Live no YouTube DaF e Aprendizagem Intercultural

DaF e Aprendizado Intercultural © Goethe-Institut Rio de Janeiro

5ª, 24.06.2021

O objetivo principal da live é divulgar trabalhos da área de Letras que abordem questões interculturais voltadas para o processo de ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras, com ênfase no alemão, assim como para a formação de professores.


ABERTURA - [18:00]
__

APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS - [18:20]

Adriana Borgeth Adriana Borgeth. Foto: particular 1 - Sensibilização às diferenças culturais no processo de aquisição da competência intercultural em aulas de língua estrangeira (Adriana Borgeth)

Sugerimos combinar diferentes perspectivas do conceito de cultura, para conduzirmos uma abordagem híbrida de cultura e interculturalidade no processo de ensino-aprendizagem de LE, mediada pelo professor, para promover não só a reflexão do falante-aprendiz sobre as diferenças culturais, mas também seu desenvolvimento na capacidade de lidar de forma consciente e respeitosa com essas diferenças. Assim, através de sua sensibilização a essas diferenças, esse falante-aprendiz pode desenvolver com responsabilidade seu processo de aquisição da competência intercultural.
__

Anelise Gondar Anelise Gondar. Foto: particular Gabriela Marques-Schäfer Gabriela Marques-Schäfer. Foto: particular Raphael Perez Raphael Perez. Foto: particular 2 - "Um Brasileiro em Berlim" - um intercâmbio cultural à luz de João Ubaldo Ribeiro (Anelise Gondar, Gabriela Marques-Schäfer & Raphael Perez)

O presente trabalho apresenta um projeto de intercâmbio virtual linguístico-literário realizado entre alunos de alemão da Uerj e de português da JLU Gießen. Neste intercâmbio, os alunos realizaram tarefas em duplas sobre a obra "Um Brasileiro em Berlim", de João Ubaldo Ribeiro, e puderam aprofundar seus conhecimentos linguísticos e culturais sobre o Brasil e a Alemanha. Todo o intercâmbio se deu através de uma troca de E-Mails e, ao final do intercâmbio, foram coletados dados através de um questionário de pesquisa para avaliar a proposta e a percepção dos participantes sobre os benefícios do trabalho online. Os dados foram analisados à luz do Sistema de Avaliatividade (Martin 2005). Os resultados mostram que os participantes da pesquisa apontam de forma similar os benefícios do intercâmbio virtual para seus respectivos processos de aprendizagem, porém são interpelados de diferentes formas do ponto de vista da afetividade em relação à atividade proposta, uma vez que os objetivos de estudo do grupo brasileiro se diferem dos do grupo da Alemanha. Tal diferença influenciou diretamente o grau de engajamento dos alunos na atividade de intercâmbio.
__

Cibele Cecilio Rozenfeld Cibele Cecilio Rozenfeld. Foto: particular Livia Marques Livia Marques. Foto: particular 3 - (Re)pensando relações entre as culturas alemãs e brasileiras por meio da minissérie Unsere Mütter Unsere Väter (Cibele Rozenfeld & Livia Marques)

No campo de pesquisas de ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras, há muito tempo já se evidencia a relevância de não se separar língua e cultura e de se tratar uma em relação à outra em sala de aula. Nesse contexto, surge o conceito de Competência Comunicativa Intercultural (CCI) (Byram, 2012), constituído de um conjunto de conhecimentos, atitudes e habilidades em relação à cultura estrangeira e que deve ser tomada, também, como objetivo de ensino do professor. Nessa perspectiva, discutiremos nesta apresentação algumas  ações docentes voltadas para a promoção da CCI dos alunos, por meio da minissérie alemã Unsere Väter, Unsere Mütter. Essa minissérie constitui material rico para o trabalho com a CCI, na medida em que pode promover a reflexão crítica sobre fatos históricos da cultura alemã, a comparação com a própria cultura e sobre nosso papel na comunidade em que vivemos.
__

Roberta Stanke Roberta Stanke. Foto: particular Mergenfel Ferreira Mergenfel Ferreira. Foto: particular Ebal Bolacio, professor de alemão da UERJ Ebal Bolacio. Foto: particular 4 - Cultura, livro didático e formação de professores de alemão como língua estrangeira (Roberta Stanke, Mergenfel Ferreira, Ebal Bolacio)

Em nosso artigo procuramos analisar em que medida o material didático DaF kompakt neu, usado na formação das/os futuras/os professores de alemão nas universidades UERJ, UFF e UFRJ, poderia fornecer subsídios para uma aproximação destes aprendizes à cultura dos espaços de língua alemã. No trabalho conduzido, partimos do pressuposto de que todo encontro cultural mobiliza uma reflexão sobre sua própria cultura, muitas vezes percebida como “natural”, o que pode dificultar uma aproximação crítica e reflexiva com outras culturas. Serão trazidas nessa Live, portanto, algumas reflexões advindas da análise do livro didático supracitado, que teve como fundamentação os conceitos de cultura de autores como Eagleton (2005), Altmayer (2010) e Kramsch (1998), dentro de uma abordagem inter e transcultural para o ensino de línguas.
__

Paulo Carvalho Paulo Carvalho. Foto: particular 5 - Escolas Alemãs no Exterior e a Política Educacional e Cultural do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha à luz dos Estudos sobre Implementação de Políticas Públicas (Paulo Carvalho)


A apresentação traz apontamentos sobre as Escolas Alemãs no Exterior e a Política Educacional e Cultural do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha à luz dos Estudos sobre Implementação de Políticas Públicas, com destaque para o contexto de parceria entre instâncias públicas e governamentais alemãs de educação e entidades privadas em âmbito local.
_____________________

Transmissão em português.
Participação gratuita e aberta a todos/as os/as interessados/as.

Voltar