KINO
Mostra de Cinema de Expressão Alemã

KINO - Mostra de cinema de expressão alemã © Carlos Porfírio

A KINO – Mostra de cinema de expressão alemã apresenta todos os anos em janeiro, nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra, as novíssimas produções cinematográficas da Alemanha, da Áustria,  da Suíça e do Luxemburgo. Contando já treze edições, o Festival KINO é parte integrante do panorama de festivais em Portugal. O festival é organizado pelo Goethe-Institut Portugal, em colaboração com as embaixadas dos países participantes.

A abrangência e diversidade da colaboração internacional refletem-se no programa do KINO, nas secções Mostra Principal, KINOdoc e Curtas. Além destas secções, existe ainda a Mostra para Escolas, um programa especial, de grande diversidade, dirigido ao público mais jovem de KINO.

O objetivo assumido de KINO é, desde o seu início em 2004 até hoje, apresentar uma escolha de Filmes dos mais importantes festivais de cinema alemão, e, ao mesmo tempo, ser expressão da heterogeneidade social, temática e estética. O KINO convida todos os anos vários cineastas a visitarem Portugal, promovendo assim também a interação direta com o público, outra vertente nuclear do festival. 

Para além dos nomes mais sonantes e das novidades mais faladas, também fazem parte do programa as pequenas pérolas da longa e curta metragem. É nesse âmbito que, em 2016, se criou o conceito Novas Perspetivas, que dá lugar às obras de estreia de jovens talentos da direção cinematográfica, apresentando cinema em todos os formatos, entre eles o de longas metragens e documentários do cinema alemão do Festival Internacional de Cinema de Berlim.

Para além do foco no desenvolvimento e nas tendências cinematográficas, o KINO, especialmente na sua secção KINOdoc, realça as questões sociais e políticas atuais, sem descurar um olhar crítico ao passado e futuro. Um olhar sobre o passado da história do cinema e oferecido pelas retrospetivas do ano, dedicadas a um autor, uma corrente ou uma temática específica.

Tudo isto só é possível pela frutífera colaboração com as embaixadas, e também pelo suporte dado pelos parceiros locais de cada uma das cidades, como o Cinema São Jorge em Lisboa, que colabora com o festival KINO como co-produtor desde 2008.