Estudar na Alemanha Tirar um curso universitário na Alemanha – passo a passo

Cidade estudantil – uma palavra típica na Alemanha que descreve uma cidade na qual estudam e vivem muitos/as estudantes universitários/as, que marcam a sua cultura de forma determinante. Trata-se quase sempre de grandes cidades como Berlim, Munique, Frankfurt ou Colónia. No entanto, há muitas cidades alemãs mais pequenas que, pelo muito que têm para oferecer, podem ser muito interessantes para estudantes universitários. 

De Derya Kızılkaya

Estudar na Alemanha © Alexandra Faust
Se já resolveste que queres ir estudar para a Alemanha, então já tomaste uma decisão importante. Resta apenas dar alguns pequenos passos e tratar de alguns entraves burocráticos ultrapassáveis. Em primeiro lugar é necessário que escolhas o tipo de curso que queres tirar, bem como a cidade para onde queres ir estudar e o curso propriamente dito. 

Tirar um curso universitário – obviamente. Mas onde e o que estudar?

Podes abordar a questão de duas formas diferentes. Ou decides para que cidade queres ir e informas-te sobre os cursos que aí existem e que te possam interessar, ou fazes o inverso: procuras as cidades em que existe o curso que pretendes tirar. Podes encontrar essa informação, por exemplo, aqui. Em seguida, podes verificar se a universidade e a forma como o curso está estruturado te agradam.
 
Se, por outro lado, ainda não decidiste para onde queres ir estudar, sugiro que vejas aqui um breve apanhado das cidades estudantis alemãs. 

E como é que me candidato?

Dependendo do curso e da universidade a que queres candidatar-te, é indispensável que te informes acerca de quais os documentos necessários e da forma como decorre a candidatura. Para isso tens três possibilidades:
 
Podes procurar informações junto da fundação para a admissão à universidade – Stiftung für Hochschulzulassung, dos serviços de candidatura à universidade para estudantes internacionais – Arbeits- und Servicestelle für Internationale Studienbewerbungen (uni-assist) ou ainda, naturalmente, diretamente na universidade que pretendes frequentar. Todas as páginas da internet das universidades alemãs também estão disponíveis em língua inglesa. Além disso, para uma candidatura de sucesso, aconselho-te a estudar com atenção este plano de 10 passos.
Caso sejas cidadão da UE ou tenhas um certificado de conclusão do ensino secundário na UE, tens o acesso facilitado. Nesta página podes encontrar mais informações acerca do reconhecimento do teu certificado e das condições de estadia na Alemanha.
 
Estás pronto para te candidatar? Então tem em atenção os prazos. Aqui encontras as informações mais importantes acerca do início do curso, tanto no semestre de inverno como no semestre de verão. 

Do you speak German?

Candidatura© Alexandra Faust
Caso pretendas candidatar-te a um curso em alemão, é importante não esquecer que é necessário comprovar conhecimentos de língua alemã ao nível B2 – dependendo do curso e da universidade. A oferta de cursos de alemão (em formato presencial ou online) é enorme. Vale a pena pedir informações junto do Goethe-Institut do teu país. 
 
Preferes estudar em inglês? Não há problema. Aqui encontras uma visão global das ofertas de cursos internacionais. 
 
No entanto, se ainda não tens a certeza se queres mesmo estudar na Alemanha, talvez te ajude ver os testemunhos de outros estudantes. Nestes curtos vídeos, estudantes internacionais relatam as suas experiências na Alemanha. Algumas universidades também têm alguns vídeos deste género nas suas páginas da internet. Para quaisquer outras perguntas, o DAAD (Deutscher Akademischer Austauschdienst – serviço alemão de intercâmbio académico) é o sítio certo ao qual te deves dirigir. 
Podes enviar as tuas perguntas aqui.
 
Por fim, asseguro-te que não te faltará companhia: as cidades estudantis são cosmopolitas!
No semestre de inverno 2019/2020, 11% dos estudantes universitários em toda a Alemanha eram estrangeiros (fonte: https://mediendienst-integration.de). Como vês, fazer amigos com os quais poderás trocar experiências ou praticar o alemão não será um problema!