Acesso rápido:
Ir diretamente para o conteúdo (Alt 1)Ir diretamente para a navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente para a navegação principal (Alt 2)
Instalação: "O Muro": Tape Art criada por alunos da Escola Alemã de Lisboa e do Tallinna Saksa Gümnaasium da Estónia, financiada pelo Programa Erasmus + da União Europeia.Bild: © Tape Art Exchange

Trinta anos depois
Queda do Muro de Berlim

Na noite de nove para dez de novembro de 1989 abriram os primeiros postos fronteiriços do Muro de Berlim. Em 2019, celebram-se os trinta anos da queda do Muro de Berlim. Esta data histórica marca não só o culminar da crescente abertura política da Republica Democrática da Alemanha e o fim da Guerra Fria, mas também o início de uma nova era nas relações entre as duas Alemanhas e na construção do projeto europeu.
 
Em ano de jubileu, o Goethe-Institut Portugal organiza diversos eventos que procuram deitar um olhar multifacetado sobre este momento histórico, sobre os seus pressupostos e as suas repercussões.

"O Muro": um projeto de tape-art

Até 15 de novembro, estará patente, no Goethe-Institut em Lisboa, a exposição de tape-art (arte da fita adesiva) "O Muro", que comemora os 30 anos da Queda do Muro de Berlim. Esta exposição é o resultado de uma colaboração entre cerca de 20 alunos de Portugal (Escola Alemã de Lisboa) e da Estónia (Tallinna Saksa Gümnaasium) e é financiada pelo Programa Erasmus + da União Europeia.

  • Tape Art 1 Foto: Jochen Weber
  • Tape Art 2 Foto: Jochen Weber
  • Tape Art 3 Foto: Jochen Weber
  • Tape Art 4 Foto: Jochen Weber
  • Tape Art 5 Foto: Jochen Weber
  • Tape Art 6 Foto: Jochen Weber
  • Tape Art 7 Foto: Jochen Weber