Acesso rápido:

Ir diretamente para o conteúdo (Alt 1) Ir diretamente para a navegação principal (Alt 2)
Público da Mostra KINO 2022Foto: © Goethe-Institut / Carlos Porfirio

Sobre a Mostra KINO

Saiba mais sobre a Mostra KINO, as suas três secções e as características especiais da última edição.

KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã

A KINO apresenta todos os anos as novíssimas produções cinematográficas da Alemanha, da Áustria, da Suíça e do Luxemburgo. Contando já 17 edições, a Mostra KINO é parte integrante do panorama de festivais em Portugal. A Mostra é organizada pelo Goethe-Institut Portugal, em colaboração com as embaixadas dos países participantes.

A abrangência e diversidade da colaboração internacional refletem-se no programa da KINO, nas secções Visões, Perspetivas e Foco. Além destas secções, existe ainda a Mostra para Escolas, um programa especial de grande diversidade, dirigido ao público mais jovem da KINO.

O objetivo assumido da KINO é, desde o seu início em 2004 até hoje, apresentar uma escolha de filmes dos mais importantes festivais de cinema alemão, e, ao mesmo tempo, ser expressão da heterogeneidade social, temática e estética. A KINO convida todos os anos vários cineastas a visitarem Portugal, promovendo assim também a interação direta com o público, outra vertente nuclear do festival. 

Para além dos nomes mais sonantes e das novidades mais faladas, também fazem parte do programa as pequenas pérolas da longa e curta metragem. É nesse âmbito que, em 2016, se criou o conceito Novas Perspetivas, que dá lugar às obras de estreia de jovens talentos da direção cinematográfica, apresentando cinema em todos os formatos, entre eles o de longas metragens e documentários do cinema alemão do Festival Internacional de Cinema de Berlim. De forma a celebrar a diversidade e qualidade dos jovens realizadores, na 16.ª edição da Mostra foi atribuído, pela primeira vez, o Prémio do Público.

Para além do foco no desenvolvimento e nas tendências cinematográficas, a KINO realça as questões sociais e políticas atuais, sem descurar um olhar crítico ao passado e futuro. Um olhar sobre o passado da história do cinema e oferecido pelas retrospetivas do ano, dedicadas a um autor, uma corrente ou uma temática específica.

Tudo isto só é possível pela frutífera colaboração com as embaixadas, e também pelo suporte dado pelos parceiros locais de cada uma das cidades, como o Cinema São Jorge em Lisboa, que colabora com a Mostra KINO como co-produtor desde 2008.

  • KINO im Cinema São Jorge Imagem: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • KINO no Feminino Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • Entrada Cinema São Jorge Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã 2022 Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã 2022 Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã 2022 Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã 2022 Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã 2022 Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã 2022 Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut
  • KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã 2022 Foto: Carlos Porfírio © Goethe-Institut

Visões

Na secção Visões foram apresentados filmes que, definitivamente, devem ser vistos no grande ecrã.
Em 2022, esta secção prometeu filmes visualmente intensos e impressionantes, capazes de estabelecer ligações entre o passado e o futuro. Entre eles: A Grande Liberdade (“Grosse Freiheit”), de Sebastian Meise, com Franz Rogowski num papel principal simultaneamente dilacerante e arrebatador; Fabian, o último filme do reconhecido cineasta Dominik Graf, numa original e irreverente abordagem ao filme de época no período entreguerras; Ninguém está com as vitelas (“Niemand ist bei den Kälbern”), realizado por Sabrina Sarabi, que conta com uma atuação de Saskia Rosendahl e nos confronta com a vida de uma jovem no campo que é tudo menos idílica; Caro Thomas (“Lieber Thomas”), da autoria de Andreas Kleinert, com as interpretações de Albrecht Schuch e Jella Haase a dar vida a um animado retrato da vida de Thomas Brasch, um realizador e escritor da RDA; O Mundo Jamais Será o Mesmo (“Die Welt wird eine andere sein”), de Anne Zohra Berrached, traz-nos uma trágica história de amor que terá implicações íntimas mas também mundiais; e Jumbo, da luxemburguesa Zoé Wittock, que nos leva consigo numa luminosa viagem por territórios inexplorados.

  • Jumbo de Zoé Wittock - Secção Visões 2022 Imagem: © Carolin Fauvet, wtfilms
    Jumbo de Zoé Wittock - Secção Visões 2022
  • Still do filme "Große Freiheit" Imagem: © Freibeuterfilm
    A Grande Liberdade ("Große Freiheit") de Sebastian Meise - Secção Visões 2022
  • Still do filme "Niemand ist bei den Kälbern" Imagem: © Weydemann Bros
    Ninguém está com as vitelas ("Niemand ist bei den Kälbern") de Sabrina Sarabi - Secção Visões 2022
  • Still do filme CARO THOMAS ("Lieber Thomas") Imagem: © The Match Factory GmbH
    Caro Thomas ("Lieber Thomas") de Andreas Kleinert - Secção Visões 2022

Perspetivas

A secção Perspetivas concentrou a sua atenção em primeiras e segundas obras com um caráter inspirador, capazes de revelar pontos de vista muito próprios sobre o hoje e o amanhã.
Em 2022 serão aqui apresentados filmes de estreia como Juventopia (“Youth Topia”), de Dennis Stormer, que nos propõe um futuro distópico capaz de nos fazer pensar; ou então Ivie mais Naomi (“Iwie wie Ivie”), de Sarah Blaßkiewitz, que com recurso a cenas de uma acutilante e animada sinceridade tematiza as experiências da discriminação vivida na Alemanha, que por mais subtis que possam ser, são também claramente racistas; através de Toubab, Florian Dietrich apresenta-nos uma comédia entusiasmante, até enternecedora, com um twist; Só mais uma voltinha no carrossel ("Another coin for the merry-go-round") de Hannes Starz, uma ode ao punk, à amizade e às despedidas; e com O vizinho do lado (“Nebenan”), a estreia na realização do ator Daniel Brühl, assistimos à encenação num bar de Berlim das indignidades da reunificação (ou separação?) alemã.
 

  • Still do filme "Nebenan" Imagem: © Reiner Bajo
    O vizinho do lado ("Nebenan") de Daniel Brühl - Secção Perspetivas 2022
  • Still do filme "Ivie wie Ivie" Imagem: © Weydemann Bros
    Ivie mais Naomi ("Ivie wie Ivie") de Sarah Blaßkiewitz - Secção Perspetivas 2022
  • Still do filme "JUVENTOPIA" Imagem: © tellfilm GmbH
    Juventopia ("Youth Topia") de Dennis Stormer - Secção Perspetivas 2022
  • Still de Toubab de Florian Dietrich Imagem: © Max Preiss
    Toubab de Florian Dietrich - Secção Perspetivas 2022

Realidades

Na secção Realidades os documentários revelaram diferentes olhares sobre o real (ou as diversas manifestações deste) nos nossos dias.
Assim, as diferentes realidades a que em 2022 pudemos assistir foram: em The Case You, de Alison Kuhn, seis mulheres ajustam contas com uma mesma experiência em que sofreram abusos; em Walchensee para sempre (“Walchensee Forever”), de Janna Ji Wonders, acompanha-se o percurso e os entrelaçamentos de cinco gerações de mulheres; em O grafiteiro de Zurique (“Der Sprayer von Zürich”), Nathalie David mostra-nos de que modo um artista rebelde, atualmente com 82 anos, pode ainda, com toda a naturalidade, provocar a sociedade e desafiar à reflexão; por fim, em Girls | Museum, de Shelly Silver, a realizadora passa a palavra a meninas e raparigas que, num museu, dão a sua opinião sincera acerca do modo como a mulher se encontra presente nesse espaço, deixando-nos boquiabertos.
 

  • Still do filme "Harald Naegeli - Der Sprayer von Zürich" Imagem: © missingFILMs
    O grafiteiro de Zurique ("Harald Naegeli - Der Sprayer von Zürich") de Nathalie David - Secção Realidades 2022
  • Still do filme "The case you" Imagem: © Lenn Lamster
    The Case You de Alison Kuhn - Secção Realidades 2022
  • Still do filme "Girls | Museum" Imagem: © Shelly Silver
    Girls | Museum de Shelly Silver - Secção Realidades
  • Still do filme Walchensee Forever Imagem: © Flare Film
    Walchensee para sempre ("Walchensee Forever") de Janna Ji Wonders - Secção Realidades 2022