Acesso rápido:

Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)

Getvico24

A GETVICO24 é uma conferência virtual de professores de alemão que levará você ao redor do mundo por 24 horas.

A conferência deste ano acontecerá no dia 20 de outubro de 2021, a partir das 21:00 CEST (UTC+2), até 21 de outubro de 2021, às 21:00 CEST (UTC+2). Independente de onde você esteja no momento da conferência, participe e aperfeiçoe suas metodologias assistindo à diversas palestras interessantes!

Inscrição GETVICO24

GETVICO24© Goethe-Institut (Nikolaus Urban)

Programação Getvico24


Apresentamos aqui os palestrantes e os painéis da GETVICO24 deste ano. Você pode contar com contribuições de especialistas em assuntos relacionados à prática de ensino do mundo todo.

A hora especificada na programação é referente à Hora de Verão da Europa Central (CEST).
 

SOBRE A PROGRAMAÇÃO DA GETVICO24
 


Sobre a GETVICO24

@ Goethe-Institut


A GETVICO24 é uma plataforma inovadora para professores de alemão trocarem ideias, métodos e materiais. Entre os dias 20 e 21 de outubro, você terá 24 horas para aperfeiçoar suas metodologias de ensino gratuitamente de casa.

Comece agora a planejar sua participação nesta conferência online gratuita! Essa será a sua rede de contatos com outros professores ao redor do mundo sem sair de casa, usando apenas seu smartphone ou tablet.


TEMAS

Diversidade significa variedade e pode estar relacionada à diversidade cultural e/ou social. O assunto já chegou ao grande público como tema em muitos contextos educacionais e desempenha um papel decisivo para uma sociedade mais justa, que faz o melhor uso possível de seu potencial e criatividade e na qual as barreiras da participação social não dependem de características, como gênero ou origem.

No contexto da conferência, o termo teórico “diversidade” será colocado em prática para mostrar o que ele tem a ver com cada indivíduo e também para apresentar o que pode e deve ser feito em relação a isso.

As palestras sobre esse tema têm como objetivo aumentar a consciência de uma sociedade diversa, convidar todos às discussões e ampliar horizontes. Elas apresentam exemplos de boas práticas no contexto educacional, que mostram como os professores podem integrar a diversidade como um tópico em sua vida cotidiana e podem se apresentar como modelos para uma sociedade diversa e justa.

 
A sustentabilidade se tornou um modelo para a sociedade atual. A ideia central por trás disso é que, a longo prazo, não poderemos viver às custas de pessoas de outras regiões do mundo ou de gerações futuras. É aqui que entra a Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS). A EDS permite que todos entendam as suas próprias ações no mundo e tomem decisões responsáveis e sustentáveis.

Como parte da conferência, serão apresentados conceitos educacionais sobre sustentabilidade que vão muito além da dimensão puramente ecológica do termo e que levantam visões de futuro que afetam também as áreas econômica, cultural e social.

Esse tópico apresenta considerações teóricas e projetos de ensino da prática, além de lidar com quais cenários futuros determinam nosso pensamento e hábitos atuais e como estes podem ser assumidos no contexto educacional.
 
Fornecer uma imagem atualizada dos países de língua alemã é parte integrante e indispensável do ensino de línguas estrangeiras. A aprendizagem intercultural não só desperta o interesse por informações sobre o país e sua população, mas também aumenta a motivação para aprender o idioma. Além de fornecer conhecimento e compreensão das condições geográficas, políticas, econômicas e sociais, bem como culturais de um país, seu povo e seu comportamento, são fornecidos conteúdos e ocasiões interessantes e motivadoras para a atividade linguística, para o aprendizado e para o uso do idioma.

No entanto, transmitir aspectos interculturais nem sempre é fácil. A aprendizagem intercultural como uma área multifacetada pode ser integrada ao ensino de línguas de maneiras muito diferentes. Por outro lado, as informações atuais sobre um país mudam constantemente. Os manuais existentes estão, portanto, frequentemente desatualizados ou oferecem apenas uma perspectiva.

No contexto da conferência, serão apresentados exemplos de melhores práticas em sala de aula, que demonstram um uso orientado de tópicos atuais sobre países de língua alemã. O objetivo não é fornecer uma imagem “correta”, mas mostrar maneiras significativas de promover o desenvolvimento de habilidades linguísticas e a aprendizagem intercultural com base em pautas atuais. As apresentações também abordam possíveis recursos para conteúdo cultural em aulas de alemão.
 
Aprender é um processo individual e subjetivo: cada um traz diferentes experiências e conhecimentos prévios para a sala de aula, aprende em seu próprio ritmo e de maneiras diferentes. O ensino de línguas estrangeiras deve, portanto, oferecer um repertório de modo a integrar os requisitos e necessidades individuais dos alunos e responder de acordo com as diferentes progressões de aprendizagem. As aulas de língua estrangeira diferenciadas internamente também devem oferecer diversas formas de feedback e correção de erros.

Esse tópico lida com medidas e conceitos que ajudam a levar em consideração diferentes requisitos de aprendizagem. As seguintes questões devem ser discutidas: como ser justo com todos os diferentes tipos de alunos? Como os professores podem dar feedback diferenciado e avaliar o progresso da aprendizagem de seus alunos?

Durante a conferência, serão apresentados exemplos que mostram como as aulas podem ser planejadas de maneira diferenciada e quais formas de feedback e correção de erros são mais adequadas para grupos heterogêneos.
 
O acesso rápido às informações divulgadas na internet simplifica o nosso dia a dia de várias maneiras e nos oferece novas oportunidades de adquirir conhecimento. Os meios digitais também são cada vez mais utilizados nas escolas. As plataformas de aprendizagem e o uso da internet nas aulas ou para trabalhos já fazem parte integrante da maioria das escolas. Ao mesmo tempo, a grande quantidade de novos conteúdos, bem como a infinidade de novos aplicativos e dispositivos, torna a aquisição de conhecimento mais confusa. Nem sempre é fácil para os professores identificar áreas de aplicação significativas e integrá-las às aulas de maneira eficiente.

Na conferência, serão discutidos os potenciais e limites da mídia digital no ensino de línguas estrangeiras. Serão apresentadas possibilidades de aplicação úteis que demonstram como a mídia digital pode ser utilizada em aula e no aprendizado individual.

As palestras oferecem exemplos das melhores práticas para que professores integrem a mídia digital no processo de ensino da linguagem de uma maneira orientada para a ação. Aplicativos e possibilidades, além de como trabalhar com iPads ou outros dispositivos móveis, serão apresentados. Também estamos em busca de contribuições que mostrem conceitos e modelos de ensino híbrido e sugestões interessantes para a aprendizagem informal.  
 
Modelos orientados para a ação são parte integrante do curso de alemão moderno como língua estrangeira. Eles promovem a competência comunicativa e permitem que o aluno se comunique com sucesso no idioma escolhido.

Ao longo do evento, serão apresentadas contribuições que ajudarão os professores a compreender o conceito de orientação para a ação como uma abordagem teórica. Como podemos definir o conceito de orientação para a ação no ensino de línguas estrangeiras e diferenciá-lo de outros modelos?

Procuramos também contribuições que apresentem aos participantes exemplos práticos concretos para a implementação e reflexão de modelos de ensino orientados para a ação. Quais métodos experimentei em aula? Como funcionou a implementação e como avalio o sucesso da aprendizagem?

As palestras sobre esse tema apresentam considerações teóricas e projetos de ensino da prática. O objetivo é um exame teórico de modelos de planejamento de aulas orientados para a ação e a apresentação de exemplos interessantes e bem-sucedidos do ensino diário.
 
Seja em um contexto escolar ou em cursos de educação para adultos, seja no nível A1 ou C1, o uso de filmes, música e literatura pode enriquecer muito o ensino de alemão como língua estrangeira. O uso dessas artes nas aulas não só transmite o idioma, como também os aspectos culturais dos países de língua alemã.

A conferência tem como objetivo apresentar exemplos da utilização de recursos audiovisuais e literatura para diferentes públicos. Procuramos também contribuições que mostrem diferentes aspectos e fatores para um uso bem-sucedido dos meios mencionados. Quais possibilidades esses recursos oferecem para aumentar a motivação e o sucesso na aprendizagem de alunos ou adultos? Como professor, o que você deve considerar ao usar essas mídias? Questões metodológicas e didáticas são bem-vindas, mas sempre atentando-se à apresentação de fontes que não causem problemas de direitos autorais.

Esse tópico apresentará teorias e planos de aula, com o objetivo de lidar com questões metodológicas e didáticas sobre o uso de mídia audiovisual e literatura nas aulas de alemão como língua estrangeira e coletar exemplos da prática de ensino.
 
A vivência no exterior é um dos elementos mais importantes de uma educação contemporânea que atende às demandas do século XXI. Ela não apenas permite que os alunos conheçam mais sobre outros países, como acelera o aprendizado do idioma e os ajudam a desenvolver habilidades globais. Pode ser também uma vantagem ao escolher uma carreira no futuro, por exemplo. Além disso, os programas de intercâmbio cultural são uma das maneiras mais eficazes de promover o ensino de línguas estrangeiras nas escolas e aumentar sua visibilidade na comunidade.

Estabelecer e implementar com sucesso programas de intercâmbio de alunos é um desafio complexo para o professor. Por isso, procuramos coordenadores experientes que apresentem exemplos de boas práticas e convidem outros professores para discutir soluções para as dúvidas mais frequentes, como: publicidades e arrecadação de fundos para o programa de intercâmbio; seleção de alunos; cronograma; redes sociais durante a troca; uso de dispositivos eletrônicos; relação com o consumo de álcool; perguntas sobre responsabilidade; e afins.

Ao longo do evento, apresentaremos o projeto “Studienbrücke Deutschland”, do Goethe-Institut. O Studienbrücke, ou seja, “a ponte de estudos”, foi projetado para preparar os alunos linguisticamente e academicamente para estudarem em uma universidade alemã. O programa inclui cursos de línguas e a possibilidade de estadia de um ano na Alemanha.
 

A conferência acontecerá via Zoom.

Ao participar da GETVICO24, você concorda com a gravação em vídeo e áudio do evento para documentação no site da GETVICO24 e no canal do Goethe-Institut no YouTube.
 

Top