A sustentabilidade do jornalismo

28.09, 19h00

MediaCon - A sustentabilidade do jornalismo Design: © Rafael Medeiros

28.06 | 19:00 | Auditório 
Sessão com interpretaçã
o simultânea EN/PT e LGP

Portugal é um deserto no que toca ao financiamento dos órgãos de comunicação social sem fins lucrativos. São cada vez menos as bolsas para investigações jornalísticas e o cenário não se altera no que toca ao apoio estrutural. Como se financia o jornalismo em Portugal? Quais as soluções? É a proposta de estatuto de utilidade pública para estes medias uma solução a ponderar?

Nesta conversa, Brigitte Alfter (Arena for Journalism in Europe), Miguel Crespo (Cenjor), Patrícia Caneira (NOVA - FCSH) e Peter Matjašič (Investigate Europe) irão falar sobre parte do panorama deste tipo de fundos nacionais e internacionais, de que forma se poderão aplicar e como pensá-los enquanto parte da solução da crise jornalística. Moderação de Ana Patrícia Silva (Projeto Inocência)

Participantes

Brigitte Alfter é uma jornalista sénior alemã-dinamarquesa, fundadora e diretora da Arena for Journalism in Europe e professora na Universidade de Gotemburgo. Tendo praticado jornalismo a nível local, nacional e europeu, apercebeu-se da necessidade de estruturas de jornalismo colaborativo transfronteiriço. Assim, desde 2003, tem vindo a desenvolver infra-estruturas e apoios europeus para o jornalismo transfronteiriço, juntamente com a sua própria prática jornalística. Atualmente, combina a prática do jornalismo, incluindo aconselhamento editorial e orientação, atividades empresariais, ensino/formação e investigação académica.

Jornalista e especialista em comunicação digital, é diretor do Cenjor - Centro de formação de jornalistas e doutorando em Ciências da Comunicação e mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação pelo ISCTE-IUL. É investigador assistente no CIES-IUL e no Obercom, foi coordenador da Pós-Graduação em Jornalismo ISCTE-IUL/ Media Capital entre 2013 e 2018 e do Mestrado em Gestão de Novos Media. Leciona no ISCTE-IUL, na pós-graduação em Marketing Digital do IPAM e é formador desde 2001. Foi jornalista em vários diários nacionais e diretor, diretor editorial e publisher de diversas revistas e projetos online. Recebeu uma dezena de distinções nacionais e internacionais com projetos online e multimédia.
 

Patrícia Caneira é doutoranda e bolseira de investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia em Ciências da Comunicação - Estudos dos Media e Jornalismo, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa (NOVA FCSH), com uma tese sobre estratégias inovadoras e modelos de negócio em nativos digitais independentes. Na NOVA FCSH, é membro do Instituto de Comunicação da NOVA - ICNOVA e do Obi.Media - Observatório para a Inovação dos Media. Foi também gestora de comunicação do projeto Data & Us - Ciclo de Palestras sobre Dados, uma iniciativa organizada pelo IADE e pelo ICNOVA.

Peter Matjašič estudou Relações Internacionais na Universidade de Liubliana (1998-2004) e, desde então, tem dedicado a maior parte do seu tempo ao ativismo e ao envolvimento da sociedade civil. Esteve ativo no domínio do trabalho com jovens durante 12 anos, começando com os Jovens Federalistas Europeus (Secretário-Geral da JEF-Europa, 2008-2010) e terminando como presidente do Fórum Europeu da Juventude (2011-2014), defendendo os direitos dos jovens e das suas organizações. De 2013 a 2021, Peter trabalhou na Iniciativa da Sociedade Aberta para a Europa, onde liderou o trabalho sobre liberdades civis, denúncia de irregularidades e direito de protesto, todos eles relacionados com questões de espaço cívico na Europa Ocidental. Atualmente, é membro voluntário do conselho de administração da Citizens for Europe e My Balkans.

Jornalista freelancer que se dedica a investigar violações dos Direitos Humanos em Portugal, Causas Sociais, Justiça e Feminismo. Foi bolseira da Pulitzer Center, uma organização norte-americana que apoiou a série Paredes frágeis em Lugares de dor, um trabalho em colaboração com o jornal Público, sobre violência sexual em hospitais e consultórios médicos. Com trabalho publicado em jornais e revistas como o Setenta e Quatro, Observador, Gerador e Público é também jornalista no Projecto Inocência, uma iniciativa de jornalismo de investigação que junta jornalistas, académicos e juristas na revisão de condenações em tribunal. Atualmente, encontra-se a fazer um mestrado em Estudos Sobre Mulheres, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, em Lisboa. Foi nomeada para o European Press Prize 2024, na categoria de Investigative Reporting Award com a uma investigação jornalística sobre a violência sexual em hospitais e consultórios médicos.

Siga-nos