Alemão para crianças Aprender línguas de forma divertida com filmes

As crianças adoram filmes
As crianças adoram filmes | © goodluz – Fotolia.com

As crianças adoram filmes. Os filmes trazem variedade e entretenimento às aulas, estimulando o processo de aprendizagem. Mas o que devem os professores ter em conta ao usar filmes nas aulas? A seguir, alguns conselhos e exemplos práticos.    
 

A aprendizagem da língua materna e de outras línguas não é tão fácil e rápida para as crianças como se assume. Este é um processo moroso e que necessita de um input metódico-didáctico bem estruturado. A aprendizagem precoce de uma língua estrangeira tem de ter em conta todas as áreas de desenvolvimento – linguística, social, emocional, cognitiva e motora. Hoje em dia, as crianças são cada vez mais influenciadas pelos meios de comunicação e são extremamente visuais. “Elas não querem apenas ouvir e falar, querem também ver aquilo que ouvem” (Rück 2004:204). Nesse sentido, os filmes são um instrumento ideal para a aprendizagem precoce de uma língua estrangeira.       

Boas razões

Os novos media digitais têm algo de mágico para as crianças. Um filme e as atividades complementares conseguem ajudar a quebrar a rotina, dando uma motivação extra às crianças e ajudando a despertar (de novo) o seu interesse e o prazer pela aprendizagem de uma língua nova e da sua cultura. O filme em si e as atividades complementares ajudam a combater o rápido decréscimo de concentração.

Os filmes trazem variedade e entretenimento às aulas. Os filmes trazem variedade e entretenimento às aulas. | © DragonImages – Fotolia.com Os conteúdos dos filmes contribuem muito para a área cognitiva do processo de aprendizagem: as crianças são expostas a conteúdos estimulantes e interessantes, aprendem temáticas ligadas às características dos países e aprendem ou relembram palavras do novo vocabulário. A visualização de filmes estimula vários sentidos ao mesmo tempo. Isto pode beneficiar as crianças com mais dificuldades de aprendizagem: a combinação de imagem e som facilita a perceção do sentido. O vocabulário pode frequentemente ser deduzido através do contexto, o que torna supérfluo o recurso à língua materna.           

As crianças podem igualmente produzir filmes próprios. Podem fazer desenhos a partir de um determinado vocabulário e desenvolver pequenas histórias, que posteriormente podem filmar com o telemóvel. Conseguem assim reunir as suas primeiras experiências na produção de curtas-metragens, que podem ser colocadas online, por exemplo no YouTube. 

Conselhos para a produção de filmes

Os filmes não são a finalidade em si, mas antes apoios ao processo de aprendizagem, diversão e enriquecimento da aprendizagem (ver Widlok 2014:45). A visualização conjunta de filmes deve estimular o trabalho com a língua e promover a sua aprendizagem prática. Nesse sentido, os filmes não podem ser demasiado exigentes para os alunos, seja em termos linguísticos ou cognitivos. O professor também deverá conhecer o conteúdo do filme e, se necessário, usar técnicas didáticas para resolver problemas.

Entre as tarefas e exercícios complementares devem existir atividades para todo o tipo de crianças e todos os tipos de aprendizagem: para além de atividades não-verbais, tais como ilustrar uma cena, fazer um ditado ilustrado ou uma apresentação de mímica, devem também ser planeados trabalhos linguísticos, tais como adivinhas ou jogos de associação de palavras. Para crianças muito comunicativas, simples jogos teatrais são exercícios ideias, permitindo-lhes aplicar aquilo que aprenderam recentemente num novo contexto comunicativo. Neste caso, os conteúdos devem ser interessantes para as crianças e estar ligados às suas experiências individuais. Conteúdos simples, retirados do quotidiano das crianças, estimulam-nas a falar.

É válida a regra: menos é mais. Deve ter-se em conta que a capacidade de concentração destas idades é muito reduzida. Filmes com uma duração de três a cinco minutos e exercícios complementares, que possibilitem um trabalho criativo, lúdico e prático, podem ter um grande efeito sobre o processo de aprendizagem de uma língua estrangeira.

Materiais para as aulas

O Goethe-Institut fez uma seleção de algumas curtas-metragens baseadas na conhecida série de televisão infantil "Die Sendung mit dem Elefanten". Em três DVDs, reúnem-se desenhos animados e documentários sobre a natureza para os níveis linguísticos A1 a B1. Estes filmes estão especialmente preparados para a aprendizagem precoce no ensino primário.
 
B wie Burg und Blume

Em baixo é possível fazer o download de três filmes da série “Die Sendung mit dem Elefanten” sobre letras B, D e F. O exemplo do morfema D mostra como se pode usar o filme nas aulas. Também se encontram aqui exemplos de exercícios complementares. Os outros dois filmes podem ser usados como exemplo para os alunos criarem filmes próprios. Divirtam-se! 

   

Bibliografia

Rück, Heribert: „Prinzipien des frühen Fremdsprachenerwerbs.“ In: Neusprachliche Mitteilungen aus Wissenschaft und Praxis 57/2004, 188-207.

Widlok, Beate: „Die Sendung mit dem Elefanten lädt zum Mitmachen ein – Kurzfilme im frühen Fremdsprachenunterricht.“ In: Frühes Deutsch 31/2014, 39-45.