A cidade de Schwäbisch Hall

  • Schwäbisch Hall - Vista do lado leste Foto: Goethe-Institut

    Schwäbisch Hall - Vista do lado leste

  • Campos em torno de Schwäbisch Hall Foto: Goethe-Institut

    Campos em torno de Schwäbisch Hall

  • Castelo Comburg Foto: Goethe-Institut

    Castelo Comburg

  • Na ponte Henkersbrücke Foto: Goethe-Institut

    Na ponte Henkersbrücke

  • Prefeitura Foto: Goethe-Institut

    Prefeitura

  • A Festa da Amizade Foto: Goethe-Institut

    A Festa da Amizade

  • Teatro ao ar livre Auf der Großen Treppe Foto: Goethe-Institut

    Teatro ao ar livre Auf der Großen Treppe

  • A arte dos fogos de artifício durante a “Longa Noite da Arte” Foto: Goethe-Institut

    A arte dos fogos de artifício durante a “Longa Noite da Arte”

  • O bairro Kocher (à direita o Goethe-Institut) Foto: Goethe-Institut

    O bairro Kocher (à direita o Goethe-Institut)

  • Dietrich Bonhoeffer Foto: Goethe-Institut

    Dietrich Bonhoeffer

  • Verão em Schwäbisch Hall Foto: Goethe-Institut

    Verão em Schwäbisch Hall

  • Biergarten em Kocher Foto: Goethe-Institut

    Biergarten em Kocher

  • Arte moderna no cenário do centro histórico Foto: Goethe-Institut

    Arte moderna no cenário do centro histórico

  • Museu Kunsthalle Würth Foto: Goethe-Institut

    Museu Kunsthalle Würth

  • Campus Schwäbisch Hall da Universidade de Heilbronn Foto: Goethe-Institut

    Campus Schwäbisch Hall da Universidade de Heilbronn

  • Caixa de Crédito Habitacional de Schwäbisch Hall Foto: Goethe-Institut

    Caixa de Crédito Habitacional de Schwäbisch Hall

  • O Portão Sulfer no outono Foto: Goethe-Institut

    O Portão Sulfer no outono

  • Casas de enxaimel no rio Kocher Foto: Goethe-Institut

    Casas de enxaimel no rio Kocher

  • Um conto de natal Foto: Goethe-Institut

    Um conto de natal

  • A Prefeitura à noite Foto: Goethe-Institut

    A Prefeitura à noite

  • A festa Hallia Venezia Foto: Goethe-Institut

    A festa Hallia Venezia

Schwäbisch Hall, ou simplesmente "Hall", como é chamada pelos habitantes locais, é uma idílica cidade pequena com 37.000 habitantes, cuja força econômica está concentrada no forte setor de comércio e de prestação de serviços. Empresas da área de financiamento imobiliário, tecnologia solar e de telecomunicações têm sua sede aqui. Uma ampla oferta de escolas e instituições de ensino atrai muitos jovens para a região. Assim a Escola Superior de Heilbronn instalou aqui recentemente o seu campus. Os participantes dos cursos do Goethe-Institut são sempre bem-vindos, como ouvintes convidados, nos seminários e aulas. A renomada Escola Superior de Design, entidade privada, oferece cursos inovadores em Design de mídia. O Goethe-Institut descobriu cedo o charme e a qualidade de vida de Schwäbisch Hall - desde 1965 aprende-se aqui o idioma e a cultura alemã pelos seus lados mais bonitos.

Cultura

Schwäbisch Hall é conhecida pelos seus eventos de verão ao ar livre, o Freilichtspiele, realizados na grande escadaria de St. Michael e no Teatro Globe. O Museu Hällisch-Frankisch e o museu ao ar livre Hohenloher Freilandmuseum contam a história da região e da cidade desde a idade média, de modo especialmente interessante. Os velhos mestres podem se apreciados no salão medieval Johanniterhalle. O salão de arte privado Kunsthalle Würth, um projeto espetacular do arquiteto dinamarquês Henning Larsen, é dedicado à arte moderna. Na primavera a cena musical internacional se encontra-se aqui para participar do JazzArtFestival em Schwäbisch Hall, enquanto a nata da cena literária em idioma alemão tem encontro marcado a cada dois anos, nas Jornadas LiteraturLive. Não há dúvida: nas edifícações históricas desta antiga cidade move-se uma jovem vida cultural, aberta ao mundo.

Lazer

Seja em terra, na água ou no ar: em Schwäbisch Hall e arredores são oferecidas muitas atividades de lazer, como voo esportivo, natação, caminhada ou ciclismo. E para recuperar as forças, nada melhor que as delícias culinárias da região Hohenlohe, preparados com alimentos orgânicos. Uma curiosidade: em Schwäbisch Hall há mais festas e feiras tradicionais do que o número de meses do ano, como por exemplo, a festa da noite de verão ou a festa das luzes, a histórica festa do bolo e festa da fonte, a festa do forno no museu ao ar livre ou a feira natalina de artesanato.
 

Top