Acesso rápido:
Ir diretamente para o conteúdo (Alt 1)Ir diretamente para a navegação secundária (Alt 3)Ir diretamente para a navegação principal (Alt 2)
Banner Beeren© lupadesign

azeitonas+Beeren

A culinária alemã, especialmente a doçaria, não seria a mesma sem as "Beeren". É este o nome genérico que se dá às bagas. Na verdade, muitos dos frutos a que chamamos bagas não o são, botanicamente falando. São os casos, por exemplo, do morango, da amora e da framboesa, que pertencem a famílias de frutos diferentes. Já o mirtilo e a groselha são bagas por direito próprio. Talvez por isso tenha surgido em Portugal uma nova classificação para designar estes frutos, que mesmo não o sendo, têm aspectos muito semelhantes: frutos vermelhos. Relacionados ou não, o certo é que estes frutos têm propriedades muito boas para a saúde. Todos eles são, por exemplo, antioxidantes, e ajudam a combater os danos no organismo. Como para além de serem saudáveis também têm um sabor bastante agradável, a culinária alemã soube aproveitar o facto de estes frutos existirem em abundância no seu território para criar uma série de receitas deliciosas. Assim, o senhor Müller pode saborear os frutos vermelhos em compotas, bolachas, bolos, bebidas, sobremesas (como a chamada "Rote Grütze", muito apreciada no norte da Alemanha), e até como acompanhamento de refeições. Como se vê, opções não lhe faltam. Aliás, são muitos os alemães que, sendo proprietários de um pequeno jardim junto à sua casa, não abdicam de cultivar este tipo de frutos.

Um sabor bem diferente do dos frutos vermelhos, mas propriedades igualmente muito importantes para a saúde tem a azeitona, um dos frutos mais consumidos em Portugal. Na verdade, quando pensamos em azeitonas é-nos díficil vê-las como frutos, devido ao seu sabor eminentemente salgado. Mas as azeitonas são mesmo um fruto, e têm origem na oliveira, uma árvore amplamente existente em Portugal, bem como nos restantes países mediterrânicos. Devido ao seu sabor, não doce mas ainda assim agradável, as azeitonas não são utilizadas como sobremesa mas antes como aperitivo, petisco ou acompanhamento de refeições. O senhor Silva pode saboreá-las puras, mas também temperadas com, por exemplo, orégãos, alho e azeite. Ora, este último é precisamente uma das grandes qualidades da azeitona, pois é, como o seu nome deixa entender, um óleo derivado dela. O azeite é um dos componentes principais da nossa culinária, servindo para temperar, por exemplo, pratos de peixe e saladas. É a gordura ideal para adicionar aos alimentos, pois não possui colesterol e, dessa forma, previne as doenças cardiovasculares. Como o ideal é comer um pouco de tudo, que tal um almoço iniciado por azeitonas temperadas, prosseguido por um prato de peixe fresco bem regado com azeite e terminado com uma sobremesa com cobertura de frutos vermelhos? Certamente que já cresce água na boca dos senhores Müller e Silva. E não só.

Alimentação Saudável: Azeitonas
Mitos Alimentares: Azeite vs. Azeitona
Lecker.de: Beeren-Rezepte