Queer Porto 2021

Queer Porto 2021 © Queer Lisboa/Porto

De 12 a 16 de outubro, terá lugar a sétima edição do Queer Porto. O festival de cinema queer é inteiramente dedicado à arte cinematográfica por e sobre a cena LGTBQIA+ e promove o diálogo entre o cinema e outras formas de arte e pensamento. O programa inclui sessões de cinema, bem como eventos de discussão e informação.

O Queer Porto e o Queer Lisboa mostram a arte cinematográfica que se caracteriza pela sua visão queer do mundo e vão à procura  das suas raízes e da sua estética. Nesto contexto, "queer" é entendido como um espaço interseccional que permite o encontro de diferentes realidades como o racismo, a xenofobia ou a exclusão social e os liga a conhecimentos teóricos, por exemplo sobre pós-colonialismo, anti-capitalismo ou pós-pornografia. Esta compreensão de "queer" permite compreender melhor os desafios das identidades queer e estimular o debate teórico.

Para a edição deste ano, o Goethe-Institut convidou a realizadora alemã Monika Treut a apresentar os seus dois documentários Gendernauts (1999) e Genderation (2021).

Monika Treut (Mönchengladbach, Alemanha, 1954) começou a trabalhar em vídeo em 1976 e fundou a produtora Hyena Films, com Elfi Mikesch, em 1984. As suas longas-metragens e documentários moldaram o cinema queer desde então. Dá aulas em universidades na Califórnia, em Nova Iorque e em Hildesheim. Em 2017, recebeu o Prémio Teddy da Berlinale pela sua carreira.