Acesso rápido:

Ir diretamente para o conteúdo (Alt 1)Ir diretamente para a navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente para a navegação principal (Alt 2)
Header Imagem KINO 2021© Goethe-Institut / Suzana Carneiro

KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã

Anualmente a KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã apresenta produções da Alemanha, Áustria, Suíça e Luxemburgo que se destacaram nos grandes festivais internacionais, bem como obras de jovens e promissores realizadores oriundos destes países. 


KINO 2021

KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã estive de regresso de 21 a 27 de janeiro de 2021. Devido às restrições atuais, naquela que é a sua 18ª edição, a Mostra apresentou-se pela primeira vez e exclusivamente num formato online na plataforma Filmin.pt.

O programa começou com o brilhante remake do clássico literário e cinematográfico alemão Berlim Alexanderplatz e apresentou nas secções VisõesPerspetivas e Realidades revelações irreverentes sobre a construção de identidade e a procura do conceito de pertença (Heimat em alemão). Entre ficções, documentários, obras de autores consagrados e jovens revelações, havia um panorama multifacetado do cinema atual de expressão alemã para descobrir.
 


Visões

Na secção Visões foram apresentados filmes que, sem dúvida, pertencem ao grande ecrã — e isto não só por causa dos nomes conhecidos de quem assegura a realização e de quem compõe o elenco, mas também, e sobretudo, devido à sua impressionante linguagem visual e ao impacto das suas histórias. É no âmbito desta secção que foram apresentados o filme de abertura e os filmes dos outros três países de língua alemã participantes: Suíça, Áustria e Luxemburgo. Entre eles, uma extraordinária reinterpretação de um clássico, um duplo de luxo na representação, uma (já há muito devida!) apropriação feminista do género do western, e uma surpreendente comédia negra.


Perspetivas

A secção Perspetivas concentra a sua atenção em primeiras e segundas obras, trabalhos descomprometidos e inspiradores, que revelam perspetivas muito próprias acerca das realidades atuais. Tal como em todo o restante programa da KINO, trata-se aqui de questões como a busca por uma identidade, pelo sentido de pertença, por aquilo que se considera casa, trata-se de diversidade e de corajosos processos de autodescoberta que refletem as atuais condições da nossa existência, tanto na Alemanha como na Europa. São-nos apresentados microcosmos repletos de esperança e resistência; conquistas de novos mundos; a indagação do amor, da solidão, da amizade, da sexualidade e da identidade. Mas também relatos de lutas pela liberdade e justiça individual e coletiva se destacam com particular ênfase neste ano cinematográfico.


Realidades

Este ano foi dedicada uma secção especial aos filmes documentais. Os quatro documentários aí apresentados abordam com grande intensidade os mesmos temas prementes e omnipresentes. E examinam-nos de diferentes perspetivas: a ideia de origem em contraste com a atribuição de uma identidade pelos outros e por si próprio; o sentido de pertença, aquilo de que este se compõe e até onde é admitido; a alarmante iragem à extrema-direita populista a que se assiste na Europa e observações a respeito do que lhe deu origem, das suas raízes e da sua proliferação; a construção da identidade e da diferença, de um certo exotismo e do multiculturalismo, bem como das expetativas que acompanham esses processos e nem sempre correspondem às suas próprias exigências.


Prémio do Público

KINO-Publikum Foto: © Goethe-Institut / Carlos Porfírio

prémio do Público

Em 2021, os espetadores e espetadoras da KINO voltaram a eleger o seu filme favorito entre dez estreias de jovens realizadores - mais de que nunca na programação da KINO. 
 


Programação & Bilhetes

Programação © Goethe-Institut/ Suzana Carneiro

Calendário
Programação

​Encontra o calendário de programação da edição KINO de 2021 aqui.


A #mostraKINO nas redes sociais


Produção & Parceiros

Produção & Parceiros© Goethe-Institut / Suzana Carneiro