Conversa e leitura FAUSTO – Um símbolo do homem moderno?

Fausto Foto (detalhe): © Vera Tavares

26.06.2018, 18h30

Goethe-Institut Lisboa

Campo dos Mártires da Pátria, 37
1169-016 Lisboa

Apresentação da nova edição dos poemas de Fausto de Fernando Pessoa, seguida de conversa sobre o “Fausto” português e alemão e leitura cénica

Nenhuma outra obra terá influído tanto na literatura europeia como o „Fausto“ de Goethe que pode ser lido até hoje como uma análise de surpreendente atualidade. Na literatura e na arte, o mito de Fausto fascinou e inspirou sempre de novo. Desde Goethe que a obra foi alvo das mais variadas interpretações. Uma das novas criações mais extensas é de Fernando Pessoa, que, como Goethe, passou toda a sua vida estudando essa figura insondável.
 
No dia 26 de junho, às 18h30, terá lugar uma conversa sobre a nova edição dos poemas de Fausto, de Fernando Pessoa, seguida de uma leitura cénica do "Fausto" português e do alemão.
Carlos Pittella, editor dos fragmentos de Fausto de Pessoa e João Barrento, tradutor de "Fausto" de Goethe, falam sobre a atualidade, as semelhanças e diferenças de "Fausto" em Pessoa e Goethe. A conversa será moderada por Steffen Dix e Jerónimo Pizarro.
 
Em colaboração com o Centro de Estudos de Teatro, a editora Tinta-da-china, o Centro de Investigação em Teologia e Estudos de Religião e com o apoio da Associação São Bartolomeu dos Alemães em Lisboa.

Voltar