasil.

Sarah Azoubel é bióloga, doutora em Biologia e especialista em Jornalismo Científico. É sócia-fundadora da produtora de áudio Laboratório 37 e apresentadora do podcast 37 Graus. É co-fundadora da Cochicho.org.

Isabel Cadenas Cañón produz e apresenta o podcast espanhol (De eso no se habla), um programa narrativo de não-ficção que une os pontos entre os silêncios individuais e coletivos.
Anja Riedeberger, Diretora de Informação para América do Sul – Goethe-Institut São Paulo

anja.riedeberger@goethe.de
Top