Leitores do Ano

O que pessoas tão diferentes têm em comum? O que os une?

Os leitores do ano de 2015: Alexandre Tuche Pereira e Douglas Ramos Paranhos (Foto: Clarisse Neri) Foto: Clarisse Neri © Goethe Institut Douglas Ramos Paranhos, de 27 anos, é estudante de Filosofia e nosso aluno e Alexandre Tuche Pereira, de 51 anos, é professor de inglês na Cultura Inglesa.
Duas pessoas que à primeira vista não podiam ser mais diferentes.
Mas então, o que os une? Existe de fato alguma conexão entre eles?
Em caso afirmativo, o que o Goethe-Institut tem a ver com isso?
São muitas as perguntas, mas temos a resposta!
Ficou curioso? Então descubra mais sobre Douglas Paranhos e Alexandre Pereira.
 

Douglas Ramos Paranhos
Nosso aluno n° 1 em empréstimo


Desde 2013, leitor da Biblioteca e aluno do Goethe-Institut no Rio de Janeiro. Atualmente cursa o nível B1.3. Em 2015 fez empréstimo de 195 volumes (a saber: média de empréstimo por leitor/ano: 15 volumes) nos 210 dias de funcionamento em 2015.
Douglas Paranhos, 27 anos, cursa o último semestre de Filosofia na UERJ e por vários motivos se inscreveu na nossa Biblioteca: admiração e interesse pela cultura alemã; provavelmente gerado pelo curso de Filosofia e por entender que para aprender melhor uma língua, é preciso conhecer melhor a cultura desse país. E nada melhor do que a biblioteca para conseguir isso.  
“No último ano, li muitos livros de leitura facilitada. Um dos que mais gostei se chama Olli aus Ossiland, de Alan Posener. A história é sobre um rapaz que vive na antiga Alemanha Oriental e sonha em ter uma moto. Um dia ele se muda para o antigo lado ocidental da Alemanha, mas só consegue empregos ruins.
Esse livro é minha recomendação porque mostra as contradições de ambos os sistemas econômicos.”
 
Alexandre Tuche Pereira
Leitor do Ano 2015


51 anos, professor de inglês na Cultura Inglesa de Caxias, também é desde 2013 leitor da Biblioteca do Goethe-Institut no Rio de Janeiro. Em 2015 fez empréstimo de 188 volumes de um acervo de 13.000 títulos, entre eles DVDs, CDs, revistas e livros.
“Como associado da biblioteca costumo pegar emprestado livros didáticos, ficção ou não-ficção em português, filmes e CDs que contenham a letra das músicas. Uma publicação que sempre pego emprestado é a revista Psychologie heute, uma vez que os assuntos são de meu interesse. Quando era estudante de inglês, costumava ler a versão americana desta revista, Psychology today. Daí o meu interesse nesta publicação. São artigos interessantes e agradáveis que me ajudam a manter contato com a língua alemã, visto que no momento não estou tendo aulas.”

Por sua fidelidade parabenizamos Alexandre Pereira e Douglas Paranhos com uma lembrança.