A cidade de Heidelberg

  • Heidelberg Foto: iStock

    Heidelberg

  • Altstadt Foto: Thomas Koy

    Altstadt

  • Auf der Neckarwiese Foto: Thomas Koy

    Auf der Neckarwiese

A universidade mais antiga da Alemanha e o clima mais quente – idilicamente situada no rio Neckar, Heidelberg é atraente para estudantes e para numerosos turistas. Cerca de 150.000 pessoas vivem na cidade, cujo marco, o Castelo de Heidelberg, fica no lado norte da colina Königstuhl.

Heidelberg é uma das mais conhecidas cidades universitárias. Além da Universidade de Música Sacra e da Universidade de Estudos Judaicos, há outras duas universidades altamente especializadas. A Ruprecht-Karls-Universität de Heidelberg foi fundada em 1386 e é conhecida em toda a Alemanha, principalmente pelo seu curso de medicina de alta qualidade. Como parte da Iniciativa de Excelência, essa universidade foi classificada como uma universidade de elite. Ela conta com cerca de 30.000 estudantes e abriga a biblioteca universitária mais antiga da Alemanha. Não só estudantes, mas também pesquisadores de todo o mundo são atraídos pela sua excelente reputação. Ela e a clínica universitária são as maiores empregadoras da cidade. O foco das diversas instituições de pesquisa de Heidelberg está no campo da biotecnologia médica. O centro alemão de pesquisas sobre o câncer pertence a uma das melhores instituições de pesquisa em câncer do mundo. Grandes empresas, como a Heidelberger Druckmaschinen, a SAP e a BASF, também destacam o local de negócios da região metropolitana Reno-Neckar, onde além de Heidelberg, estão também as cidades vizinhas de Mannheim e Ludwigshafen.

Cultura

Em Heidelberg não há instituições especialmente destacadas no panorama de museus e de teatros – mas a cultura não é deixada de lado. Na cidade são realizados inúmeros concertos de diferentes estilos, festivais, pequenos eventos das mais diversas artes, recitais, palestras e apresentações de dança e de teatro. O Festival do Castelo de Heidelberg é um teatro ao ar livre, que é realizado três vezes por verão no próprio castelo iluminado com fogos de artifício. No total, há cerca de 20 museus, coleções de arte e salas de exposições. A história da cidade e da região está viva no Kurpfälzisches Museum de Heidelberg, localizado no Palais Morass, um edifício barroco no centro histórico. De acordo com um ranking nacional do ano de 2010, Heidelberg é uma das cidades mais criativas da Alemanha, especialmente nas áreas de literatura, arquitetura e design.

Lazer

Nas ruas estreitas do centro histórico, existem muitos edifícios barrocos totalmente preservados, inúmeros cafés, bares e restaurantes. No verão, a maioria dos estudantes permanece na cidade, apreciando as palestras no pátio do edifício Marstall. Lá encontra-se o restaurante universitário. A partir da Philosophenweg temos a melhor vista para o centro histórico, com as torres das igrejas Heiliggeistkirche, Jesuitenkirche e Peterskirche, bem como para o rio Neckar e para o castelo. A ponte Theodor-Heuss nos leva para fora do centro histórico e para dentro da natureza: Neckarwiese é o maior espaço verde da cidade. Com tempo bom, é um ponto de encontro popular para churrascos, atividades esportivas ou simplesmente deitar-se confortavelmente ao sol. Mais natureza e cultura podem ser vivenciados com passeios pela rota alemã do vinho, para o povoado romano de Ladenburg, na floresta Odenwald, subir a colina Königsstuhl ou excursionar pelo vale do Neckar.

Top