Streaming Egos
Identidades Digitais

Keyvisual Egos © Goethe-Institut

Quem somos na internet? Como nos apresentamos na internet e nas redes sociais? Como formamos novas comunidades na era digital?

Qualquer pessoa pode criar uma imagem ideal de si própria na internet, sem que para isso desapareça a vontade de expressar-se de forma autêntica. Surge assim uma questão premente: no jogo das identidades digitais, serão válidas em Portugal as mesmas regras que se seguem na Alemanha? Serão a internet e as redes sociais entidades niveladoras globais ou existe uma especificidade nacional?

O projeto Streaming Egos convidou artistas e especialistas da internet de seis países europeus (Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Itália e Portugal) a debruçarem-se sobre estas questões, a trabalharem as diferentes facetas da identidade na era digital e a criarem algo de novo. Os resultados destes projetos foram apresentados numa convenção digital internacional que teve lugar em janeiro de 2016 no NRW Forum em Düsseldorf.

Os trabalhos apresentados na convenção – de arte web a performances, de ensaios em vídeo a instalações, não esquecendo a pintura, a dança, a música e até mesmo um salão analógico-digital – foram documentados neste blog e num e-book de livre acesso. No e-book encontram-se também artigos sobre os principais temas abordados no projeto e ensaios que aprofundam as perguntas que ficaram em aberto.

O projeto teve a curadoria de Sabria David, do Slow Media Institut, de Bona e a coordenação geral de Ulla Wester, do Goethe-Institut Paris.

Uma iniciativa dos Goethe-Institut do Sudoeste da Europa, do Instituto Slow Media de Bona e do NRW Forum de Düsseldorf.

Blog Streaming Egos - Identidades digitais eBook Streaming Egos