Acesso rápido:

Ir diretamente para o conteúdo (Alt 1) Ir diretamente para a navegação principal (Alt 2)
De Futuro BannerDesign: Suzana Carneiro © Goethe-Institut Portugal (Foto: freepic.diller on Freepik)

De futuro

Por ocasião do 60.º aniversário do Goethe-Institut em Lisboa, lançamos um olhar para o futuro, juntamente com diversas vozes e parceiros. Como é que o nosso mundo está a mudar devido às a crises, às alterações climáticas e à digitalização? De que utopias precisa o amanhã? Que papel podemos e devemos nós, enquanto instituto cultural, desempenhar nestes cenários do futuro?


Back to Utopia

As utopias imaginam ideias (im)possíveis do futuro, sempre centrados no coletivo e na sociedade. Será que precisamos de utopias como impulso para mudar a sociedade? Qual é a relação entre a utopia e a distopia? E que papel podem as utopias desempenhar na resposta às crises e aos desafios do nosso século? 


Culturas do futuro

Só em retrospetiva sabemos se algo tem estado à frente do seu tempo. No entanto, nestas conversas e textos, procuramos o Vque aponta para o futuro. O enraizamento, a solidariedade e a abertura desempenham papéis fundamentais neste contexto. Retrospectivas, perspectivas, visões:


Futuros - diversos

Em entrevistas, textos e na instalação colaborativa "Espaços Futuros" do Colectivo Warehouse, que será ccriada no Goethe-Institut em Lisboa a partir de 3 de setembro, abordamos a questão de como os espaços culturais podem tornar-se permeáveis, abertos e mutáveis, espaços de encontro com o Outro.


Imaginar o futuro

Imaginamos. Refletimos. Pensamos o futuro em imagens. CMas como podem as imagens do passado influenciar o nosso pensamento sobre o futuro? Como é que os próprios filmes imaginam o futuro? E que novas estruturas são necessárias para produções cinematográficas que perdurem no futuro?


Conhecimento futuro

Como é que o nosso conhecimento sobre o passado influencia o nosso pensamento sobre o futuro? E que futuro têm o conhecimento e a aprendizagem quando os algoritmos determinam os feeds dos quais extraímos informação? Reunimos vozes sobre as oportunidades e os desafios do desenvolvimento tecnológico para a organização do conhecimento e a aprendizagem.


Um futuro para o futuro

Todas as outras questões sobre o futuro tornar-se-iam rapidamente obsoletas se nos privássemos dos alicerces da nossa vida neste planeta. O que fazer (ou não fazer) para dar futuro à questão do nosso futuro?


Apoio

Logo Bartholomäusbrüder© Associação São Bartolomeu dos Alemães em Lisboa