Acesso rápido:
Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)

Olga Yurkova
Do conceito de luta compartilhado fraternalmente

Há poucas pessoas ou objetos que tocamos com tanta frequência quanto nossos smartphones. Olga Yurkova acha que por isso acreditamos tão facilmente nas fake news que eles anunciam.

Quando a Península da Crimeia, na Ucrânia, foi ocupada pela Rússia, Olga Yurkova e colegas começaram a verificar as notícias provenientes das redes sociais. Mas como podemos avaliar de forma neutra o que é real e o que é “fake” numa situação delicadamente política?

Na competição política pela verdade, “fake news” é um das poucas estratégias que não é monopolizada por nenhuma tendência política: é usada por populistas de direita, mas também por jornalistas de centro-esquerda, muitas vezes em acusações mútuas. Olga Yurkova e colegas reivindicam, portanto, que não se trabalhe com a categoria da verdade política, mas com fatos: dados claramente verificáveis, como nomes, conclusões acadêmicas, lugares, endereços e a autenticidade de fotografias. Ela declara: “Esse é o primeiro passo em direção a uma sociedade baseada na verdade.”

Top