Podcasts na aula de alemão como língua estrangeira Da ideia para a própria contribuição

O trabalho em podcasts promove a forma de usar mídias digitais na aula
O trabalho em podcasts promove a forma de usar mídias digitais na aula | Fotografia (recorte): © goodluz - Fotolia.com

Elaborar podcasts próprios com alunos de alemão como língua estrangeira (DaF, na sigla em alemão) é muito popular. Como o trabalho produtivo em podcasts funciona na aula e quais são suas vantagens? Isto pode ser experimentado por você em um projeto de podcast próprio.

Você e sua classe não têm problemas com as novidades? Gostam de usar mídias eletrônicas e dispositivos digitais? Então, elaborar seus próprios podcasts é uma tarefa cooperativa e animadora de Web 2.0 para a sua aula. As vantagens são evidentes: os alunos escolhem um assunto, redigem um script e fazem uma apresentação oral. Com isso, treinam todas as quatro áreas de competência e, adicionalmente, a pronúncia. O resultado é um produto oral que pode ser apresentado publicamente na Internet dependendo da qualidade e do interesse.

Trabalho em podcast para todos os níveis

O próprio projeto de podcast começa ouvindo juntos exemplos da Internet para, assim, motivar os alunos. Os posts em “radiodaf” e “aleman creativo” duram apenas dois ou três minutos e servem de inspiração para produções próprias.
 
Podcast “Como você imagina seu futuro no Quirguistão?”
 
Para os professores, uma boa preparação são os textos científicos sobre o potencial dos podcasts e as diversas possibilidades de aplicação produtiva e receptiva (ver Kluckhohn 2009, Stork 2012, Peuschel 2012).
 
Os temas são sugeridos pelos alunos ou se orientam no teor da aula. Os podcasts são adequados para muitos conteúdos da aula de língua alemã porque, nos níveis de principiantes, os alunos podem apresentar a si mesmos ou seu curso. Outros temas de podcasts também podem ser a cidade, a família, o trabalho ou o tempo livre próprio. Nos níveis mais avançados, são interessantes as entrevistas e pesquisas para relatórios ou breves reportagens. Os alunos e as alunas podem elaborar podcasts em forma de comentários sobre livros ou música, relatórios sobre eventos bem como conversas encenadas e simulações de talkshows de rádio. Para um projeto de podcast, são necessários um computador que possa se conectar à Internet, um gravador ou smartphones e um website (gratuito) para a publicação. Além disso, é necessário um bom cronograma e um posicionamento positivo em relação a erros.

Seis etapas para o podcast

4º passo – Gravar e falar o texto 4º passo – Gravar e falar o texto| 4º passo – Gravar e falar o texto 4º passo – Gravar e falar o texto| | Foto (extrato): © pst - Fotolia.com Depois de encontrar o assunto e formar as equipes, seis passos levam ao próprio podcast:


1º passo – Realizar pesquisas para preparar o conteúdo do podcast

 2º passo – Escrever para ouvir e elaborar um modelo

3º passo – Escolher a música

4º passo – Gravar e falar o texto

5º passo – Cortar e montar o material

6º passo – Postar o podcast


Grupos que tenham um bom desempenho podem criar um podcast em apenas uma semana, se tiverem o suporte adequado. Entretanto, é melhor ir devagar e realizar cada etapa paulatinamente. Assim, os alunos aproveitam melhor o potencial da elaboração do podcast e esquematizam o processo de forma mais segura, desde a ideia inicial até o evento bem-sucedido final, que será ouvido no mundo todo.
 

Gravação – a alma do projeto

As etapas “Escrever para ouvir” e “Gravar” são muito importantes para o trabalho com a língua estrangeira. Primeiramente, os alunos elaboram um script. Com esse script, se preparam para a intervenção oral. Dessa forma, eles ficam conhecendo a diferença entre o alemão falado e o escrito. Além disso, aprendem a usar a forma escrita como apoio para falar. Os alunos e as alunas escrevem, fazem modificações e corrigem até que o script seja um bom modelo para a gravação.

O script elaborado por eles mesmos é a base para a gravação.  O script elaborado por eles mesmos é a base para a gravação. | Fotografia (recorte): © StockPhotoPro - Fotolia.com A gravação é a alma de um projeto de podcast. Talvez os alunos nunca tenham ouvido a própria voz na nova língua. Neste caso, é muito importante ter calma, autoconfiança, sensibilidade e receber um feedback do docente que sirva de reforço. O professor também pode apoiar a fala e a gravação através de jogos de verbalização e de ritmo, ou de exercícios de fala. O final da gravação deve fornecer um resultado com o qual os alunos fiquem satisfeitos. A partir de então, eles mesmos decidem se querem divulgar publicamente suas histórias e suas próprias vozes. Caso não seja criado nenhum site de podcast próprio, os materiais podem ser enviados ao “radiodaf” para serem publicados. Se o podcast for apresentado na Internet, no caso de crianças, é necessário prestar atenção aos direitos de personalidade quando de publicações online. Cada país possui suas próprias regulamentações legais sobre isso.

Participação através da publicação do podcast
 

Em certos casos, pode ser útil cooperar e sair das quatro paredes da sala de aula, para aumentar a motivação dos alunos. Na sua cidade, existe uma emissora de rádio local? O trabalho de podcast pode ser associado a uma visita ao estúdio? É possível trabalhar junto com alunos de alemão de outros cursos ou classes para um podcast? Fazer um projeto conjunto com outros alunos de alemão, uma emissora de rádio local ou com o Centro de Mídias da escola é emocionante. A publicação transforma o exercício em participação real em debates sobre a língua de destino. A participação em si gera motivação para a produção do podcast.
 

Literatura

Kluckhohn, Kim (2009): Podcasts im Sprachunterricht am Beispiel Deutsch. Berlin: Klett Sprachen.

Peuschel, Kristina (2012): Lerner-Podcasts. Präsentationen aus dem projektorientierten Unterricht. In: Fremdsprache Deutsch. H. 47, S. 30-34.

Stork, Antje (2012): Podcasts im Fremdsprachenunterricht. Ein Überblick. In: Informationen Deutsch als Fremdsprache 39. Jg., H. 1, S. 3-16.