Trinta anos depois
Queda do Muro de Berlim

Instalação: "O Muro": Tape Art criada por alunos da Escola Alemã de Lisboa e do Tallinna Saksa Gümnaasium da Estónia, financiada pelo Programa Erasmus + da União Europeia. Bild: © Tape Art Exchange

Na noite de nove para dez de novembro de 1989 abriram os primeiros postos fronteiriços do Muro de Berlim. Em 2019, celebram-se os trinta anos da queda do Muro de Berlim. Esta data histórica marca não só o culminar da crescente abertura política da Republica Democrática da Alemanha e o fim da Guerra Fria, mas também o início de uma nova era nas relações entre as duas Alemanhas e na construção do projeto europeu.
 
Em ano de jubileu, o Goethe-Institut Portugal organiza diversos eventos que procuram deitar um olhar multifacetado sobre este momento histórico, sobre os seus pressupostos e as suas repercussões.







"O Muro": um projeto de tape-art

Exposição de tape-art (arte da fita adesiva) "O Muro", que esteve presente no Goethe-Institut em Lisboa e que comemorou os 30 anos da Queda do Muro de Berlim. Esta exposição é o resultado de uma colaboração entre cerca de 20 alunos de Portugal (Escola Alemã de Lisboa) e da Estónia (Tallinna Saksa Gümnaasium) e é financiada pelo Programa Erasmus + da União Europeia.

  • Tape Art 1 Foto: Jochen Weber

  • Tape Art 2 Foto: Jochen Weber

  • Tape Art 3 Foto: Jochen Weber

  • Tape Art 4 Foto: Jochen Weber

  • Tape Art 5 Foto: Jochen Weber

  • Tape Art 6 Foto: Jochen Weber

  • Tape Art 7 Foto: Jochen Weber