Acesso rápido:
Ir diretamente ao contéudo (Alt 1)Ir diretamente à navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente à navegação principal (Alt 2)

Conexión Humboldt | ГУМБОЛЬДТ-КОННЕКШН
“Humboldt reuniu diferentes áreas do conhecimento”

 Foto: David von Becker

Sandra Rebok, Berlim

“Quando analisamos os escritos de Humboldt indo até as fontes originais, quando tomamos seus diários, suas obras publicadas ou mesmo suas cartas, rapidamente percebemos que ainda há muitas coisas com as quais ele pode nos inspirar até hoje. No entanto, não deveríamos instrumentalizá-lo em prol de nossos próprios interesses, como já aconteceu com frequência no passado. Hoje percebe-se uma nítida tendência em enxergar Humboldt como origem de determinados conceitos, movimentos ou pensamentos. Isso fica evidente nas recorrentes atribuições a ele como primeiro criador de redes, primeiro cientista a trabalhar em nível global, primeiro defensor dos direitos humanos e também – no momento uma das atribuições prediletas – como o primeiro a se interessar pelos efeitos da ação do homem sobre o meio ambiente. Isso não é apenas errôneo, mas, com esta maneira de pensar, não fazemos jus a Humboldt e à sua ciência. Sua obra caracteriza-se pela capacidade de reunir tanto diferentes áreas do conhecimento quanto resultados de pesquisas distintas, envolvendo tanto as obras de seus contemporâneos quanto as de seus precursores. Humboldt buscava o progresso da ciência nem tanto por meio de ideias iconoclastas, mas sim através de um encadeamento constante de saberes, de uma reflexão incessante e de um desenvolvimento contínuo de conceitos, cujas origens ele reconhecia nas fontes históricas que havia consultado.”

Sandra Rebok é historiadora da ciência e pesquisa na Espanha, Alemanha e nos Estados Unidos sobre redes de contato, a globalização do conhecimento e a cooperação científica transnacional no século 19. Além de muitas publicações sobre Humboldt, ela editou três de suas obras em espanhol.

 Conexión Humboldt (espanhol)

Top