Debate Eleições europeias: o que está em jogo?

Quo vadis, Europa? © shutterstock

07.05.2019, 19h30

Goethe-Institut Lisboa

Campo dos Mártires da Pátria, 37
1169-016 Lisboa

No âmbito do ciclo de debates "Quo vadis, Europa?"

Em vésperas de eleições europeias em finais de maio, Tanja Bueltmann, Verena Ringler e Pedro Magalhães irão debater o tema Eleições Europeias: o que está em jogo?. No centro do debate estão os desafios que a União Europeia terá de enfrentar nos próximos anos e as eleições europeias que, face às tendências anti-europeias e populistas dos Estados-Membros da União Europeia, são referidas como a escolha do destino. Os três convidados irão abordar temas como: O que aprendemos com o Brexit para o futuro da Europa? Porque é que o populismo prejudica a ideia europeia? A migração é realmente a pedra de toque da Europa? Que soluções e abordagens futuras oferecem novas alianças e atores na economia e na sociedade civil?

O debate terá lugar no Goethe-Institut em Lisboa a 7 de maio, pelas 19h30, no âmbito do ciclo “Quo vadis, Europa?”. Participam neste debate o sociólogo português Pedro Magalhães, historiadora alemã e investigadora de migração residente na Grã-Bretanha Tanja Bueltmann e a consultora austríaca sobre questões estratégicas europeias Verena Ringler. A moderação estará a cargo de Sandra Monteiro, editora-chefe da edição portuguesa do jornal Le Monde Diplomatique.
 
Tanja Bueltmann é Professora de História na Universidade de Northumbria em Newcastle upon Tyne com enfoque na investigação sobre migração. Bueltmann, que se autodenomina cidadã europeia, pronunciou-se abertamente a favor da permanência do Reino Unido na União Europeia. Foi membro de Historians for Britain in Europe e está publicamente envolvida no Remain Movement na Grã-Bretanha. Como alemã que vive na Grã-Bretanha, o seu interesse no Brexit é tanto pessoal como profissional.
 
Verena Ringler é diretora do projeto European Commons e curadora da Fundação ERSTE Tipping Point Talks 2019. Ringler concebe e implementa projetos práticos na interface da política e da sociedade, sobretudo para promover a capacidade de ação da Europa Comum. De 2013 a 2018, concebeu o programa europeu da Fundação Mercator alemã, de 2002 a 2006 trabalhou como redatora da revista de política de Washington Foreign Policy. Mais tarde, estabeleceu a comunicação da UE em Pristina, no Kosovo, para o Conselho Europeu.

Pedro Magalhães é doutorado em Ciência Política pela Ohio State University e Investigador Principal do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. A sua área de investigação é a opinião pública e o comportamento eleitoral. É diretor do consórcio PASSDA (Production and Archive of Social Science Data) e coordenador da equipa responsável pelas Sondagens ICS/ISCTE.

 
O ciclo de debates “Quo vadis, Europa?” aborda os atuais desafios sociais, políticos, económicos e culturais da Europa. Líderes intelectuais, políticos e investigadores de Portugal e de países de língua alemã debatem questões europeias emergentes com o objetivo de incentivar a compreensão mútua e desenvolver opções políticas comuns para o futuro. Os iniciadores e veiculadores de “Quo vadis, Europa?” são o Goethe-Institut Portugal, a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã e a Associação São Bartolomeu dos Alemães em Lisboa. O evento sobre o eleitoral europeu conta com o apoio da Embaixada da Áustria e da Friedrich-Ebert-Stiftung Portugal.

 

Voltar